iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Anuncie Aqui

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Anuncie Aqui
myservice

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: Revista do MIT cita exoesqueleto como 'fracasso' na área de tecnologia  (Lida 507 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Online migel

Revista do MIT cita exoesqueleto como 'fracasso' na área de tecnologia


Juliano Pinto, de 29 anos, que é paraplégico, deu um "chute simbólico" em uma bola de futebol na abertura da Copa do Mundo, na Arena Corinthians, utilizando o exoesqueleto, equipamento desenvolvido pela equipe do neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis (Foto: Reginaldo Castro/Estadão Conteúdo)


Juliano Pinto, jovem paraplégico, deu um "chute simbólico" na abertura da Copa do Mundo utilizando o exoesqueleto desenvolvido pela equipe do cientista Miguel Nicolelis (Foto: Reginaldo Castro/Estadão Conteúdo)

Uma lista publicada no site da revista "MIT Technology Review" sobre os "principais fracassos" na área de tecnologia de 2014 citou o exoesqueleto em desenvolvimento pela equipe do neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis como uma das decepções do ano. A publicação do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos EUA, mencionou a rapidez da apresentação do equipamento na abertura da Copa do Mundo em São Paulo. Em nota enviada ao G1, o cientista ressaltou que a lista "não possui qualquer embasamento científico".
   

O texto da revista cita que as câmeras mostraram a demonstração da nova tecnologia por apenas três segundos, "somente o suficiente para ver uma bola rolando em uma rampa e um homem paralisado, escorado por dois assistentes, erguendo os punhos em triunfo". O artigo diz ainda que, para os telespecadores, foi difícil saber o que realmente aconteceu. "Em vez de fazer um homem levantar de uma cadeira de rodas e andar, o exoesqueleto pareceu ter atingido uma tarefa mais simples de mover um de seus pés para frente para bater na bola."

Nicolelis afirma que o exoesqueleto é a materialização tecnológica mais avançada do desenvolvimento da interface cérebro-máquina e lembra que ele faz parte de um projeto maior, o "Andar de novo", que busca desenvolver uma tecnologia que permita que pessoas com mobilidade restrita voltem a andar por meio de ações controladas pelo cérebro.


Cientista Miguel Nicolelis segura uma bola de futebol com uma toca de eletrodos nesta quarta-feira (21) (Foto: Reuters/Paulo Whitaker)Cientista Miguel Nicolelis lidera as pesquisas sobre
o exoesqueleto (Foto: Reuters/Paulo Whitaker)


"O exoesqueleto foi a primeira etapa do projeto e já consideramos uma conquista para a ciência. Para os pacientes paraplégicos, o gesto torna-se um grande avanço." Ele afirma ainda que novos resultados do projeto serão apresentados à comunidade científica nos próximos meses.

Também foram citados na lista do "MIT Technology Review" o Google Glass, a moeda virtual Bitcoin, uma pesquisa que fraudou a descoberta de uma tecnologia nova para produzir células-tronco pluripotentes, entre outros projetos. O editor Antonio Regalado, autor da lista, foi procurado pela reportagem do G1, mas não se manifestou até o momento.

Leia, na íntegra, o comentário de Nicolelis sobre o assunto:

O exoesqueleto é materialização tecnológica mais avançada do desenvolvimento da interface cérebro-máquina. Um trabalho em conjunto com 156 profissionais de diversas áreas, de 25 nacionalidades, que finalizaram, em tempo recorde, um estudo dessa magnitude. O exoesqueleto faz parte de um projeto maior, o "Andar de novo", que visa desenvolver uma tecnologia que permita pessoas com mobilidade restringida – como paraplégicos – voltar a andar por meio de ações controladas pelo cérebro. O exoesqueleto foi a primeira etapa do projeto e já consideramos uma conquista para a ciência. Para os pacientes paraplégicos, o gesto torna-se um grande avanço.

O mesmo exoesqueleto nos deu notoriedade no Google, como o único projeto científico citado na retrospectiva 2014 que mostra os principais feitos que concederam esperança ao mundo – vídeo assistido por mais de 23 milhões de pessoas. Além disso, o Encontro Anual da Sociedade Americana de Neurociência - Society for Neuroscience (SfN) – destacou o exoesqueleto como um dos principais apresentações do evento e o incluiu em uma das suas conferências de imprensa.

Já o The Verge - site norte-americano de notícias, referência em ciência, tecnologia, arte e cultura – me identificou como uma das 50 personalidades mundiais de 2014, também por conta do “Andar de novo”. Os resultados do estudo e do exoesqueleto serão apresentados à comunidade científica nos próximos meses. Por fim, vale ressaltar que a lista publicada pela Technology Review não possui qualquer embasamento científico de dados e resultados e não teve acesso aos detalhes do projeto “Andar de novo”.


Fonte: G1
 

Offline Zwallace

  • Utilizador
  • *
  • Mensagens: 1
  • Sexo: Feminino
  • Tem deficiência: Sim
Na minha opinião, a criptomoeda é o futuro da nossa economia, existem diferentes empresas especializadas em mineração, indexação e negociação de criptomoeda.
Eu pessoalmente trabalho com a empresa instaforex https://www.ibm.com/downloads/cas/XREP2YPQ É uma copia muito realizável que gera uma alta renda.

 
 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo