iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Liftech

mobilitec

onlift
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Ortopedia Real

TotalMobility

Rehapoint
myservice

Tecnomobile

Liftech

Multihortos

Drive Mobility

Elos de Ternura

Últimas Mensagens

Páginas: 1 ... 8 9 [10]
91
Duvidas & Ajudas / Re: Cateterismo intermitente
« Última mensagem por Ecologyk em 22/01/2022, 16:00 »
Boas amigos.
Como estão?
Comecei a fazer ontem Cateterismo vesical intermitente.
A questão é óbvia? Há alguém que já o tenha feito/ainda faz? Como foi o vosso início? Nos dias de hoje, não vos custa?
Obrigado por feedback.
Cumprimentos.

Eu faço todos os dias basicamente desde que me lembro, diria desde os primeiros meses de vida.
Hoje em dia ja sou adulto e não me afeta assim tanto!
Tenho menos infeções urinarias do que quando era mais novo e em geral estou mais saudável, no entanto nao gsotaria de ficar dependente destas sondas para sempre sendo sincero ctg.
92
Apresentações & Regras / Re: Bem vindo findaway
« Última mensagem por RoterTeufel em 22/01/2022, 13:13 »
Welcome

Seja Bem vindo amigo a esta casa  :chapeu:
93


Direção-geral das Artes diz estar a verificar teatros sem acessibilidades para deficientes


A agência Lusa contactou a DGArtes na quinta-feira, na sequência de um comunicado divulgado por associações ligadas à área da deficiência, manifestando preocupação e desagrado por terem encontrado casos de espaços, integrados na RTCP, “sem acessibilidades para público e artistas, exigidas por lei”.

"As desconformidades apontadas estão a ser devidamente verificadas pelas entidades proprietárias, e as medidas corretivas estão já em fase de planeamento, ou mesmo em curso”, indica a direção-geral, na resposta à Lusa, por correio eletrónico.

Perante as respostas das entidades, “a DGArtes agirá sempre no sentido de ser respeitada a legislação aplicável e o compromisso assumido pelos proprietários das salas no âmbito do processo de credenciação", acrescenta.

No final de novembro de 2021, a Acesso Cultura, com a ajuda da Associação Salvador e do Centro de Vida Independente, diz ter disponibilizado à DGArtes dados concretos sobre as condições de acessibilidade numa pequena amostra de espaços membros da RTCP, “de 10, dos quais sete apresentavam desconformidades" perante a lei.

"As desconformidades resultam em falta de acessibilidade para o público, mas também para membros das equipas desses espaços e dos artistas", referiam as entidades, no comunicado, recordando a necessidade de cumprir o decreto-lei da acessibilidade 163/2006.

Na sexta-feira, na mensagem sobre a situação, a DGArtes recordou que a Inspeção Geral Das Atividades Culturais (IGAC) "é a entidade competente para a emissão do Documento de Identificação do Recinto, que é condição essencial para o legal funcionamento do espaço".

Este documento "faz parte da lista da documentação obrigatória que as 81 entidades credenciadas tiveram que submeter aquando do pedido de adesão à RTCP", indica.

Os requisitos para a credenciação dos teatros, cineteatros e outros equipamentos culturais na RTCP, cuja responsabilidade ficou a cargo da DGArtes, foram publicados numa portaria em Diário da República, em maio de 2021, incluindo o respetivo formulário para instrução do pedido de credenciação das entidades a esta rede, com o objetivo de avaliação e reconhecimento oficial de qualidade dos equipamentos.

"As condições de acessibilidade física, social e intelectual ao público, aos artistas e aos técnicos, enquanto garantia dos princípios da igualdade em todas as suas dimensões, da diversidade e da inclusão na fruição e participação culturais, é uma preocupação e prioridade para a DGArtes", sustenta este organismo do Ministério da Cultura.

Recorda ainda, na resposta, ter criado, em colaboração com a Acesso Cultura, de "um programa pioneiro de apoio às acessibilidades de artistas e públicos com deficiências, chamado ‘Arte sem limites’".

Adianta ainda que a RTCP "prevê a criação de uma comissão de acompanhamento no terreno que verificará o cumprimento de todos os requisitos que estiveram na base da credenciação e/ou apoio financeiro para a programação".

A 5 de janeiro, este organismo diz ter divulgado na rede " os avisos que estabelecem as regras aplicáveis ao apoio financeiro afeto ao Programa de Intervenção nos Edifícios Públicos (PIEP), no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR)".

O objetivo é dar a conhecer "uma oportunidade para os municípios, indicados como beneficiários finais em ambos os programas, e maioritariamente proprietários dos equipamentos credenciados, obterem financiamento para eventuais medidas corretivas a realizar nestes espaços culturais".

A criação da RTPC foi aprovada no parlamento, em 2019, num projeto do Bloco de Esquerda, que incluiu propostas do PS.

Esta iniciativa visa “incrementar a procura e oferta culturais, reforçar a circulação de obras artísticas, aumentar as coproduções entre entidades, fomentar a articulação programática entre equipamentos, e envolver agentes culturais e artísticos locais, desenvolver estratégias de mediação, e incentivar boas práticas na transição digital, sustentabilidade ambiental, inclusão e acessibilidade física, social e intelectual”.

Fonte:mag.sapo
94
Notícias de saúde / Re: Tudo relacionado com o Coronavírus
« Última mensagem por migel em 21/01/2022, 19:26 »
95
Notícias de saúde / Re: Tudo relacionado com o Coronavírus
« Última mensagem por migel em 21/01/2022, 19:25 »
96
Apresentações & Regras / Bem vindo Alyne31
« Última mensagem por Neo em 21/01/2022, 15:51 »
Bem-Vindo Alyne31 ao Deficiente-Forum.  

Agradecemos a tua inscrição no nosso Fórum e esperamos poder ajuda-lo no que for preciso, também esperamos poder aprender muito com a sua sabedoria e disponibilidade para o que seja necessário.

Faça agora sua apresentação neste post.

Obrigado
A Administração
97
Avaliadas 78.070 situações de pessoas com deficiência e prorrogados atestados
MadreMedia / Lusa
20 jan 2022 17:17

Economia · 15 jan 2022 08:44

O Governo anunciou hoje que foram feitas 78.070 avaliações de situações de pessoas com deficiência e que os atestados foram prorrogados por períodos que podem chegar ao final do ano, no âmbito da criação de um regime excecional.
Avaliadas 78.070 situações de pessoas com deficiência e prorrogados atestados
De acordo com uma nota do gabinete da ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, “tendo em conta as dificuldades introduzidas pela pandemia covid-19 na avaliação e certificação das situações de deficiência, em particular na atividade das Juntas Médicas de Avaliação de Incapacidade” foram adotadas medidas para acelerar os procedimentos e garantir a validade dos Atestados Médicos de Incapacidade Multiusos (AMIM).
A provedora de Justiça, Maria Lúcia Amaral, alertou na semana passada para a persistência de situações graves no âmbito da desproteção social e enviou um “ofício de insistência" à Secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência, Ana Sofia Antunes.

“No âmbito da criação do regime excecional de composição das juntas médicas de avaliação de incapacidade das pessoas com deficiência (Decreto-lei n.º 10-A/2020, de 13 de março), especialmente relevante no caso de pessoas a quem é passado o AMIM pela primeira vez, foram já feitas 78.070 avaliações, tendo sido constituídas 112 juntas médicas”, lê-se na informação disponibilizada pelo Governo.
De acordo com a mesma fonte, foi também estabelecido um procedimento especial de emissão de AMIM para os doentes oncológicos recém-diagnosticados e foram adotadas medidas adicionais que “conferem maior flexibilidade ao modelo de avaliação de incapacidade das pessoas com deficiência”, para aumentar a celeridade da avaliação (Decreto-lei n.º 1/2022, de 3 de janeiro).
“Ao mesmo tempo, foi sendo sucessivamente prorrogada, desde 2020, a validade dos AMIM já existentes, para não prejudicar os seus detentores em termos de benefícios económicos, sociais e fiscais. Essa prorrogação voltou a ser feita este ano. Os atestados cuja validade tenha expirado em 2019 ou 2020 terão a sua validade prorrogada até 30 de junho de 2022; aqueles cuja validade tenha expirado em 2021 ou venham a expirar em 2022 serão prorrogados até 31 de dezembro de 2022”, garantiu a tutela.
Em resposta ao ofício da provedora de Justiça, o gabinete da ministra sublinhou que estas medidas visam reduzir ao máximo os períodos de desproteção social, “através da manutenção de direitos para as pessoas titulares de apoios e que carecem de reavaliação, mas também na diminuição dos tempos de espera para realização da avaliação de incapacidade inicial”.
Relativamente à Prestação Social para a Inclusão, “existem cerca de 10,1 mil novos titulares desta prestação (+9%) desde março de 2020, devendo-se salientar, em particular, o aumento de cerca de 4,1 mil titulares do complemento da PSI, um crescimento de mais de 22% na componente de combate à pobreza”, destaca-se na nota à comunicação social.
O número de titulares da PSI ronda atualmente as 120.000 pessoas, metade das quais não beneficiam das prestações por deficiência ou invalidez. “Mais 22.000 pessoas beneficiam do complemento da PSI, recebendo um valor médio de prestação mensal de 514 euros, e cerca de 6.000 titulares recebem o valor máximo mensal de 713 euros”, acrescenta-se no documento.


Fonte: Facebook
99
Nandito ... estou contigo não a 100 mas a 350%     :cool:
100

APD SINTRA ASSINA QUINTA VITÓRIA CONSECUTIVA NA 1ª DIVISÃO DE BCR

Sintrenses superaram a congénere da APD Lisboa

19 JAN 2022
No Campeonato Nacional de 1ª divisão de BCR, a APD Sintra levou a melhor no duelo com a APD Lisboa, no único encontro disputado no escalão. Por seu turno, no Campeonato Nacional da 2ª divisão de BCR – zona norte -, a APD Braga B ultrapassou o BC Gaia B.

 

No pavilhão do Casal Vistoso, a APD Sintra deu seguimento ao excelente momento de forma e impôs-se por elucidativos 31-60 frente à APD Lisboa. Os comandados de Jorge Almeida mostraram-se superiores desde o apito inicial e já gozavam de uma vantagem de vinte e cinco pontos ao intervalo – 12-37. Na formação líder do campeonato, Hugo Lourenço – 4.0 – (17pts) e Pedro Gonçalves – 3.5 – (13pts) foram figuras de proa, enquanto nos lisboetas, Ahmat Afashokov – 3.0 – (15pts) e Ângelo Pereira – 2.5 – (10pts) repartiram o protagonismo. Parciais: 04-16 / 08-21 / 03-14 / 16-09

Na 2ª divisão – zona norte -, a APD Braga B, à semelhança do que acontecera no encontro da primeira volta, venceu o Basket Clube de Gaia B – 52-41. Nos bracarenses, distinguiram-se Eduardo Gomes – 4.0 – (24pts) e Gabriel Costa – 4.0 – (14pts). Pelos gaienses, saltaram à vista os desempenhos de Miguel Reis – 4.0 – (23pts) e Marco Almeida – 4.0 – (7pts). Parciais: 12-17 / 16-8 / 14-7 / 10-9



Fonte: https://www.fpb.pt/noticia/apd-sintra-assina-quinta-vitoria-consecutiva-na-1a-divisao-de-bcr/?fbclid=IwAR1wQVQLnmPizLNyjXEZQCZJ0U2KLKqEM6tQFBeaGYLlfm8dEgpBiCBjk8E
Páginas: 1 ... 8 9 [10]


Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
     
Voltar ao topo