iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Liftech

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Anuncie Aqui

TotalMobility
myservice

Tecnomobile

Liftech

Multihortos

Drive Mobility

Últimas Mensagens

Páginas: 1 2 [3] 4 5 ... 10
21
Programa de Preparação Paralímpica e Tóquio 2020 debatidos em reunião anual de atletas
10 Abril 2021


A Reunião Anual dos Atletas do Programa de Preparação Paralímpica Tóquio 2020 realizou-se este sábado, 10 de abril, em formato de videoconferência com a presença de atletas, treinadores, parceiros de competição, técnicos assistentes desportivos e Presidentes de Federações representadas no Programa de Preparação Paralímpica Tóquio 2020.

O encontro que teve por objetivo efetuar o ponto de situação do Programa de Preparação Paralímpica e fornecer informações sobre os Jogos Paralímpicos Tóquio 2020 iniciou-se com a intervenção do Presidente do Comité Paralímpico de Portugal, José Manuel Lourenço, que sublinhou “o esforço de todos os agentes desportivos que se tiveram que reinventar para continuar a sua preparação” neste último ano marcado pela pandemia Covid-19. José Manuel Lourenço referiu acreditar que depois dos Jogos Paralímpicos Tóquio 2020 “cada um regressará a Portugal com a certeza que deu o seu melhor”.

A segunda intervenção da tarde foi do Coordenador do Programa de Preparação Paralímpica Tóquio 2020, Carlos Lopes, que destacou “um ano de grandes desafios para todos” e confidenciou o desejo de que “todos se sintam privilegiados por representar Portugal nuns Jogos Paralímpicos e que possam fazer da melhor forma aquilo para que treinaram tanto”.

O painel mais extenso da tarde foi destinado à Chefia de Missão tendo como assunto central os Jogos Paralímpicos Tóquio 2020. A Chefe da Missão Paralímpica Portuguesa, Leila Marques Mota, revelou pormenores relacionados com a competição e transmitiu “uma mensagem de confiança pelo empenho e trabalho demonstrado” por atletas, treinadores e parceiros de competição. Já o Diretor Executivo da Missão, Luís Figueiredo, apresentou as instalações onde os atletas vão competir e afirmou esperar que “a força e resiliência do povo japonês se transponham para a Missão Paralímpica Portuguesa”.

A sessão foi encerrada pelo Secretário-Geral do Comité Paralímpico de Portugal, Manuel Costa e Oliveira, que sublinhou a “importância do cumprimento de todas as normas e orientações da DGS e das entidades organizadoras de Tóquio 2020” e garantiu que “estamos preparados para enfrentar Tóquio e vir de lá com boas notícias”.



Fonte: https://paralimpicos.pt/noticia/-/asset_publisher/403639/programa-de-preparacao-paralimpica-e-toquio-2020-debatidos-em-reuniao-anual-de-atletas

22

Sim, se a tabela não tiver tido alterações.
23
Apresentações & Regras / Re: Bem vindo graça sacramento
« Última mensagem por pantanal em 11/04/2021, 12:01 »
bem vinda ao melhor forum sobre deficiência  :chapeu:
24
Comunicados da Administração / Re: Despromoção de Isanches
« Última mensagem por pantanal em 11/04/2021, 11:59 »
Como já disseram, resta agradecer e volta sempre que poderes  :good:
25
Apresentações & Regras / Bem vindo Mary John
« Última mensagem por Neo em 10/04/2021, 22:41 »
Bem-Vindo Mary John ao Deficiente-Forum.  

Agradecemos a tua inscrição no nosso Fórum e esperamos poder ajuda-lo no que for preciso, também esperamos poder aprender muito com a sua sabedoria e disponibilidade para o que seja necessário.

Faça agora sua apresentação neste post.

Obrigado
A Administração
26
Sininho,

Desde já muito obrigado pela resposta!
Então mesmo tratando-se de uma incapacidade motivada por doença oncológica, caso a percentagem da incapacidade atestada na reavaliação diminua, significa que se perdem os direitos anteriormente em vigor. Certo?
27
Ana,

A lei prevê uma exceção para pessoas que mantêm a mesma doença, mas perdem benefícios com as alterações na tabela. A partir de agora, o valor mais alto só se mantém se a alteração resultar da atualização da Tabela Nacional de Incapacidades.

A título de exemplo: uma pessoa ficou sem mexer um braço em 2003 e a tabela nesse ano atribuía uma incapacidade de 60%, por exemplo. Em 2020 foi reavaliada, mas a tabela entretanto foi atualizada e agora o mesmo problema só dá 50% de incapacidade. Neste caso, mantém os 60% porque o problema é o mesmo, não melhorou, pelo que as Finanças continuam a dar-lhe os mesmo benefícios fiscais.

Cumprimentos, :brinde:
28

“MAN OUT” A BRUNO LOPES

Atleta da APD Lisboa
ATLETAS
9 ABR 2021

Pêndulo da jovem e prometedora equipa da APD Lisboa, com o seu virtuosismo e audácia, Bruno Lopes continua a ser um dos seus elementos mais desequilibradores. Aos 38 anos, acumula 14 anos de prática da modalidade, ao longo dos quais integrou, em várias ocasiões, os quadros da Seleção Nacional e, dentro e fora de campo, ajudou a formação da capital a reerguer-se.

 

Data de nascimento: 31-07-1982

Ano de iniciação: 2007 (inscrito em 2008)

Posição: Extremo

Clube: APD Lisboa

Palmarés: Em construção, como a APD Lisboa (risos)

 

Jogo da tua vida: Acho que ainda não chegou, o melhor ainda está para vir. Mas posso dizer que um dos jogos que mais prazer me deu jogar foi no 18.º Torneio Internacional de Lisboa – sem desprimor para os outros companheiros –, onde joguei lado a lado com o António Vilarinho (um “dinossauro” do BCR que representa as nossas raízes enquanto modalidade e ainda no ativo) e o Ângelo Pereira (que para mim representa o futuro da APD Lisboa e do BCR nacional), frente aos melhores, o CP Mideba (Badajoz), que contava com os campeões europeus e mundiais britânicos (Phil Pratt, Gregg Warburton, George Bates, Abdi Jama).

 

Chamam ao BCR a modalidade paralímpica rainha. Se tivesses que convencer alguém a ver ou praticar, como o “vendias”?

Tendo eu formação em engenharia, mas muita experiência em marketing e vendas na Unilever, podia construir um “business case” ou um “case study” (risos). O ver e praticar é fácil, não há quem não veja que não goste. Para realmente “vender” o BCR é preciso aumentar a sua notoriedade, ou seja, torná-lo mais visível, mais conhecido, mais próximo, mais na rua, mais viral, mais emocional, mais espetacular. Por outro lado, só consegues fazer o que mencionei se o “produto” (BCR) for bom, entusiasmante, interessante, competitivo, inovador e que satisfaça as ambições e necessidades dos clientes (neste caso são os futuros atletas, futuros clubes e futuros patrocinadores). Muitas das vezes, infelizmente, em Portugal, os “bons produtos nacionais pouco conhecidos” só têm sucesso e “procura” nacional depois de “vendidos fora de portas”, mas tens de ser muito bom, tens de ter perfil de atleta, trabalhar e investir muito nisso,  não sei se me fiz entender…

 

Qual ou quais os jogadores que exercem maior fascínio sobre ti?

Tive e tenho muitos (adversários nacionais, colegas da APD Lisboa, estrangeiros), mas seria injusto mencionar uns e não outros. Gosto de ver bom BCR, gosto de jogadores espetaculares e com muita garra em campo. Excelentes atletas, com inteligência e leitura de jogo nas suas diversas posições, desde os postes aos bases, dos atletas de 1 ponto até aos 4,5 pontos, há verdadeiras “máquinas” nas suas diversas posições e classificações.

 

Recorda-nos um momento caricato que tenhas vivido por jogar BCR.

Porque recordo com saudade, sempre que íamos jogar à Madeira contra o CD “Os Especiais” (que saudades, só para reforçar…) aqueles dias eram muito pródigos nisso, desde irmos “x” pessoas numa carrinha de nove lugares com a buzina avariada sempre a tocar desde o Funchal até Santana, o Emanuel Soares cheio de medo no Cabo Girão, ficar sem bateria no Pico dos Barcelos, no carro que nos emprestaram e estar em vias de não chegar a tempo ao jogo; eram só peripécias esses dias.

 

Qual o teu movimento, gesto ou momento do jogo favorito?

Sem dúvida de que aquilo que me dá mais prazer é fazer bonitas assistências para os meus companheiros. Assistências que, depois de bonitas jogadas de BCR, resultam em cesto. Adoro fazer aquelas assistências em que o grau de dificuldade do passe, da receção e da tomada de decisão é muito elevada, quase impossível.

 

Qual o jogador a quem gostavas de fazer “Man Out”?

Vi-os crescer desde o início e as diferenças são abismais, o Ahmat Afashokov e o Ângelo Pereira estão umas “máquinas”, mas vou aproveitar a oportunidade para homenagear duas excelentes pessoas. Adorava fazer “Man Out”, mas com a minha idade e as nossas cadeiras de hoje em dia ao enorme António Vilarinho e ao ex-atleta e atual dirigente da APD Lisboa, o grande Luís Oliveira (primeira atleta em Portugal a fazer o lançamento convencional, com uma mão).

_______________________________________________________________________

O “Man Out” é essencial no BCR. Na elite – mas não só -, todas as equipas adotam esta estratégia que consiste, após a recuperação da posse de bola, em reter um adversário com um, ou idealmente mais jogadores, no seu reduto ofensivo de forma a atacar em superioridade numérica. O espaço ocupado pelas cadeiras torna uma missão árdua recuperar a posição perdida, de modo que o “Man Out” é uma tónica constante no jogo de BCR, privilegiando-se como alvos, claro, os elementos mais lentos da equipa adversária.


Fonte: https://www.fpb.pt/noticia/man-out-a-bruno-lopes/?fbclid=IwAR0UAdNszO4mZCNICuHNYPx82oybXsvo47_Kg1TvqDfS59ruWyHXlsGsPPM
29
Boa tarde.
Gostaria de esclarecer uma questão. Foi-me atribuída uma incapacidade de 60% pelo que terei direito a deixar de descontar para IRS mensalmente. A minha entidade patronal irá deixar d fazer essa retenção. Quando for reavaliar o meu atestado de incapacidade, e caso me seja atribuído um grau de incapacidade inferior, deixo de ter direito a não fazer a retenção para IRS? Foi-me dito por uma amiga que seria um direito adquirido e por isso não altera em nada o grau de incapacidade que me venha a ser atribuído. Será de fato assim?
30
Apresentações & Regras / Bem vindo Ana Duarte
« Última mensagem por Neo em 10/04/2021, 17:06 »
Bem-Vindo Ana Duarte ao Deficiente-Forum.  

Agradecemos a tua inscrição no nosso Fórum e esperamos poder ajuda-lo no que for preciso, também esperamos poder aprender muito com a sua sabedoria e disponibilidade para o que seja necessário.

Faça agora sua apresentação neste post.

Obrigado
A Administração
Páginas: 1 2 [3] 4 5 ... 10


Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo