iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Anuncie Aqui

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui
myservice

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: Praias acessíveis. ​Em Seia todos vão a banhos, mas todos mesmo  (Lida 145 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Online migel

Praias acessíveis. ​Em Seia todos vão a banhos, mas todos mesmo
27 jun, 2020 - 13:17 • Liliana Carona

Quase uma dezena de praias e zonas balneares fluviais estão acessíveis a pessoas com deficiências e incapacidades motoras e físicas, no concelho de Seia. Rampas de acesso, casas de banho adaptadas e cadeiras anfíbias são algumas das apostas do município, que investiu mais de meio milhão de euros em praias requalificadas e criadas de novo, sempre com a acessibilidade debaixo de olho.
Praias fluviais para todos na Serra da Estrela - Reportagem de Liliana Carona

Com cinco áreas balneares com controlo de água e acessíveis a pessoas com mobilidade reduzida, no concelho de Seia todos podem ir banhos, mas todos mesmo.
Deste lote fazem parte as praias fluviais de Sabugueiro, Dr. Pedro, na Senhora do Desterro, Vila Cova à Coelheira, Sandomil, e também na Ribeira de Alvoco da Serra, o Poço do Lagar. E ainda a juntar duas praias fluviais que são bandeira azul, bandeira ouro, bandeira acessível, a da Lapa dos Dinheiros e Loriga.

“Se assim desejarmos, vamos ter todas as nossas zonas balneares com as bandeiras todas”, assume o vereador do ambiente do município de Seia, Luciano Ribeiro.


“Desde 2013, este município sempre viu o turismo como atividade relevante para o concelho e na lógica das quatro estações, não é só vir ver a neve, apostando sempre no turismo de natureza (com 100 quilómetros de caminhos e percursos pedestres já implementados)”, revela o vereador.


Rampa de acesso na praia fluvial da Lapa dos Dinheiros, em Seia, Foto: Liliana Carona/RR

Na praia da fluvial da Lapa dos Dinheiros, a Renascença encontrou Marco Santos, de 26 anos, residente em São Pedro de Alva, a tirar fotografias à rampa que permite que uma cadeira de rodas desça até ao plano da água.

“Reparei quando aqui cheguei, agora é uma coisas que se está a ver bastante, tem de ter hipóteses para todas as pessoas”, afirma o visitante da praia da Lapa dos Dinheiros, que é repetente na conquista da Bandeira da Acessibilidade. E não é a única no concelho, também Loriga recebeu o galardão.

As mais recentes como a área balnear, Dr. Pedro, na Senhora do Desterro, no mesmo concelho, na Central de Produção Hidroelétrica de 1909, também seguiu o caminho da acessibilidade.

“Intervencionada em 2017, oficializámos o uso que a população já fazia deste espaço, criando as infraestruturas, um passadiço com 250 metros que cumpre as percentagens da acessibilidade, uma rampa de acesso ao plano de água, uma casa de banho e balneário acessível a pessoas com mobilidade reduzida e toda essa atenção é intrínseca a todos os nossos projetos. Nas praias fluviais têm o apoio dos nadadores salvadores e a cadeira anfíbia”, descreve o vereador do ambiente do município de Seia, Luciano Ribeiro, realçando que, “em Seia, as praias e zonas balneares são mesmo para todos”.


Zona Balnear Dr. Pedro, na Senhora do Desterro, acessível a todos. Foto: Liliana Carona/RR

As casas de banho e balneários adaptados e com cilindro, para que quem visite o espaço possa tomar um banho de água quente no final do dia de veraneio, mostra o também vice-presidente do município de Seia.

“Nestas casas de banho tem balneário, sanitários, duche, lava-mãos, a porta adequada, o sistema de emergência, a rampa de acesso, onde pessoas com mobilidade reduzida conseguem facilmente utilizar, sem ter de pedir ajuda para ir ao quarto de banho, além de poderem tomar no final, um banho de água quente”, realça Luciano Ribeiro.

Entre as sete praias e zonas balneares controladas, a acessibilidade é um fator diferenciador. “Queremos atrair visitantes e não queremos deixar ninguém para trás. Já em 2013 tivemos a bandeira acessível, pela primeira vez, na área balnear de Sandomil”, recorda.


Balneário adaptado a pessoas com deficiências e incapacidades motoras na praia Dr Pedro. Foto: Liliana Carona/RR

O vice-presidente do município de Seia afirma que “ao longo destes últimos oito anos, o município já investiu mais de meio milhão de euros em praias requalificadas e criadas de novo (sendo que algumas com apoio comunitário), nunca esquecendo a questão das acessibilidades e que são praias para todos”, resume, salientando ter resultados positivos. “Vai ajudando que haja mais turistas e ajuda a economia local, que tem mais rentabilidade nos meses de verão do que no tradicional inverno”, conclui.

Tomar banho de água quente num dos quartos de banhos adaptados é no fim de um outro banho, este mais refrescante nas águas puras da Serra da Estrela. Difícil é resistir. “É uma água límpida, fresca, cristalina e transparente e, portanto, estou com dificuldades em não dar um mergulho”, diz Elsa Baltasar, 31 anos, antes de saltar para água da Lapa dos Dinheiros.

Este domingo decorre a cerimónia oficial do primeiro hastear nacional de Praia do Interior de 2020, que se realiza pelas 15h00, na Praia Fluvial da Aldeia de Montanha da Lapa dos Dinheiros.


Fonte: RR
 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo