mobilitec

ergometrica

Ortopedia Moderna

Lismedica

Mais que Cuidar
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Ortopediareal
sembarreiras

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas  (Lida 12376 vezes)

0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.

Online migel

  • Administrador
  • *****
  • Mensagens: 18210
  • Tem deficiência: Sim
Re: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas
« Responder #15 em: 08/09/2012, 16:05 »
Banco de Ajudas Técnicas de Monchique - sessão pública de apresentação



A Câmara Municipal de Monchique criou o Banco Local de Ajudas Técnicas de Monchique devido à importância que o sector da saúde e da acão social deve assumir nas políticas autárquicas. Desta forma entendeu o município de Monchique apresentar um conjunto de medidas definidas para articular e melhorar a oferta de serviços de saúde e de apoio à acão social existentes no concelho. Uma dessas medidas contempla a criação de um banco de ajudas técnicas (BLATM).

Entende o Município que pode desenvolver uma coordenação efetiva deste Banco, em conjunto com as IPSS, Juntas de Freguesia e outras Associações existentes na área do território, bem como com particulares, um vez que hoje a oferta neste capítulo está um pouco desorganizada, quer pela inexistência de um levantamento eficaz das existências para oferta nas entidades em cima referidas quer ainda na gestão dos próprios equipamentos cedidos.

Atende ainda a criação deste Banco os problemas existentes no transporte destes equipamentos, quer seja a distância ou mesmo a dificuldade de acessos devido à nossa caracterizada dispersão demográfica.

Este Banco irá gerir a utilização de “canadianas, andarilhos, cadeiras de rodas, camas articuladas, entre outros”, disponibilizados pelas Instituições, Associações, Autarquias e particulares que pretendam associar-se a este Banco.

   Fonte: http://www.cm-monchique.pt/portal_autarquico/monchique/v_pt-PT/pagina_inicial/noticias/ajudas+tecnicas.htm

Online migel

  • Administrador
  • *****
  • Mensagens: 18210
  • Tem deficiência: Sim
Re: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas
« Responder #16 em: 30/09/2012, 14:45 »
 Silves: Banco Local de Ajudas Técnicas promove campanha de recolha de material ortopédico
       
 
 
 
O Banco Local de Ajudas Técnicas (BLAT) da Câmara Municipal de Silves tem em curso uma campanha de recolha de material ortopédico, tendo em vista dar resposta à crescente procura de equipamento.
Andarilhos, canadianas de adulto e criança, suportes de braço, nebulizador silenciosa e, principalmente, cadeiras de rodas de adulto e criança, são alguns dos materiais em falta.
Todos aqueles que, individual ou institucionalmente, pretendam e possam contribuir deverão entrar em contacto com o BLAT através do telefone 282 440 800 (ext.: 370) ou deslocar-se ao sector de Ação Social da CMS, em funcionamento das 9h00 às 17h00 na Rua João de Deus, n.º 19 r/c, em Silves.
O BLAT é uma resposta social que consiste na cedência temporária de equipamentos aos níveis da saúde, mobilidade, higiene e saneamento com soluções múltiplas adaptadas a diferentes necessidades, tendo em vista apoiar os munícipes durante o tempo que medeia a atribuição das ajudas técnicas pelas vias tradicionais de Saúde e Segurança Social.
Melhorar a qualidade de vida das pessoas com perda de autonomia e/ou dependentes temporária ou permanentemente e disponibilizar informação sobre a existência, benefícios, funcionalidades e empresas fornecedoras de equipamentos de ajudas técnicas são os principais objetivos deste Banco Local.
Podem recorrer a este serviço todas as pessoas residentes no concelho de Silves com perda de autonomia, dependência temporária ou permanente e com recursos económicos reduzidos.
 
 
Fonte: http://www.sulinformacao.pt/2012/09/silves-banco-local-de-ajudas-tecnicas-promove-campanha-de-recolha-de-material-ortopedico/

Online migel

  • Administrador
  • *****
  • Mensagens: 18210
  • Tem deficiência: Sim
Re: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas
« Responder #17 em: 18/12/2012, 21:44 »
Campanha de Recolha de Ajudas Técnicas



Esta Campanha a decorrer durante o mês de dezembro, pretende ser uma sensibilização a toda a comunidade para oferta de ajudas técnicas que já não utilizam e se encontrem em bom estado de utilização. Desde cadeiras de rodas, cadeiras de banho e/ou sanitárias, camas articuladas, andarilhos,…, equipamentos passíveis de serem oferecidos.
Trata-se de uma campanha solidária, que tem por objetivo responder a necessidades de munícipes que destes equipamentos necessitam e se encontram em situação económica precária. As ajudas técnicas a oferecer poderão ser sinalizadas nas respetivas Juntas de Freguesia.
A proposta é partilhar-se o espírito de viver solidário.

A Câmara Municipal de Vila do Conde e a Equipa DAP (Deficiência, Abordagem Plurinstitucional), em colaboração com o Rotary Club de Vila do Conde, estão a promover uma Campanha de Recolha de Ajudas Técnicas.

Esta Campanha a decorrer durante o mês de dezembro, pretende ser uma sensibilização a toda a comunidade para oferta de ajudas técnicas que já não utilizam e se encontrem em bom estado de utilização. Desde cadeiras de rodas, cadeiras de banho e/ou sanitárias, camas articuladas, andarilhos,…, equipamentos passíveis de serem oferecidos.

Trata-se de uma campanha solidária, que tem por objetivo responder a necessidades de munícipes que destes equipamentos necessitam e se encontram em situação económica precária. As ajudas técnicas a oferecer poderão ser sinalizadas nas respetivas Juntas de Freguesia.

A proposta é partilhar-se o espírito de viver solidário.

Fonte: http://avozlocal.com/index.php?option=com_content&view=article&id=5446:campanha-de-recolha-de-ajudas-tecnicas&catid=355:vila-do-conde&Itemid=1021

Online migel

  • Administrador
  • *****
  • Mensagens: 18210
  • Tem deficiência: Sim
Banco de Produtos de Apoio em Vila Real
« Responder #18 em: 01/01/2013, 11:53 »
Banco de Produtos de Apoio em Vila Real   

 
 
O Centro de Engenharia de Reabilitação da Universidade de Vila Real recebeu 13 toneladas de material para pessoas com deficiência e idosos doados pela Fundação sueca AGAPE, destinados à criação de um banco para empréstimo à comunidade.

Francisco Godinho, responsável pelo Centro de Engenharia de Reabilitação e Acessibilidade (CERTIC) da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), disse à agência Lusa que são 360 produtos de apoio e 230 acessórios ou peças de equipamentos.

A maior parte do material destina-se à mobilidade pessoal, como cadeiras de rodas, acessórios para cadeiras de rodas, elevadores de transferência elétricos, andarilhos, equipamentos para treino de marcha, canadianas, e ainda para a higiene pessoal, desde cadeiras sanitárias, assentos elevados de sanita.

Foi também doado mobiliário adaptado para a habitação, nomeadamente camas articuladas e colchões anti-escara. O material foi recolhido pela AGAPE em centros de tecnologias de apoio da costa oeste da Suécia, onde se encontra sediada a fundação.

Francisco Godinho disse que os produtos ajudarão à criação de um serviço de empréstimo de produtos de apoio à comunidade do distrito de Vila Real, o Banco Local de Produtos de Apoio.

«É uma ideia que nós já tínhamos há muito tempo para situações temporárias. Muitas vezes o tempo que uma pessoa precisa para pedir um financiamento desses por parte do Estado é demasiado longo porque a necessidade é imediata», salientou.

O banco deverá estar disponível a partir de março e vai ainda incluir outros produtos existentes no CERTIC nas áreas das Tecnologias de Informação e Comunicação (interfaces de acesso ao computador, computadores, sistemas alternativos de comunicação) e da recreação e lazer (brinquedos, equipamentos de lazer e jogos adaptados).

Muitos destes produtos de apoio do CERTIC foram concebidos e adaptados pelos alunos da UTAD.

Entretanto será criado um portal na Internet com a informação sobre os produtos disponíveis e condições de acesso.
   
 
 
Fonte: TVI24 e mais informação sobre a AGAPE   Publicada por Eduardo Jorge ( Tetraplégicos)

Online migel

  • Administrador
  • *****
  • Mensagens: 18210
  • Tem deficiência: Sim
Re: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas
« Responder #19 em: 19/01/2013, 15:23 »
Casa do Povo das Capelas recolhe material para emprestar a necessitados 
   
    A Casa do Povo das Capelas lançou uma campanha de recolha de material técnico, como camas articuladas, cadeiras de roda e andarilhos, para poder emprestar "a quem pouco tem, mas muito precisa".
         A técnica responsável pela “iniciativa de cariz solidário”, Cristina Moura, revelou  que a primeira campanha de recolha de ajudas técnicas da Casa do Povo das Capelas, denominada ‘Dê, com o coração’, começou em dezembro e prolonga-se até ao final de janeiro.
“Já recebemos doações de material de algumas pessoas, mas quanto mais melhor”, afirmou Cristina Moura, acrescentando que, mesmo depois de terminar a campanha, “quem quiser continuar a doar, ao longo do ano, poderá fazê-lo”.
Além de camas articuladas, cadeiras de roda e andarilhos, a instituição pretende reunir colchões antiescaras, canadianas, almofadas de gel e fraldas, entre outros bens “muito necessários e procurados, por serem inacessíveis” aos mais necessitados.
“O que vamos fazer com o material recebido é responder às necessidades que conhecemos nas Capelas, S. Vicente e Fenais da Luz, emprestando às pessoas o que dispomos para colmatar dificuldades temporárias", disse Cristina Moura, alegando que também são precisos produtos de higiene, como fraldas e resguardos.
A técnica adiantou que no último ano a instituição apoiou entre 20 e 30 pessoas, de várias idades, emprestando algum material que foi adquirido com as quotas do sócios ou através de doações de particulares.
Quem quiser participar na campanha pode entregar a sua doação na Casa do Povo das Capelas, juntas de freguesia de S. Vicente e Fenais da Luz ou na Farmácia Costa, em Ponta Delgada, sendo também possível a recolha em casa do material doado, no caso dos doadores não terem transporte.


Fonte: http://www.acorianooriental.pt/noticia/casa-do-povo-das-capelas-nos-acores-recolhe-material-para-emprestar-a-necessitados

 

Online migel

  • Administrador
  • *****
  • Mensagens: 18210
  • Tem deficiência: Sim
Re: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas
« Responder #20 em: 20/08/2013, 19:34 »
Banco de Ajudas Técnicas na Loja Social de Beja



Está disponível desde o início deste mês um Banco de Ajudas Técnicas na Loja Social “Entre(e)Ajude”, de Beja, tratando-se de um projeto da autarquia local.
O objetivo desta iniciativa é disponibilizar equipamentos que atenuam consequências da falta de mobilidade a pessoas sem autonomia física temporária ou permanente.
O banco, um projeto da Câmara de Beja em parceria com a Rede Social do Concelho de Beja e a Fundação S. Barnabé e o terceiro espaço da “Entre(e)Ajude”, loja criada pela autarquia e situada no mercado municipal, e resulta da aplicação de 50 por cento da verba angariada no primeiro ano de implementação desta loja social, de acordo com informação deste Município alentejano.
Ainda de acordo com a autarquia, os equipamentos destinam-se a minorar as dificuldades de mobilidade e a melhorar a autonomia e a qualidade de vida de pessoas que, por motivos de doença ou acidente, tenham perdido a mobilidade e a autonomia e tenham incapacidade ou deficiência temporária ou permanente.
Quem queira beneficiar destes equipamentos basta dirigir-se à loja social com prescrição médica ou encaminhado por entidades locais, como por exemplo Segurança Social, Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, Caritas Diocesana, Cruz Vermelha, Liga dos Amigos do Hospital e Bombeiros Voluntários, entre outros parceiros da Rede Social de Beja.



Fonte : http://www.pluralesingular.pt

Online migel

  • Administrador
  • *****
  • Mensagens: 18210
  • Tem deficiência: Sim
Re: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas
« Responder #21 em: 03/09/2013, 22:32 »
Covilhã: Hospital cria banco de aluguer de produtos de apoio

 COVILHÃ – O Centro Hospitalar Cova da Beira tem em funcionamento desde Fevereiro deste ano um Banco de Aluguer de Produtos de Apoio (BAPA) destinado a apoiar utentes em situação de incapacidade temporária, anunciou a diretora do Serviço Social.
 
«Entre Fevereiro e Julho, o banco de aluguer beneficiou 159 utentes, tendo sido devolvidos mais de meia centena de equipamentos que podem, assim, ser usados por outros utentes», explicou Paula Torgal.
O BAPA destina-se a pessoas que necessitam utilizar temporariamente cadeiras de rodas, andarilhos, canadianas, camas articuladas, entre outros equipamentos, quando recebem alta do internamento ou são acompanhadas na consulta externa, evitando assim que tenham de adquiri-los.
O CHCB pode também atribuir produtos de apoio – ou ajudas técnicas – através do Sistema de Atribuição de  Produtos de Apoio (SAPA), sem custos para o utente, mas que se direciona sobretudo para cedência de materiais de consumo ou equipamentos de utilização definitiva e apenas a doentes acompanhados em consulta externa.
  <ins><ins></ins></ins>Segundo Paula Torgal, o BAPA «não pretende substituir o SAPA. É, antes de mais, um apoio complementar do Centro Hospitalar Cova da Beira aos seus utentes, em particular quando têm alta do internamento».
O BAPA cede equipamentos por um período de seis meses mediante o pagamento de um valor  que varia entre os 3€ e os 36€, dependendo do produto de apoio cedido, o que equivale a mensalidades que oscilam entre 0,50€ e um máximo de 6€ por mês, «com o compromisso de serem devolvidos para posterior utilização por outros cidadãos depois de devidamente higienizados», disse a diretora do Serviço Social.
«Se o período de utilização for inferior a seis meses é devolvido ao utente o dinheiro equivalente ao período em que o equipamento não foi utilizado», concluiu Paula Torgal.

Online migel

  • Administrador
  • *****
  • Mensagens: 18210
  • Tem deficiência: Sim
Re: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas
« Responder #22 em: 04/06/2014, 12:30 »
Autarquia cria Banco de Ajudas Técnicas para partilha de recursos entre instituições


Fazem parte do Banco a Câmara de Matosinhos, as quatro uniões de freguesia do concelho, a Cruz Vermelha Portuguesa, a empresa municipal MatosinhosHabit, a Associação para o Desenvolvimento Integrado de Matosinhos (ADEIMA), a Associação de Apoio à Juventude Deficiente (AAJUDE) e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Leça do Balio.

A Câmara de Matosinhos anunciou esta terça-feira a criação do Banco Concelhio de Ajudas Técnicas que representa o "primeiro passo" para a sustentabilidade da ação social do concelho através do funcionamento integrado de todas as instituições envolvidas. "Este é apenas o primeiro passo, é um passo pequenino mas muito importante para colocar todas as instituições como entendo que devem funcionar, isto é, de forma integrada", salientou o autarca Guilherme Pinto durante a cerimónia de assinatura do protocolo. Para o presidente da Câmara de Matosinhos, "o que existe é a necessidade do cidadão" que precisa de apoio, pelo que tudo o que existe no concelho para dar resposta deve ser partilhado a fim de uma maior "eficácia no serviço". O objetivo do Banco, destinado a munícipes em situação de desfavorecimento social, é conhecer o material existente a nível concelhio, identificar as lacunas que subsistem e fazer uma gestão global desses mesmos recursos, tendo para o efeito sido criada uma base de registo de stock de Ajudas Técnicas, com a participação de todas as entidades envolvidas.



Fonte: CM

Online migel

  • Administrador
  • *****
  • Mensagens: 18210
  • Tem deficiência: Sim
Re: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas
« Responder #23 em: 10/07/2014, 12:20 »
Banco de Ajudas Técnicas em Alfândega da Fé Iniciativa da Liga dos Amigos vai dar mais apoio à população

   

ALFÂNDEGA DA FÉ – A Liga dos Amigos do Centro de Saúde de Alfândega da Fé tem ao dispor da população um banco de ajudas técnicas para pessoas com dependência ou dificuldades ao nível físico. O banco, constituído por material geriátrico e de suporte na reabilitação, pretende constituir-se como uma ferramenta de apoio para quem não possui condições financeiras para adquirir este material.

A iniciativa surgiu no âmbito do projecto Sorriso Sénior, em desenvolvimento no município de Alfândega da Fé, que tem vindo a trabalhar multidisciplinarmente junto das pessoas mais idosas e isoladas. O projecto pretende contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos indivíduos e famílias e, ao mesmo tempo, retardar ou evitar a institucionalização assegurando a satisfação das suas necessidades básicas.

O banco de ajudas técnicas mereceu em fevereiro deste ano a atribuição do prémio Missão Sorriso no valor de 15 mil euros, que foram aplicados integralmente em material necessário para criar esta valência.

Cadeiras de Rodas, canadianas, andarilhos, cadeiras de banho, camas articuladas e outro material de apoio podem ser agora requisitados na Liga dos Amigos do Centro de Saúde de Alfândega da Fé. O banco vai funcionar em regime de empréstimo, uma forma de prolongar o tempo de vida útil de cada equipamento.

Fonte: http://local.pt/portugal/norte/banco-de-ajudas-tecnicas-em-alfandega-da-fe-iniciativa-da-liga-dos-amigos-vai-dar-mais-apoio-a-populacao/

Online migel

  • Administrador
  • *****
  • Mensagens: 18210
  • Tem deficiência: Sim
Re: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas
« Responder #24 em: 07/08/2014, 18:44 »
Banco de produtos de apoio em Leiria



A Câmara Municipal de Leiria decidiu criar um banco de equipamentos dirigido a pessoas com
mobilidade reduzida. O objectivo é servir de promotor e intermediário entre instituições e pessoas que cedam equipamentos, como cadeiras de rodas, canadianas, andarilhos, camas articuladas, que, em devido estado de conservação, vai passar a ser fornecido temporariamente ou em períodos de longa duração a pessoas e a entidades que necessitem. O beneficiário compromete-se assim a realizar a entrega do equipamento ­q­­­­u­an­­­­­do deixar de precisar dele, nas mesmas condições em que foi cedido, ou seja, funcional e bem conservado.

A proposta do Banco de Ajudas Técnicas do município de Leiria, criado pelas necessidades da população leiriense mais fragilizada e com mobilidade reduzida, foi aprovada em reunião de Câmara, na terça-feira.

Fonte: As Rodinhas

Online migel

  • Administrador
  • *****
  • Mensagens: 18210
  • Tem deficiência: Sim
Re: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas
« Responder #25 em: 17/11/2014, 11:57 »
Almodôvar inaugura Loja Social e Banco de Ajudas Técnicas



A Câmara Municipal de Almodôvar vai inaugurar esta segunda-feira, dia 17 de Novembro, às três da tarde, a nova Loja Social e o Banco de Ajudas Técnicas do concelho.
O novo espaço vai funcionar na Rua do Arco e visa, segundo fonte municipal, contribuir “para atenuar as necessidades imediatas das famílias carenciadas e indivíduos em situação de incapacidade e/ ou dependência do concelho de Almodôvar”.
Nesse sentido, a nova Loja Social e Banco de Ajudas Técnicas vai disponibilizar aos almodovarenses têxteis e vestuário, calçado, brinquedos, mobiliário, cadeiras de rodas, andarilhos ou camas articuladas, entre outros.
A loja funcionará de segunda a sexta-feira entre as 10h00 e as 12h00 e das 14h30 às 17h00, sendo que as doações e solicitações de material devem ser feitas ao Gabinete de Acção Social e Psicologia da Câmara de Almodôvar.

Fonte: http://www.correioalentejo.com/?diaria=12819&page_id=36

Online migel

  • Administrador
  • *****
  • Mensagens: 18210
  • Tem deficiência: Sim
Re: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas
« Responder #26 em: 18/11/2014, 10:18 »
"Tudo é bem-vindo" na nova loja e banco social de Almodôvar


O objectivo é reduzir as necessidades imediatas das famílias carenciadas e de pessoas em situação de incapacidade ou dependência.

A Câmara de Almodôvar inaugura esta segunda-feira um projecto de cariz social: a nova Loja Social e o Banco de Ajudas Técnicas do concelho.

O novo espaço pretende “atenuar as necessidades imediatas das famílias carenciadas e de indivíduos em situação de incapacidade”, revela à Renascença o autarca António Bota.

“Sabemos que há muitas pessoas que necessitam, por exemplo, de uma cadeira de rodas ou uma cama articulada durante um curto período de tempo e não podem adquirir porque os custos são demasiado altos”, explica.

Com a colaboração de todos, a nova Loja Social e Banco de Ajudas Técnicas vai poder disponibilizar aos almodovarenses têxteis e vestuário, calçado, brinquedos, mobiliário, cadeiras de rodas, andarilhos, camas articuladas, entre outros.

“O nosso objectivo é que ninguém fique à margem das necessidades que tem”, explica António Bota, por isso, “tudo é bem-vindo”, acrescenta.

António Bota deixa um apelo: “Quem têm a mais e pode partilhar então que o faça. Não deixe no sótão ou guardado noutro local. Há sempre alguém que pode utilizar”.

A loja funcionará de segunda a sexta-feira, sendo que as doações e solicitações de material devem ser feitas ao Gabinete de Acção Social e Psicologia da Câmara de Almodôvar.


Fonte: RR

Online migel

  • Administrador
  • *****
  • Mensagens: 18210
  • Tem deficiência: Sim
Re: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas
« Responder #27 em: 22/11/2014, 10:49 »
Vila Franca de Xira tem projecto pioneiro para banco regional de ajudas técnicas

Jorge Talixa

21/11/2014 - 19:39

Emprestar cadeiras de rodas, andarilhos, camas articuladas e equipamentos do género a quem deles precisa e tem dificuldade em os compar é o objectivo desta iniciativa.

   
Percebendo a crescente necessidades de equipamentos para apoio a pessoas doentes e a falta de respostas organizadas, o Conselho de Desenvolvimento Sustentável do Hospital de Vila Franca de Xira está a dar os primeiros passos para criar um “banco regional de ajudas técnicas”.

A estrutura em constituição vai abranger os cinco concelhos servidos pelo hospital (Alenquer, Arruda, Azambuja, Benavente e Vila Franca de Xira), promovendo a recolha e o inventário de equipamentos como cadeiras de rodas, camas articuladas, andarilhos e outros e tratando, depois, da sua cedência temporária a pessoas mais necessitadas.

De acordo com Maria da Luz Rosinha, antiga presidente da Câmara de Vila Franca de Xira e presidente da entidade promotora da iniciativa, há algumas experiências de bancos de ajudas técnicas desenvolvidas por municípios do país, mas um projecto deste género envolvendo vários concelhos será inédito em Portugal. O objectivo é servir os 250 mil habitantes da área abrangida pelo hospital e dinamizar formas expeditas de fazer chegar as ajudas técnicas a quem delas precise. Para isso, será desenvolvido um inventário dos equipamentos disponíveis, a que todas as entidades parceiras poderão aceder, formalizando depois o pedido do equipamento em causa.

Para já vai avançar, a 1 de Dezembro, uma campanha que, durante quatro meses, pretende sensibilizar empresas e particulares da região que possam ceder/oferecer ajudas técnicas para este banco regional. Em Janeiro de 2015, o banco deverá começar a funcionar em estreita ligação com o hospital, os centros de saúde, a Segurança Social, as autarquias e as instituições sociais da região. “No âmbito dos contactos com os responsáveis pela área social destes cinco municípios demo-nos conta que, à excepção de Vila Franca de Xira, nenhum dos outros municípios tinha organizado um banco de ajudas técnicas, e percebemos que a necessidade de encontrar respostas a este nível é grande", diz Maria da Luz Rosinha.

A responsável do Conselho de Desenvolvimento Sustentável do hospital (estrutura criada há cerca de um ano que tem promovido alguns projectos solidários) explica que se concluiu que, com a criação de um banco de ajudas técnicas mais alargado e com mais equipamentos iria conseguir "melhores respostas e respostas mais prontas”.

Numa primeira fase, o projecto contempla um levantamento das ajudas técnicas existentes (disponíveis) no próprio Hospital de Vila Franca, nos cinco municípios e nas instituições que pretendam aderir. Ao mesmo tempo será lançada a campanha. “Uma determinada instituição, um determinado município podem ter, por exemplo, uma quantidade de andarilhos que nunca são solicitados e que fazem falta noutro lado. Ou uma cadeira de rodas, uma cama articulada ou algumas canadianas. São tudo equipamentos de que as pessoas podem necessitar de uma forma temporária ou de uma forma mais duradoura. O banco vai organizar, juntando as entidades que intervêm socialmente e aproveitando a coordenação dos municípios”, acrescenta.

Já no dia 1 de Dezembro arranca a campanha de recolha de apoios para o banco regional de ajudas técnicas. “Vai decorrer até 31 de Março e destina-se a todos aqueles que queiram participar, quer as pessoas que um dia tiveram um problema e têm um equipamento em casa, a estorvar, de que já não necessitam. Quer às pessoas e às empresas que entendam a bondade desta iniciativa e queiram apoiar”, explica Maria da Luz Rosinha.

Os equipamentos já existentes e os que venham a ser cedidos ao banco serão inscritos num inventário informático que ficará online, à disposição dos municípios e de outras entidades parceiras. Sempre que se coloque uma necessidade, reconhecida pelo respectivo município, será feito o pedido de cedência e serão accionados o levantamento e a entrega da ajuda técnica. “Pretendemos que o banco comece a funcionar em Janeiro, já com alguma substância. Vamos ser pioneiros neste domínio, com o apoio e a cobertura do Hospital de Vila Franca de Xira, que também tem um mini-banco de ajudas que farão parte deste projecto. Estes cinco municípios vão ser pioneiros numa iniciativa conjunta, de onde todos sairemos a ganhar”, conclui.                         

Muitos destes equipamentos têm preços elevados e muitas famílias dificilmente têm acesso a eles. Maria da Luz Rosinha salienta que esta será uma forma de minorar as dificuldades de quem mais precisa, mas também uma forma de gerar poupanças para a Segurança Social que é, frequentemente, chamada a comparticipar na aquisição destes materiais.

Publico

Online migel

  • Administrador
  • *****
  • Mensagens: 18210
  • Tem deficiência: Sim
Re: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas
« Responder #28 em: 24/03/2015, 15:11 »
Évora: Misericórdia cria loja social e banco de ajudas técnicas
Segunda, 23 Março 2015 11:48



SCMEvora_LogoA Santa Casa da Misericórdia de Évora abriu na semana passada uma loja social e um banco de ajudas técnicas para apoiar os mais carenciados.
As novas valências funcionam, de segunda a sexta-feira, num edifício junto à sede da instituição, no centro histórico de Évora.

Denominada “.DAR+”, a loja social, que abarca o banco de ajudas técnicas, disponibiliza roupas, eletrodomésticos, móveis e material geriátrico.

“Surgiram como uma resposta para os mais carenciados” do concelho e “um complemento à cantina social e ao serviço de apoio domiciliário” da instituição, disse Madalena Oliveira, responsável da loja social.

fonte: http://www.dianafm.com/index.php?option=com_content&view=article&id=32808:evora-misericordia-cria-loja-social-e-banco-de-ajudas-tecnicas&catid=19:alentejo&Itemid=44

Online migel

  • Administrador
  • *****
  • Mensagens: 18210
  • Tem deficiência: Sim
Re: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas
« Responder #29 em: 26/06/2015, 18:03 »
Almada inaugura banco solidário de material ortopédico



A partir de agora, as crianças com problemas neurológicos apoiadas pelo Hospital Garcia de Horta, Almada, têm acesso a um banco solidário onde podem levar de empréstimo material ortopético e outros equipamentos, como utensílios e brinquedos adaptados.

Através deste novo projeto, será possível apoiar estas crianças ao nível de empréstimo, reparação e adaptação de produtos de apoio, assim como de brinquedos, triciclos ou até mesmo carros elétricos, estimulando também a parte interativa e lúdica da vida das crianças.

O novo Banco de Empréstimo de Produtos de Apoio (BEPA) foi inaugurado esta semana, na Quinta dos Inglesinhos, Caparica, através de uma parceria entre o Hospital Garcia da Horta e a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental de Lisboa.

Todas as crianças apoiadas pelo Centro de Desenvolvimento da Criança Torrado da Silva (CDC), do Hospital Garcia da Horta, que se destina a crianças com patologias neurológicas, podem utilizar este serviço, avança um comunicado disponível no Portal da Saúde, gerido pelo Ministério da Saúde.

Boas noticias


Share me

Digg  Facebook  SlashDot  Delicious  Technorati  Twitter  Google  Yahoo
Smf

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo