iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Liftech

mobilitec
onlift

Autopedico

Invacare

TotalMobility

Rehapoint
myservice

Tecnomobile

Liftech

Multihortos

Anuncie Aqui

Autor Tópico: Cadeiras de rodas para pessoas com obesidade cada vez mais garantem inclusão e qualidade de vida  (Lida 580 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Online migel

 
Cadeiras de rodas para pessoas com obesidade cada vez mais garantem inclusão e qualidade de vida

Empresas investem em equipamentos conforme a estrutura corporal dos pacientes, que precisam ficar atentos à manutenção e revisão da estrutura

28/07/2023 às 17h08
Por: Redação
Fonte: Das assessoriasCompartilhe:

Divulgação

Um país que precisa lutar contra o excesso de peso e garantir a inclusão. Estudos recentes tanto dentro quanto fora do Brasil mostram que a parcela da população considerada obesa tem crescido. A pesquisa Vigitel 2021, realizada pelo Ministério da Saúde, mostrou que, naquele ano, 22,35% dos brasileiros tinham obesidade, acima dos 21,55% do ano de 2020 e do índice de 20,27% de 2019. Até o ano de 2035, conforme o Atlas Mundial da Obesidade de 2023, 41% da população adulta no país seria enquadrada nesse perfil.

A obesidade ocorre quando o índice de massa corporal (IMC), que é um cálculo que envolve o peso corporal e a altura de uma pessoa, está acima de 30. Mais do que buscar saídas para frear esse avanço retratado nas pesquisas, é também necessário que se encontrem métodos para garantir a inclusão da população com esse quadro de saúde. E a evolução tecnológica em cadeiras de rodas para auxiliar na locomoção de pessoas obesas, em especial quando possuem paralisias ou limitações motoras nos membros inferiores, tem sido uma forma de trazer melhorias para a mobilidade desse grupo populacional.

Segundo a fisioterapeuta Vanessa Fernanda Pereira Cruz, que é coordenadora técnica de produtos da Ottobock, empresa alemã com atuação no Brasil e que trabalha com estudos e produtos na área de cadeiras de rodas, próteses e órteses, o setor tem avançado para atender a essa população. Isso acontece tendo em vista a necessidade de uma demanda por mais qualidade de vida. "Nós entendemos que, ainda que seja uma questão maior, de necessidade de evitar a obesidade, que enquanto essas pessoas com dificuldade na mobilidade estiverem nessa condição de saúde, elas precisam de equipamentos adequados a sua estrutura corporal. Dessa forma, o setor tem aprimorado seus estudos e investimentos em equipamentos de qualidade", afirma.

Estrutura da cadeira conforme a necessidade

Em geral, de acordo com Vanessa, para que o conforto seja garantido, algumas questões são levantadas na hora de desenvolver esse tipo de equipamento. Por isso, as cadeiras de rodas para pessoas obesas são construídas com larguras especiais, que variam entre 48 a 60 cm. Já o chassi (que é a estrutura do equipamento como um todo) é reforçado para suportar massa corporal próxima dos 200 kg.

Para escolher a cadeira adequada ao paciente, é sempre importante que a pessoa que esteja nesta condição passe por uma avaliação clínica. "O profissional habilitado, seja ele médico, fisioterapeuta ou um terapeuta ocupacional, precisa analisar o paciente como um todo: as medidas corporais, as funções motoras preservadas, a rotina diária e a rotina social. Com essa avaliação, é possível indicar a melhor cadeira de rodas, seja ela manual ou motorizada, que atenderá funcionalmente todos os aspectos da vida do paciente", explica.

No caso da Ottobock, por exemplo, a empresa possui uma linha de seis equipamentos de mobility, que inclui as cadeiras de rodas. Além da estrutura da cadeira, Vanessa ainda pondera a importância do uso de acessórios como almofadas desenvolvidas especificamente para esse uso e que ajudam na prevenção de feridas por pressão. "Como as pessoas passam muito tempo na cadeira de rodas, algum desconforto precisa ser evitado com esses acessórios que vão garantir ainda mais o bem-estar do utilizador", explica.

De olho na higiene e manutenção

Além dos cuidados com a produção do equipamento, o próprio utilizador da cadeira de rodas precisa estar atento à manutenção. Por isso, conforme explica a especialista, é importante verificar a higiene dos aros da estrutura. Da mesma forma, deve-se fazer a limpeza do encosto e do assento. "Isso é necessário para evitar a proliferação de bactérias nessas regiões, que acabam se tornando úmidas e quentes devido ao uso constante", alerta.

Também é importante que o utilizador leve a cadeira de rodas para fazer revisões periódicas, conforme orientação dos especialistas da área, para avaliação da condição dos freios e dos pneus. Esse acompanhamento, inclusive, torna-se necessário para a limpeza das rodas. Outra questão, segundo a especialista, é realizar a revisão do produto. “Sempre é bom ficar atento ao funcionamento como um todo, se a cadeira está alinhada ou apresenta alguma anormalidade, por exemplo. Caso alguma anormalidade aconteça, é indicado procurar uma assistência técnica especializada", diz.

A Ottobock possui oito clínicas na qual oferece atendimento para os utilizadores de cadeiras de rodas e outras tecnologias de mobilidade, tanto para revisão quanto para o acompanhamento dos pacientes.





Fonte: https://comvcportal.com.br/noticia/78912/cadeiras-de-rodas-para-pessoas-com-obesidade-cada-vez-mais-garantem-inclusao-e-qualidade-de-vida

 
Os seguintes membros Gostam desta publicação: casconha

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Anuncie Connosco Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
     
Voltar ao topo