iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Anuncie Aqui

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Anuncie Aqui
myservice

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: Mulheres com deficiência esbanjam sensualidade em ensaio fotográfico  (Lida 110 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline salgado18

Mulheres com deficiência esbanjam sensualidade em ensaio fotográfico
por: Brunella Nunes

Sexo ainda é tabu em pleno 2019 e o assunto geralmente é tratado de forma imatura ou conservadora. Indo na contramão do imaginário coletivo, o ensaio fotográfico brasileiro “Amor Fati” esbanja toda a sensualidade das mulheres com deficiência para mostrar que sexualidade e tesão não combinam com padrões sociais.


A iniciativa é do projeto ‘Meu Corpo é Real‘, criado pela estilista e consultora de imagem Michele Simões, que já foi entrevistada pelo Hypeness. A campanha, que se traduz do latim como “Amor ao destino”, é lançada no Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, celebrado em 3 de dezembro.

A data serve para trazer visibilidade e conscientização. Dentro da descoberta dos prazeres até o esclarecimento de dúvidas sobre o próprio corpo ou da saúde, essas mulheres por vezes são negligenciadas inclusive na área da saúde. “Eu me senti e ainda me sinto constrangida ao ir no ginecologista porque estamos falando de mais um território que não está preparado para lidar com mulheres com deficiência“, relata Michele, que dividiu com o Hypeness como é uma ida ao consultório médico após ficar paraplégica. “Já cheguei a ser atendida por uma médica que se sentiu surpresa à possibilidade de eu ter filhos. É uma ignorância completa, desde se falar sobre prazer até a própria saúde”.


Outra questão que sempre é tratada de forma descuidada é exatamente sobre a fertilidade feminina, pois muita gente deduz que todas as mulheres com deficiência seriam incapazes de exercer a maternidade. “De maneira recorrente elas são questionadas se podem ser mães. Por que surge essa associação imediata? A temática é muito ampla, mas de maneira geral existe um apagamento da sexualidade das pessoas com deficiência, que precisa começar a ser explorado, em relação aos desejos, ao pertencimento e até mesmo aos abusos“.

Mulher branca, ruiva de costas, os cabelos cacheados estão cheios de pétalas amarelas. Ela usa apenas uma meia calça transparente que tem um detalhe preto em formato de mão na nádega direita. Mão feminina com unhas pintadas pega na nádega esquerda.

Mulher branca, loira de cabelos compridos e cacheados está sentada em uma cadeira de rodas. Ela usa lingerie de renda transparente preta, uma saia preta e está com as pernas cruzadas. Ela está sorrindo, olha para o lado direito e em frente à barriga segura ramos vermelhos com flores amarelas.





Rompendo preconceitos através da moda, a ação “Amor Fati” usa a lingerie como ferramenta de empoderamento. Foram convocadas seis mulheres com o intuito de abordar a vivência da sexualidade para romper com a imagem fragilizada e infantilizada das pessoas com deficiência, cultuadas pelo senso comum.



A curiosidade do público em geral vem da surpresa em se pensar que uma pessoa com deficiência faz sexo. Há um espanto. Então a gente quis trazer histórias de mulheres para dar luz à uma fala que precisa ser muito debatida – conta Michele, idealizadora da campanha.





O ensaio fotográfico carregado de sensualidade, feminilidade e delicadeza foi clicado por Dário Matos, contando com co-direção criativa e direção de arte de Sofia Stipkovic.

 A produção e styling é assinada por Isadora Diógenes; a maquiagem por Taísa Lira e as roupas são de marcas parceiras: Mundo Marcolina, Janiero Body of Colours e Intensify-me.


Fonte: https://www.hypeness.com.br/2019/12/mulheres-com-deficiencia-esbanjam-sensualidade-em-ensaio-fotografico/
 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo