mobilitec

ergometrica

Ortopedia Moderna

Lismedica

Anuncie Aqui
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Ortopediareal
Anuncie Aqui

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: Dia Internacional da Pessoa com Deficiência 3.12.2018 ( veja tudo aqui)  (Lida 449 vezes)

0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.

Offline Claram

Portalegre: Cerci assinala Dia Internacional da Pessoa com Deficiência com “Marcha Branca”
Publicado em 02-12-2018


A Cerci Portalegre espera reunir mais de 150 pessoas na “Marcha Branca”, iniciativa que assinala, segunda-feira, o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência.

Conceição Bagina, presidente da Cerci Portalegre, sublinha que esta mobilização pretende “proclamar a igualdade da pessoa com deficiência”.

 

 A marcha começa, às 10h00, na Praça da República e culmina, por volta do meio-dia, no jardim do Tarro, onde se dá “voz à igualdade” com a leitura de mensagens, a cerimónia conta ainda com um espetáculo de dança, pelo grupo de auto representação do distrito de Portalegre.

Em Portalegre a comemoração do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência fecha com a apresentação de um flash cinematográfico do filme “Wonder ou Encantador/Extraordinário”, a partir da 21h30, no auditório da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS).

(Carla Aguiã)


Fonte: http://www.radioportalegre.pt/index.php/8-radio/10401-portalegre-cerci-assinala-dia-internacional-da-pessoa-com-deficiencia-com-marcha-branca.html



 
 

Offline Claram

Mulheres com deficiência em desvantagem no acesso a emprego, educação e saúde

As mulheres com deficiência enfrentam um risco de pobreza acrescido e têm mais dificuldades no acesso à educação.



Na fotografia, Ana Sofia Antunes, secretária de Estado para a Inclusão das Pessoas com Deficiência e a primeira cega num governo© MÁRIO CRUZ/LUSA
Lusa
02 Dezembro 2018 — 10:00

As mulheres com deficiência estão em desvantagem no mercado de trabalho e enfrentam maiores barreiras na educação, estando também em desvantagem no acesso aos cuidados de saúde, denunciou o Instituto Europeu para a Igualdade de Género (EIGE, na sigla em inglês). Em comunicado, a propósito do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, que se assinala a 3 de dezembro, o EIGE alerta para as dificuldades acrescidas que as mulheres com deficiência enfrentam, não só em comparação com as mulheres sem deficiência, mas também com os homens com deficiência.

De acordo com o EIGE, há cerca de 75,7 milhões de pessoas adultas na Europa com uma deficiência moderada e 34,9 milhões com uma deficiência severa. "No total, 61 milhões de mulheres (30% do total de mulheres) e 47 milhões de homens (25% do total de homens) tem uma deficiência", lê-se no comunicado.

Os dados do EIGE mostram que as mulheres com deficiência que houve progressos lentos nos dez anos entre 2005 e 2015, revelando que, em 2014, 40% das mulheres e 56% dos homens tinham um emprego a tempo inteiro, números que caiam para os 19% e para os 28% nas mulheres e homens com deficiência, respetivamente.


FUNÇÃO PÚBLICA
Contratação de deficientes na função pública vai ser revista
"Os rendimentos mensais tanto dos homens como das mulheres com deficiência são cerca de 5% inferiores aos das pessoas sem deficiência", diz o EIGE, acrescentando que, em média, as mulheres europeias, independentemente de terem ou não uma deficiência, têm salários inferiores aos homens em cerca de 30%.

As mulheres com deficiência enfrentam um risco de pobreza (21%) mais elevado do que as mulheres sem deficiência (16%) e do que os homens com deficiência (19%).

Por outro lado, são estas mulheres que enfrentam também mais dificuldades no acesso à educação, já que em apenas 13% dos casos têm uma licenciatura, contra 17% nos homens com deficiência.






Leia mais aqui:  https://www.dn.pt/vida-e-futuro/interior/mulheres-com-deficiencia-em-desvantagem-no-acesso-a-emprego-educacao-e-saude-10266627.html
 

Offline Claram

Desporto adaptado ganha expressão em Albergaria-a-Velha



TERÇA, 27 NOVEMBRO 2018O Dia Internacional das Pessoas com Deficiência é hoje assinalado em Albergaria-a-Velha com uma actividade de demonstração e experimentação de duas modalidades de desporto adaptado. A iniciativa,  realizada em parceria com a Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência, estará centrada nos pavilhões municipais de Albergaria-a-Velha, de manhã, e da Branca, à tarde.


Fonte: http://www.diariocoimbra.pt/noticia/38810
 

Online hugo rocha

RAM tem 355 docentes no Ensino Especial

ERICA FRANCO / MADEIRA / 04 DEZ 2018 / 02:00 H.

 RAM tem 355 docentes no Ensino Especial


Jorge Carvalho no Dia Internacional da Pessoa com Deficiência.
A Secretaria Regional de Educação, através da Direcção Regional de Educação, assinalou ontem, dia 3 de Dezembro, o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência.

Para assinalar a efeméride, o secretário regional de Educação participou na cerimónia de assinatura de protocolos de colaboração com associações e entidades privadas, com o objectivo de “reforçar a rede de cooperação interinstitucional...


Fonte: https://www.dnoticias.pt/impressa/hemeroteca/diario-de-noticias/ram-tem-355-docentes-no-ensino-especial-GB4056899#
 

Online hugo rocha

Meia centena de participantes na 1.ª prova de atletismo para deficientes em Bragança

4 dez 2018 12:54
MadreMedia / Lusa
Desporto
Desporto Bragança IPSS Pessoas com deficiência

Oito mil histórias para adormecer e mais uma contada a crianças nos hospitais
Este artigo é sobre Bragança. Veja mais na secção Local.
Perto de meia centena de participantes são esperados, na quinta-feira, em Bragança, na primeira prova de atletismo para deficientes realizada nesta cidade, inserida na semana das comemorações do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, divulgaram hoje os promotores.

 Meia centena de participantes na 1.ª prova de atletismo para deficientes em Bragança



A iniciativa é da Academia dos Santos Mártires de Bragança que juntou todas as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do distrito com resposta social na área da deficiência. Ao todo estarão representadas cinco instituições no I Torneio Distrital de Atletismo Adaptado, no estádio Municipal de Bragança.

Este é apresentado como um passo conjunto para um maior incremento na região do desporto adaptado, encarado como uma das terapêuticas com maior sucesso na área da deficiência, tanto no desenvolvimento pessoal, como para a inclusão.

O torneio conta com a parceria da Associação de Atletismo de Bragança e o apoio do município, e enquadra-se no programa da semana das comemorações do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência da Diocese de Bragança-Miranda, através do Serviço Diocesano da Pastoral da Pessoa com Deficiência.

Algumas das instituições da região dedicadas a esta área já contam alguns avanços na prática desportiva, como é o caso da Académia dos Santos Mártires, que é campeã nacional de iniciados de hóquei em patins para deficientes (parahóquei), como disse à Lusa o técnico de desporto, Sérgio Afonso.

A Academia está filiada na ANDDI- Associação Nacional de Desporto para a Deficiência Intelectual e tem “15 atletas envolvidos” em várias modalidades de desporto adaptado como basquete, parahóquei e natação e quer dar agora início a “uma incursão pelo atletismo adaptado”.

No distrito de Bragança, também a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) de Mirandela tem utentes a competir no parahóquei e o título de campeã regional.

Segundo Sérgio Afonso, foi realizada também uma ação de formação para técnicos e professores para sensibilizar para a introdução de novas práticas e novas modalidades destinadas a pessoas com deficiência.

“Tentamos fazer este trabalho e criar condições para que outras instituições o possam fazer”, afirmou.

Os atletas que vão participar no I Torneio Distrital de Atletismo Adaptado são todos maiores de 18 anos e frequentam os chamados CAO (Centros de Atividades Ocupacionais) das cinco IPSS envolvidas.

A diretora da Academia dos Santos Mártires, Teresa Silva, disse que no último ano a atenção desta instituição está focada em “tentar trazer o desporto adaptado para Bragança”, onde ainda está “pouco desenvolvido”.

A responsável defende que “todas as modalidades são importantes e o desporto tem uma característica específica” que é a terapêutica.

As atividades desportivas servem de “treino funcional e aprendizagem das regras”, além da convivência, pelo que é “um fator de inclusão e de desenvolvimento”.

O atletismo adaptado tem a vantagem de permitir, como sublinhou Teresa Silva, “a competição individual e participação de um maior número de pessoas com diferentes características”, enquanto nas modalidades por equipas é mais difícil conseguir juntar elementos.

A Academia dos Santos Mártires acolhe 52 pessoas nas três respostas sociais que tem para a área da deficiência, nomeadamente na residência da instituição, no CAO e em residências autónomas.


Fonte: Sapo24
 

Online migel

Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

A propósito do DIA 3 de novembro,
que dizem ser o Dia da Pessoa com Deficiência

"Só queria expressar que não há nada que me condicione mais do que uma sociedade que ainda me discrimina com base na minha condição física.


Crédito da foto: Carlos Barradas

E como dizem ser o meu dia, pois vos confidencio:

Tenho muito orgulho na mulher com deficiência em que me tornei. Sou uma afortunada por ter energia e saúde para sair todos os dias de casa, esteja a chover "albardas" no paraíso ou um sol que queima, para cumprir as minhas obrigações laborais, ir às compras ou simplesmente comer um pãozinho de centeio com fiambre de frango no café do costume.

Tenho o privilégio de poder contar - também graças à minha determinação e até coragem - com assistentes pessoais financiadas pela CML, que me permitem viver sozinha e ter a liberdade para viver como realmente quero.

Faço parte da Associação Centro de Vida Independente que me possibilita, em conjunto com os meus restantes companheiros de luta, exercer cidadania e continuar a acreditar que cada um de nós (em união) tem mesmo o poder de mudar o mundo.

Sorrio internamente quando me olho ao espelho e reparo que sou uma mulher bonita no meu corpo imperfeito. Que não me iludo com piropos ou falinhas mansas porque a minha deficiência não me retira "valor de mercado" e, por isso, não permito que se sirvam de mim para alimentar egos inflamados que se acham os maiores por dar atenção a mulheres da minha 'espécie'.

Mas, acima de tudo isto, o maior prazer que tenho é ter a certeza que a minha voz feminina de metro e meio de gente sentada, se projeta e é ouvida independentemente do meu género ou condição física.

Uma boa noite a todas as pessoas com diversidade funcional, principalmente às mulheres que têm com elas um duplo estigma no corpo!"


Fonte: https://minutoacessivel.blogspot.com/2018/12/dia-internacional-da-pessoa-com.html?fbclid=IwAR2D1vcn_Jk5dquuGJ1M-TCDosCNr4ltZ7GNYw-8EN-oyszdEn80Sk2w10U
 

Online rodrigosapo

DIA INTERNACIONAL DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Cadeiras de rodas ocuparam parque de estacionamento para alertar automobilistas
No âmbito da celebração do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, na segunda-feira, os automobilistas foram surpreendidos, na cidade de Vila Real, com várias cadeiras de rodas a ocupar os seus lugares de estacionamento.

 


Com mensagens como “vou só ali e já volto” ou “são só cinco minutos”, as cadeiras estiveram durante toda a manhã estacionadas em plena Avenida Carvalho Araújo, e no parque subterrâneo da cidade.


Fonte: https://www.avozdetrasosmontes.pt/noticia/20096
 

Offline Sininho

As estrelas que ultrapassaram deficiências e atingiram o sucesso


Stars Insider
 
01/12/2018
 




Isabel Silva e Teresa Guilherme

Teresa Guilherme em momento divertido com Isabel Silva
 

Fama Show

'Não é verdade que eu fiquei sem as minhas filhas'
 


Diapositivo 1 de 31: Dia 3 de dezembro é o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência. Esta não escolhe classe social e qualquer pessoa pode nascer com alguma imperfeição do género. Curiosamente, algumas das maiores estrelas do mundo atingiram um enorme sucesso e mostraram que qualquer pessoa com algum tipo de deficiência pode sonhar em conseguir atingir o que quiser. Clique e saiba quem são as celebridades que mostraram que mesmo com qualquer tipo de deficiência é possível atingir o sucesso

 
Diapositivo 2 de 31: O ator e comediante norte-americano, que morreu em 2014, tinha dislexia, um distúrbio que é caracterizado pela dificuldade na leitura, que afeta as pessoas de diferentes formas. De acordo com a People, Williams também sofria de Demência de Corpos de Lewy, que tem efeitos psicológicos e físicos.

 
Diapositivo 3 de 31: O pugilista norte-americano, considerado um dos maiores da história do boxe, tinha Parkinson. Alguns estudos sugerem que Ali já demonstrava alguns sintomas da doença ainda antes de se retirar do desporto.

 
Diapositivo 4 de 31: Alegadamente, o futebolista argentino tem a síndrome de Asperger, uma desordem neurológica que é caracterizada pela dificuldade em usar a linguagem para comunicar, assim como em estabelecer relações sociais.

 
Diapositivo 5 de 31: O ator norte-americano sofre de dislexia.

 
Diapositivo 6 de 31: A popular e carismática atriz também tem dislexia.

 
Diapositivo 7 de 31: Suspeita-se que o 16º presidente dos Estados Unidos tinha síndrome de Marfan, uma desordem genética que afeta o tecido conjuntivo. As pessoas que têm esta desordem costumam ter membros muitos longos.

 
Diapositivo 8 de 31: O músico é sem dúvida um dos cegos mais famosos da história.

 
Diapositivo 9 de 31: Desde que era bebé que o ator não consegue ouvir nada no ouvido direito.

 
Diapositivo 10 de 31: Após vários anos a fazer terapia, o golfista ultrapassou a gaguez debilitante que tinha desde a infância.

 
Diapositivo 11 de 31: Poderá parecer um pouco estranho, mas muitos pensam que a prestigiada autora britânica sofria de dislexia e disgrafia.

 
Diapositivo 12 de 31: A atriz sofria de poliomielite, uma doença viral infeciosa causada pelo poliovírus, que atinge o sistema nervoso central.

 
Diapositivo 13 de 31: Existem rumores de que o físico teórico alemão também lutou contra a dislexia.

 
Diapositivo 14 de 31: O físico teórico e cosmólogo lutou contra a esclerose lateral amiotrófica (ELA), depois desta ser-lhe diagnosticada quando ele tinha 21 anos.

 
Diapositivo 15 de 31: O músico e compositor italiano é cego desde a infância.

 
Diapositivo 16 de 31: Muitas das características do artista, como a repetição constante na sua arte, sugerem que Warhol poderia ter a síndrome de Asperger.

 
Diapositivo 17 de 31: O comediante, que morreu em 2005, foi diagnosticado com esclerose múltipla, uma doença degenerativa crónica que afeta o sistema nervoso central.

 
Diapositivo 18 de 31: Existem várias teorias que referem que é possível que o naturalista mais famoso do mundo tivesse uma dislexia leve.

 
Diapositivo 19 de 31: O cantor tem tem dislexia.

 
Diapositivo 20 de 31: O ator, famoso por ter interpretado o papel de Super-Homem no grande ecrã, ficou tetraplégico depois de sofrer um acidente de equitação, em 1995.

 
Diapositivo 21 de 31: Durante a infância, o ator canadiano sofreu de poliomielite.

 
Diapositivo 22 de 31: O 32º presidente dos Estados Unidos, que foi o único a ser eleito quatro vezes, também sofreu de poliomielite.

 
Diapositivo 23 de 31: A pintora mexicana contraiu poliomielite durante a infância, o que fez com que esta tivesse uma perna mais fina que a outra. Frida usava saias longas para esconder essa diferença.

 
Diapositivo 24 de 31: A atriz e realizadora também lutou conta a poliomielite. Mais tarde, veio a realizar e a ser uma das escritoras de 'Never Fear' (1950), um filme sobre uma bailarina que contrai poliomielite.

 
Diapositivo 25 de 31: O ator, conhecido por ter estado em destaque na série 'Breaking Bad', tem paralisia cerebral, uma desordem que prejudica a coordenação muscular.

 
Diapositivo 26 de 31: A primeira Miss América sofreu de uma deficiência auditiva. Numa entrevista concedida à Audiology Online, Whitestone revelou que supostamente tinha esse problema devido a uma medicação ototóxica que usou contra a febre.

 
Diapositivo 27 de 31: O compositor alemão teve um declínio no nível de audição, tendo ficado completamente surdo.

 
Diapositivo 28 de 31: A lenda do mundo da música começou a perder a visão durante a infância, tendo ficado completamente cego aos 7 anos.

 
Diapositivo 29 de 31: A atriz, conhecida por participar na série 'American Horror Story', tem síndrome de Down.

 
Diapositivo 30 de 31: O vocalista dos Kiss nasceu com uma microtia de grau III, uma deformidade congénita rara em que o ouvido externo fica subdesenvolvido.

 
Diapositivo 31 de 31: O velejador brasileiro teve de amputar uma das pernas após sofrer um acidente durante uma corrida de barcos, em 1998.

 
Diapositivo 1 de 31: Dia 3 de dezembro é o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência. Esta não escolhe classe social e qualquer pessoa pode nascer com alguma imperfeição do género. Curiosamente, algumas das maiores estrelas do mundo atingiram um enorme sucesso e mostraram que qualquer pessoa com algum tipo de deficiência pode sonhar em conseguir atingir o que quiser. Clique e saiba quem são as celebridades que mostraram que mesmo com qualquer tipo de deficiência é possível atingir o sucesso
Imagem seguinte
Filmes de Natal que nos deixam nostálgicos.


Dia 3 de dezembro é o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência. Esta não escolhe classe social e qualquer pessoa pode nascer com alguma imperfeição do género. Curiosamente, algumas das maiores estrelas do mundo atingiram um enorme sucesso e mostraram que qualquer pessoa com algum tipo de deficiência pode sonhar em conseguir atingir o que quiser.

Clique e saiba quem são as celebridades que mostraram que mesmo com qualquer tipo de deficiência é possível atingir o sucesso



Fonte: http://www.msn.com/pt-pt/entretenimento/celebhub/as-estrelas-que-ultrapassaram-defici%c3%aancias-e-atingiram-o-sucesso/ss-BBQjdOj?li=BBoPMmd&ocid=iehp#image=6
Queira o bem, plante o bem e o resto vem...
 

Online SLB2010

Valongo lançou Roteiro pela Deficiência

Um instrumento de ajuda para todos aqueles que lidam com esta temática que mostra as respostas sociais existentes no concelho

 
No âmbito das comemorações do Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, a Câmara Municipal de Valongo lançou um roteiro das respostas sociais.

A publicação, informa a autarquia, pretende ser um instrumento de ajuda para todos aqueles que vivem ou lidam com esta temática.

Para além da apresentação do roteiro, foram efectuadas visitas a instituições do concelho que oferecem respostas capazes e eficazes a pessoas com deficiência e às suas famílias.



“É nosso propósito fazer do concelho de Valongo um referencial na área da inclusão social”, salientou José Manuel Ribeiro, na apresentação do projecto. O presidente da câmara sustentou ainda que “no âmbito do trabalho em rede desenvolvido no concelho, a temática da deficiência e incapacidades é trabalhada articuladamente entre todas as instituições que, conhecedoras da realidade social concelhia, desenvolvem respostas, programas, projectos e actividades neste domínio”.

Os objectivos definidos nos documentos de planeamento estratégico passam por combater o estigma da deficiência, promovendo acções de sensibilização, dirigidas à população em geral e criar respostas sociais vocacionadas para a inclusão dos/as cidadãos/ãs com deficiência.

“O município de Valongo, potenciador do trabalho em parceria e cooperação entre as
diversas entidades locais e adoptando processos de simplificação da vida das pessoas, das
famílias, das organizações e de todos os parceiros locais, promoveu a elaboração desta
brochura que sistematiza os equipamentos de apoio na área da deficiência localizados no
concelho”, descreve a autarquia.


Fonte: https://verdadeiroolhar.pt/2018/12/06/valongo-lancou-roteiro-pela-deficiencia/
 

Online pantanal

Olhar para a deficiência


Manuel Boto

Celebrou-se no passado dia 3 de dezembro o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, que teve em Portugal uma atenção inusitada, sobretudo porque o ‘omnipresente Marcelo’ veio trazer o foco dos media para esta realidade. Entre os tantos dias internacionais disto e daquilo – quantos deles sem qualquer interesse mas com muito mediatismo – entendo que este Dia ora celebrado merece todas as atenções.

O tema sempre me tocou particularmente, tendo eu nos últimos 10 anos participado com orgulho nos órgãos sociais do Special Olympics Portugal, entidade pertencente ao Comité Olímpico Português.


Tal como muitas das instituições vocacionadas para a inclusão social destes desfavorecidos, o Special Olympics (não confundir com ‘Paralímpicos’) foca-se no desenvolvimento desportivo de pessoas com deficiência intelectual. Abrange, em particular, futebol, ski, equitação, atletismo, basquetebol,  golfe e natação. Tem cerca de 220 atletas, cobrindo atualmente 18 distritos do nosso país.

Este grupo, praticamente desconhecido em Portugal, é responsável por trazer dezenas de medalhas em competições internacionais e trabalha como as formiguinhas: no anonimato ou quase e por paixão a uma causa.

Em 2019 irão decorrer em Abu Dhabi os jogos mundiais – e certamente lá irão os nossos atletas representar o país com o mesmo garbo que tantos outros em tantas outras modalidades, pese embora todas as diferenças. Mas uma coisa eu garanto: as alegrias que os jovens têm ao participar com a ‘nossa’ camisola nacional é tanta que comove sempre quem os acompanha.

Regresso ao tema do Dia Internacional ao qual não pude assistir mas do qual recebi um ‘relatório’ bem completo que me permite dizer que ‘assisti a tudo’. Começo pelo Telejornal da manhã, onde ouvi uma bela entrevista da secretária de Estado Ana Sofia Antunes – que, falando sobre o Dia, me ‘encheu a alma’.

Sobre as cerimónias realizadas em Odivelas, regozijou-me saber que teve debates vivos em vários painéis, cujas ideias-força foram:

– Abandonar os conceitos do ‘coitadinho’ ou do ‘super-herói’ na apreciação do deficiente;

– Reforçar o papel dos pais e dos educadores. O testemunho do atleta Lenine Cunha (quase 200 medalhas internacionais) foi neste sentido: os pais nunca desistiram dele e, permanentemente, foram criando condições para que as suas capacidades competitivas surgissem e pudessem ser aproveitadas;

– Aferir o impacto das acessibilidades. Ana Sofia Antunes falou dos pilaretes que se multiplicam pelas cidades para impedir que os carros estacionem nos passeios, mas que criam tremendas dificuldades às pessoas com deficiência visual. E eu acrescento as trotinetas elétricas. Este tema é ainda importante no turismo, merecendo destaque da respetiva secretária de Estado, Ana Mendes Godinho;

– Avaliar o impacto do ‘momento da deficiência’ sobre o indivíduo e a forma como a sociedade o aceita. Enquanto Ana Sofia Antunes nasceu invisual, uma vereadora da Câmara de Vila Franca de Xira, Manuela Ralha, ficou paraplégica como consequência de um acidente. Uma cresceu com a deficiência, a outra teve de aprender a viver com ela, depois de um período de vida sem esse problema.

Termino agradecendo a Marcelo ter aparecido com uma intervenção essencial, chamando a atenção do muito que há a fazer e a responsabilidade de todos, do Estado e também da sociedade, que apenas desperta quando o tema lhe entra pela porta dentro.

P.S. 1 – No último SOL foi abordado um tema de cães vadios em Aveiro. Mas em Cascais há casos idênticos. No dia 24 de novembro, perto da Praia do Abano, pessoa amiga foi  ‘triturada’, com um dos seus cães, por uma matilha faminta de 4 cães, ao que parece de um bando com 16. A GNR sabe do assunto e regista a ocorrência. Moradores perto referem que o problema tem 4 anos. Assim, ou alguém atua ou Cascais ainda assistirá a assassínios praticados por cães vadios.

P.S. 2 – Quando a dívida pública atinge 251,1 mil milhões de euros em outubro de 2018, ficamos a saber do reembolso antecipado ao FMI, agora aprovado (suponho que no total de 4,7 mil milhões euros), estimando-se que a dívida pública fique em cerca de 121% do PIB no fim do ano (abençoado crescimento!). Nem percebo por que o Eurogrupo se preocupa tanto com Portugal, e há tantos alertas sobre o défice estrutural e o aumento da despesa. Afinal, temos a sorte única de o ministro Centeno poder tranquilizar o presidente do Eurogrupo Centeno!

P.S. 3 – Na AR não há um ‘carro-vassoura’ para levar aqueles que envergonham quem neles vota, com comportamentos ao arrepio dos mais elementares valores éticos?


Fonte: SOL
 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo