mobilitec

ergometrica

Ortopedia Moderna

Lismedica

Mais que Cuidar
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Ortopediareal
sembarreiras

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas  (Lida 14865 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline migel

  • Administrador
  • *****
  • Mensagens: 18670
  • Tem deficiência: Sim
Re: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas
« Responder #30 em: 15/10/2016, 16:01 »
Banco de produtos de apoio em Abrantes


Cadeiras de rodas, colchões, canadianas, andarilhos e almofadas antiescaras são alguns dos equipamentos que o Centro de Recursos de Ajudas Técnicas (CRAT) da Associação Vidas Cruzadas, em Abrantes, disponibiliza a quem deles necessita.

Em termos globais, as ajudas técnicas disponíveis são andarilhos, cadeiras de duche, cadeiras de rodas, cadeirões de repouso, cama (com colchão e grade), canadiana (par), colchão antiescaras, almofada antiescaras, mesa de apoio e pedaleira

O CRAT destina-se a residentes no concelho de Abrantes, que careçam de ajudas técnicas temporária ou permanentemente e que não aufiram um rendimento anual per capita (por elemento do agregado) superior a 8500€ (oito mil e quinhentos euros).

Com o objetivo de rentabilizar os equipamentos que são utilizados para a recuperação de doentes, o Centro de Recursos de Ajudas Técnicas resulta de uma parceria entre a Associação Vidas Cruzadas, o município de Abrantes, a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo e o Centro Hospitalar do Médio Tejo – Unidade de Abrantes.

Para mais informações contacte a Associação Vidas Cruzadas pelo telefone: 960 471 890

Fonte: Médio Tejo

Offline migel

  • Administrador
  • *****
  • Mensagens: 18670
  • Tem deficiência: Sim
Re: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas
« Responder #31 em: 20/02/2017, 16:43 »
Associação Salvador lança “Banco de Ajudas Técnicas Desportivas”



A Associação Salvador lançou o “Banco de Ajudas Técnicas Desportivas”, programa que se destina a apoiar pessoas com deficiência motora que não possuem os recursos financeiros necessários que lhes permitam a prática de desporto com regularidade.

A Associação Salvador recebe anualmente inúmeros pedidos de ajuda neste âmbito, quer de atletas federados, quer de pessoas que querem iniciar um percurso desportivo. O Banco de Ajudas Técnicas Desportivas procura dar uma resposta a estes pedidos, abrindo anualmente candidaturas para atribuição de apoios.

O Banco de Ajudas Técnicas Desportivas destina-se a apoiar preferencialmente casos que não encontraram resposta dentro dos programas de apoio promovidos pela Segurança Social, Ministério da Saúde, federações/clubes desportivos ou outros.

Na edição de 2017, a Associação Salvador irá financiar:

Equipamentos novos: até 90% do custo efetivo do apoio solicitado, até um limite de 9000 euros, sendo que o candidato terá que pagar o valor restante como caução.

No caso de equipamentos em 2ª mão: o candidato terá que pagar uma caução de até 5% do valor atual de mercado do equipamento, e ainda comparticipar eventuais reparações (caso sejam necessárias).

Fonte: http://www.fpdd.org/pt/associacao-salvador-lanca-%E2%80%9Cbanco-de-ajudas-tecnicas-desportivas%E2%80%9D

Online rui sopas

  • Utilizador
  • *
  • Mensagens: 494
  • Sexo: Masculino
  • Tem deficiência: Sim
Re: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas
« Responder #32 em: 09/03/2017, 10:58 »
Gabinete de ajudas técnicas da Câmara empresta equipamentos

Implementado pela Câmara Municipal em 2015, o Gabinete de Ajudas Técnicas já emprestou quase seis dezenas de produtos de apoio, destacando-se as camas articuladas, colchões anti escaras e cadeiras de rodas. É mais uma medida de apoio ao munícipe colocada à disposição das pessoas em situação de deficiência ou incapacidade, permanente ou temporária, cuja situação de saúde requeira a utilização destas ajudas técnicas, cedidas a título de empréstimo temporário e gratuito.

02-03-2017 |
O Município cede os produtos de apoio quando as referidas ajudas técnicas não se encontram disponíveis nos serviços/entidades competentes, ou como forma de agilizar o processo para que o utente a possa utilizar de imediato.
Na listagem de produtos de apoio colocados à disposição constam camas articuladas, colchões, colchões antiescaras, cadeiras de rodas, canadianas, andarilhos, cadeiras de banho, bengalas, pedaleiras, mesa basculante p/cama, entre outros.
Para aceder às ajudas técnicas/produto de apoio, os munícipes devem preencher um formulário, apresentar prescrição médica, documentos de identificação do utente e do seu responsável, comprovativo de morada e informação socioeconómica.
O Gabinete de Ajudas Técnicas funciona na Secção da Ação Social da Câmara Municipal das Caldas da Rainha, todos os dias úteis, das 9h às 12H30 e das 14h às 17h30.


Fonte: https://jornaldascaldas.com/Gabinete_de_ajudas_tecnicas_da_Camara_empresta_equipamentos

Offline migel

  • Administrador
  • *****
  • Mensagens: 18670
  • Tem deficiência: Sim
Re: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas
« Responder #33 em: 24/03/2017, 09:24 »
Banco de Produtos de Apoio do Cas Carregueira



Já conhece o nosso serviço de empréstimo temporário de equipamentos específicos? Temos um Banco de Produtos de Apoio/Ajudas Técnicas à disposição da comunidade.


Para mais informações venha às nossas instalações ou ligue para o 249741222

Mais informações AQUI:  https://cascarregueira.wordpress.com/


Fonte: Enviado por email

Offline migel

  • Administrador
  • *****
  • Mensagens: 18670
  • Tem deficiência: Sim
Divulgação do Banco de Ajudas Técnicas Desportivas 2017
« Responder #34 em: 27/03/2017, 16:10 »
Divulgação do Banco de Ajudas Técnicas Desportivas 2017

Associação Salvador vem por este meio contactar-vos, apelando à vossa colaboração na divulgação da informação que se segue junto dos vossos contactos, de forma a possibilitar que esta chegue às pessoas com deficiência motora que mais precisem.

 

Informamos que as candidaturas para o Banco de Ajudas Técnicas Desportivas terminam a 31 de março! FALTA APENAS UMA SEMANA!

Se tiver deficiência motora e precisar de apoios para a prática desportiva, não deixe passar esta oportunidade e candidate-se já!

 

Mais informação e candidaturas no site da Associação Salvador, onde também poderá ser consultada toda a informação referente ao Banco de Ajudas Técnicas Desportivas, o regulamento e o formulário online.

 

Veja em baixo o vídeo de apresentação do Banco de Ajudas Técnicas Desportivas:

 

Esta é uma iniciativa da Associação Salvador, com o apoio do BPI Capacitar com um total de 30.000€ em apoios para atribuir a pessoas com deficiência motora e comprovadas limitações financeiras.

 

Apelamos também à vossa partilha no Facebook da nossa publicação de hoje referente a esta iniciativa:



 

Estamos à vossa disposição caso precisem de mais esclarecimentos,


Com os melhores cumprimentos,

 
Marco Gonçalves


Enviado por email

 

 

 

 


Offline jose silva

  • Utilizador
  • *
  • Mensagens: 5
  • Sexo: Masculino
  • Tem deficiência: S/ ident.
Loja online
« Responder #35 em: 30/08/2017, 16:30 »
A Sensicare Lda tem para oferecer aos seus clientes uma diversidade de ajudas técnicas e produtos hospitalares como cadeiras de rodas, camas articuladas electricamente, andarilhos e de produtos descartáveis, especialmente na gama de incontinência e bebé. Connosco podem usufruir de vantagens de compras usando as sinergias que lhe propomos como solução, fazendo com que os nossos clientes se sintam satisfeitos. Desejamos colocar ao vosso dispor os nossos serviços como profissionais, englobando e destacando a ideia de querer fazer a diferença num tema tão delicado como a incontinência.

Produtos

Produtos de mobilidade
Produtos para Incontinência
Produtos para cuidado e proteção da pele
Produtos de Higiene
Produtos de Bebé
Ajudas técnicas

Visita-nos: https://sensicare.pt/

Online pantanal

  • Moderador
  • ***
  • Mensagens: 2028
  • Tem deficiência: S/ ident.
Re: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas
« Responder #36 em: 08/10/2017, 11:16 »
VILA DE REI | CONCELHO CRIA BANCO DE AJUDAS TÉCNICAS
Por Gisela Oliveira -  Out 6, 2017

A Unidade de Cuidados na Comunidade de Vila de Rei, em parceria com a Câmara Municipal, deu início, no passado dia 1 de outubro – Dia Internacional do Idoso – à criação do projeto de um Banco de Ajudas Técnicas, para serem disponibilizados gratuitamente aos utentes conforme as suas necessidades.



Este Banco é acessível a todos os residentes do Concelho de Vila de Rei, sendo que todo o material emprestado é devolvido quando os utentes já dele não necessitarem, ficando novamente disponível para ser emprestado a outras pessoas.

Até ao dia 31 de dezembro, o Banco de Ajudas Técnicas está disponível para receber diversos materiais, tais como canadianas, tripés, andarilhos, bengalas, cadeiras de rodas e almofadas anti-escaras, camas articuladas e cadeirões, cadeiras sanitárias, pedaleiras, entre outros.

Os pontos de recolha de material situam-se no Centro de Saúde de Vila de Rei e no edifício da Câmara Municipal.


Fonte: http://www.mediotejo.net/vila-de-rei-concelho-cria-banco-de-ajudas-tecnicas/

Online Claram

  • Super Moderador
  • ****
  • Mensagens: 4962
  • Tem deficiência: Não
BANCO DE AJUDAS TÉCNICAS (CADEIRAS DE RODAS, CANADIANAS…)
« Responder #37 em: 19/10/2017, 09:08 »
BANCO DE AJUDAS TÉCNICAS (CADEIRAS DE RODAS, CANADIANAS…)

 Banco de ajudas técnicas (cadeiras de rodas, canadianas…)
Empréstimo ou aluguer de equipamentos de ajuda à mobilidade ou conforto para promover maior autonomia, tais como canadianas, cadeiras de rodas, auxiliares de marcha e camas articuladas.

Locais: Abrantes e Tomar, Amadora, Amares, Arcos de Valdevez, Assáfora, Aveiro, Baixo Mondego, Barcelos, Braga, Castelo Branco, Castelo de Paiva, Cucujães, Elvas, Espinho, Estremoz, Évora, Fafe, Faro, Felgueiras, Figueira da Foz, Foz do Tejo, Frazão, Guarda, Lamego, Leiria, Lisboa, Macieira de Rates, Madeira, Maiorca, Marinhas, Matosinhos, Mealhada, Montijo, Murça, Penafiel, Porto, Santarém/Cartaxo, Santo Tirso, São João da Madeira, Setúbal, Silgueiros, Sintra, Sobreira, Tavira, Terceira, Trofa, Valença, Viana do Castelo, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia, Vila Pouca de Aguiar, Vila Real de Santo António, Vitorino do Piães.


Fonte: Cruz Vermelha

Offline jose silva

  • Utilizador
  • *
  • Mensagens: 5
  • Sexo: Masculino
  • Tem deficiência: S/ ident.
Home care - Apoio domiciliário em Portugal
« Responder #38 em: 23/10/2017, 12:49 »
O apoio domiciliário surge da necessidade de ajudar pessoas com dificuldades em desempenhar as suas necessidades ou tarefas. Esta é uma realidade muito sentida no Mundo e em Portugal principalmente nos idosos. É uma triste realidade saber que podemos chegar a uma fase na nossa vida e que não conseguimos desempenhar as mais pequenas tarefas sem ajuda ou até mesmo não ter ninguém para ter esse apoio que é tão precioso.

Ajudar nas tarefas do dia a dia de uma pessoa como a sua higiene pessoal, limpeza de casa, alimentação, medicação ou até mesmo o simples facto de combater a solidão e proporcionar momentos de companhia à outrem é considerado um apoio domiciliário que de certa forma vai proporcionar momentos de bem estar e alegria.

Como Funciona
Os apoios sociais ao domiciliário podem ser prestados por entidades privadas ou por instituições particulares de solidariedade social (IPSS) que são incentivadas pelo governo.

.

As IPSS que são o caso da Santa casa da misericórdia que podem ser natureza associativa ou Fundação Abreu Callado que tem um caracter mais fundacional. Estas IPSS tem como função dar apoio as situações de instabilidade, exclusão ou carência humana como por exemplo no caso dos idosos que foi abordado em linhas anteriores.

Esta é uma boa solução para quem não tem possibilidade de cuidar de uma pessoa a tempo inteiro ou que deseja que a pessoa carenciada seja auxiliada em casa no conforto do seu lar e que assim tenha melhor qualidade de vida.

Serviços disponíveis
Home care – O apoio domiciliário em Portugal.

Os serviços disponíveis ainda são alguns, por isso tomamos a liberdade de enunciar os que mais se destacam.

Os SAD ( Serviços de Apoio Domiciliário) que potenciam um serviço personalizado e individual a pessoas com deficiência ou doença que não consigam satisfazer as suas necessidades básicas ao longo do dia. Este serviço pretende dar resposta social de 24 horas e/ou em casos de emergência e está disponível por todo pais com parceria dos centros sociais de saúde locais ou camara da freguesia.

. Para adquiri-lo basta deslocar-se ao centro de saúde mais próximo ou mesmo à junta de freguesia.

OS ADI (Apoio domiciliário integrado) que em prol da Cruz vermelha tem como objetivo prestar cuidados de saúde ao domicilio. É um serviço destacado para idosos que não possuem grande capacidade de mobilidade e prestam cuidados de enfermagem ou avaliações medicas.

As UAI (Unidades Apoio Integrado) que se inserem no âmbito de cuidados continuados por parte do governo que se destinam a idosos acamados ou com problemas crónicos de saúde. Este serviço dirige-se a casa das pessoas e dão assistência necessárias a todos que não carecem de cuidados clínicos em internamento hospitalar.

UAI encontram-se também em todos pais e para as pessoas beneficiarem deste apoio podem faze-lo no centro de segurança social da sua área.

. Por fim deixa-mos o contacto da linha de apoio ao cidadão (800 203 531) que é possível contactar durante os dias uteis das 9h00 as 17h00 onde podem esclarecer qualquer duvida sobre o apoio domiciliário e o contacto é gratuito. Existem mais instituições e serviços que poderíamos destacar, principalmente no sector privado mas o preço é mais volumoso.


+info - sensicare.pt/blog

Online 100nick

  • Super Moderador
  • ****
  • Mensagens: 3785
  • Tem deficiência: Não
Re: Tudo sobre Bancos de Ajudas Técnicas
« Responder #39 em: 31/10/2017, 10:14 »
Banco de Bens Doados, um projeto que ajudou cerca de 500 mil pessoas em 2016


 Cerca de 500 mil pessoas e 1.600 instituições receberam em 2016 equipamentos como computadores, roupa, mobiliário ou material escolar através do Banco de Bens Doados, um projeto que celebra dez anos de existência.

Inaugurado em 17 de outubro de 2007, Dia Internacional de Erradicação da Pobreza, o Banco de Bens Doados (BBD) é um projeto de âmbito nacional desenvolvido pela Entreajuda, uma Instituição Privada de Solidariedade Social.

A ideia do projeto, segundo a presidente da Entreajuda, Isabel Jonet, foi recuperar bens que seriam destruídos e "melhorar a vida de pessoas com menos recursos financeiros assim como instituições de solidariedade social que não tem capacidade financeira para adquirir equipamento de que necessitam".

"Estamos a falar de bens como computadores, mobiliário, detergentes, brinquedos", disse adiantando que as doações de empresas, que aderiram a este projeto desde o seu início, permite também assegurar que famílias com dificuldades e identificadas pelas instituições de solidariedade social possam também dar material escolar novo aos seus filhos.


Agora pode subscrever gratuitamente as nossas newsletters e receber o melhor da atualidade com a qualidade Diário de Notícias.

Recentemente, explicou Isabel Jonet, o Banco de Bens Doados foi também importante na ajuda às pessoas que perderam todos os seus bens nos incêndios registados nas zonas norte e centro do país.

Segundo dados do projeto, em 2016, um total de 1.663 instituições, que assistem 490.000 pessoas em situação de carência económica foram apoiadas com cabazes regulares, distribuições especiais e pedidos especiais (mobiliário, ajudas técnicas, etc.).

Entre os equipamentos estão 942 computadores que foram entregues a 342 instituições.

Numa cerimónia com a presença dos ministros do Ambiente e do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, que decorreu nas instalações do Banco de Bens Doados, em Lisboa, foram homenageadas pessoas, empresas e entidades de diversas áreas que diariamente ajudam o projeto.

O jogador de futebol Cristiano Ronaldo associou-se a esta data comemorativa do projeto oferecendo cinco mil pares de sapatos da sua coleção 'CR7 footwear', indicando numa mensagem enviada que embora não tenha por hábito divulgar ou autorizar a divulgação dos apoios que dá, neste caso, essa divulgação pode ser feita para que possa ser um exemplo a ser desenvolvido por outros empresários.

No âmbito do Banco de Bens Doados, explicou a presidente da Entreajuda, é realizada uma luta diária contra o desperdício e incentivada a reutilização de recursos, numa lógica de economia circular.

Este procedimento foi elogiado pelos dois ministros presentes na cerimónia considerando que a aposta na economia circular é o caminho do futuro.

Relativamente às empresas, segundo Isabel Jonet, a doação de bens ao projeto permite benefícios fiscais mas também contabilísticos porque evitam custos na destruição dos excedentes.

Do ponto de vista ambiental esta iniciativa pretende também contribuir para o combate ao desperdício e quando a recuperação para reutilização não é possível, os produtos são encaminhados para reciclagem.

 
Fonte: DN

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo