iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Liftech

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Ortopedia Real

TotalMobility
myservice

Tecnomobile

Liftech

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: Cientistas fazem ratos paraplégicos ​​voltarem a andar graças a proteína  (Lida 249 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Online migel

 
Cientistas fazem ratos paraplégicos ​​voltarem a andar graças a proteína

O tratamento seguirá os testes em mamíferos maiores e, posteriormente, a intenção será garantir que esta também funcionará em humanos.
Cientistas fazem ratos paraplégicos ​​voltarem a andar graças a proteína


© Reuters

08:55 - 25/01/21 POR NOTÍCIAS AO MINUTO

LIFESTYLE CIÊNCIA

Investigadores alemães, da Ruhr University Bochum, permitiram que ratos que ficaram paraplégicos após lesões na medula espinhal voltassem a andar, restabelecendo uma ligação neural até então considerada irreparável em mamíferos ao usar uma proteína injetada no cérebro.


As lesões da medula espinhal em humanos, muitas vezes causadas pelo desporto ou acidentes de viação, resultam em paralisia porque nem todas as fibras nervosas que transportam informação entre os músculos e o cérebro são capazes de crescer novamente. Mas os investigadores conseguiram estimular as células nervosas dos ratos paralisados a regenerarem usando uma proteína inovadora.

“O que é especial sobre nosso estudo é que a proteína não é usada apenas para estimular as células nervosas que a produzem, mas também é levada adiante (através do cérebro)”, disse o líder Dietmar Fischer, à Reuters. “Desta forma, com uma intervenção relativamente pequena, estimulamos um grande número de nervos a regenerarem-se e essa é a razão pela qual os ratos podem andar novamente".

Segundo os investigadores, os roedores paralisados que receberam o tratamento começaram a andar após duas a três semanas.O tratamento envolve a injeção de portadores de informação genética no cérebro para produzir a proteína, chamada hiper-interleucina-6.

“Também temos que ver se o nosso método funciona em mamíferos maiores. Pensaríamos em porcos, cães ou primatas, por exemplo”, disse Fischer. “Se funcionar, teríamos que garantir que a terapia também é segura para humanos. Mas isso certamente levará muitos, muitos anos”.


Fonte: Notícias ao Minuto
 
Os seguintes membros Gostam desta publicação: Paulo

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo