mobilitec

ergometrica

Ortopedia Moderna

Lismedica

Mais que Cuidar
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Ortopediareal
sembarreiras

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: Brasil ganha primeira equipe infantil de Futebol em cadeira de rodas  (Lida 60 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Online Fisgas

  • Super Moderador
  • ****
  • Mensagens: 3346
  • Tem deficiência: Sim
Brasil ganha primeira equipe infantil de Futebol em cadeira de rodas
Iniciativa é do Clube RJPS que lança campanha para a realização deste grande sonho
Jornal do Brasil


Pedro Teixeira tem 13 anos e, como muitos brasileirinhos, tinha um sonho de ser jogador de futebol. Por ser portador de uma doença mitocondrial que afeta os músculos, comprometendo parte dos movimentos dos braços e pernas, além da audição e da fala, esse sonho parecia distante. Mas foi por causa de histórias como esta que o clube Rio de Janeiro Power Soccer (RJPS) decidiu criar o primeiro time infantil de futebol em cadeiras de rodas motorizadas no Brasil, do qual Pedro agora faz parte.

Para que este novo time, de crianças a partir de 7 anos, cresça e transforme ainda mais vidas, falta um detalhe importante:  quatro cadeiras motorizadas com tamanho adequado aos jogadores mirins. Por isso, o RJPS acaba de lançar uma campanha de financiamento coletivo para arrecadar recursos para a compra de cadeiras adequadas à prática do esporte.


O RJPS acaba de lançar uma campanha de financiamento coletivo para arrecadar recursos para a compra de cadeiras adequadas à prática do esporte
“Hoje, as crianças jogam com cadeiras emprestadas de outros atletas, que não são adaptadas aos seus tamanhos e deficiências. Isso acaba prejudicando a performance e, principalmente, impedindo que eles joguem juntos. Além de toda a alegria e autonomia, o esporte proporciona uma maior independência na vida diária, autoestima e convívio social, melhorando a qualidade de vida como um todo”, acredita Mônica Dutra, diretora do RJPS.

Além de toda a alegria e autonomia, o esporte proporciona uma maior independência na vida diária, autoestima e convívio social.
Juliana Texeira, mãe do Pedro, concorda. “Conhecer o Power Soccer foi muito importante para o Pedro porque ele pode perceber que as pessoas com deficiências também podem jogar e podem participar, ele se sentiu incluído, capaz e muito feliz”. Pedro completa, em libras: “Sonho em ter uma cadeira só para mim, para poder treinar junto com os meus amigos”.

Por serem cadeiras especiais - elas chegam a 10km/h, velocidade própria para a modalidade - o preço delas é alto. Mas a equipe do RJPS conseguiu uma parceria com uma empresa que fornece este tipo de equipamento que permitirá a compra a preço de custo. “Essa parceria foi muito importante, pois vai viabilizar o sonho dessas crianças praticarem o esporte e o nosso de criar a primeira equipe infantil de power soccer do Brasil”, comemora Bruno Fernandes, presidente do time.

A campanha vai até o dia 26 de julho e as doações podem ser feitas através do site http://www.juntos.com.vc/futebolemcadeiraderodas. Em duas semanas, a campanha já atingiu a meta de três das quatro cadeiras.

O Power Soccer

O Power Soccer foi desenvolvido para pessoas tetraplégicas com extrema falta de mobilidade, doenças degenerativas e outras patologias raras que impedem a prática de qualquer outro tipo de esporte. É a única modalidade desenvolvida para esporte coletivo em cadeira de rodas motorizadas.

Criado em 2014, o Rio de Janeiro Power Soccer é o maior time do Brasil, com 17 atletas, entre homens e mulheres de 07 a 45 anos, sendo cinco deles da Seleção Brasileira de Power Soccer.



Fonte: http://www.jb.com.br/esportes/noticias/2017/07/05/brasil-ganha-primeira-equipe-infantil-de-futebol-em-cadeira-de-rodas/


Share me

Digg  Facebook  SlashDot  Delicious  Technorati  Twitter  Google  Yahoo
Smf

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo