iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Anuncie Aqui

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Ortopediareal
myservice

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: Cisclista Telmo Pinão  (Lida 2113 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Eduardo Jorge

Cisclista Telmo Pinão
« em: 04/07/2010, 16:03 »
Natural de Montemor-o-Velho, o ciclista Telmo Pinão conta uma história invulgar.

Telmo Pinão não é escritor, muito menos jornalista, mas sabe contar histórias e uma delas é a sua.
Natural do concelho de Montemor-o-Velho, mais precisamente de Casais Velhos (freguesia de Pereira), Telmo tem, aos 30 anos, uma ambição especial, a de participar nos Jogos Paraolímpicos de 2012. Para isso, o atleta terá de pontuar no Mundial do Canadá, de 16 a 22 de Agosto, presença por confirmar. Será preciso desembolsar cerca de três mil euros, verba que, apesar do enorme apoio dado ao atleta, a Associação Nacional de Desporto para Deficientes Motores (ANDDEMOT) não pode garantir.

Mas voltemos ao início. O gosto pela prática desportiva já é antigo e começou nos desportos motorizados. Quando estava prestes a federar-se na modalidade, Telmo sofreu um acidente que o deixou com uma perna amputada para o resto da vida. “Estava a fazer um passeio e ao sair de um trilho, fui projectado para outro carro que ia a passar. Depois de várias intervenções ao pé esquerdo, percebeu-se que era necessária uma prótese, 15 cm abaixo do joelho”, conta o então adepto de “motores”.

Da moto 4, o montemorense passou... para o karaté. “Ninguém com amputação praticava artes marciais”, conta, mas o facto de não ser uma modalidade olímpica, afastou-o um pouco e foi só na bicicleta que a sua vida desportiva mudou. “Comprei uma bicicleta de montanha há dois anos, quando nunca pensei poder voltar a andar de bicicleta, só para ir ao café e voltar, mas ao nível da BTT comecei a levar a coisa mais a sério.

Comprei uma bicicleta de estrada e fui progredindo de mês para mês. Um dia, convidaram-se para uma prova em Águeda, inserida na ANDDEMOT, mas fiquei em 2.º lugar em cima da meta, porque não sabia que se podia fazer as rotundas ‘por dentro’ e decidi respeitar o código”, recorda, com boa disposição. Os “erros de principiante” não voltaram a acontecer. Seguiu-se um estágio num centro de alto rendimento em Rio Maior, após contacto da associação e há 20 dias, Telmo Pinão foi 22.º classificado na Taça do Mundo de Ciclismo Adaptado, em 78 quilómetros.

O também estudante de Marketing (em Aveiro) já só pensa em levar o distrito de Coimbra para o Mundo.

Fonte: As Beiras Online
 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo