mobilitec

ergometrica

Ortopedia Moderna

Lismedica

Anuncie Aqui
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Ortopediareal
Anuncie Aqui

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: Gente Famosa com Deficiência  (Lida 20711 vezes)

0 Membros e 3 Visitantes estão a ver este tópico.

Online migel

Re:Gente Famosa com Deficiência
« Responder #15 em: 30/03/2010, 12:46 »
Roosevelt – Presidente Norte-Americano com Poliomielite



Roosevelt manteve uma relação um tanto quanto complexa com a deficiência física que tinha, causada pela poliomielite, que o atingiu aos 39 anos de idade, durante suas férias em Campobello, no Canadá. Ele conseguiu esconder tão bem sua deficiência que muitos norteamericanos nunca souberam que êle usava aparelhos ortopédicos e mesmo uma cadeira de rodas. No entanto, por meio de seus discursos, ações e exemplo, êle viveu um papel muito importante na mudança da própria história da poliomielite nos EUA.
Êle havia planejado sua vida na política e não aceitava bem as limitações impostas pela deficiência em suas pernas.
Em 1931, quando fez um discurso pelo rádio apoiando o programa de assistência aos deficientes, foi muito objetivo nadiscussão de sua própria deficiência, afirmando muito às claras que “as pessoassabem que a restauração de um de nós, deficientes –porque, como muitos de vocês sabem, eu caminho com um bengala ou com a juda do braço de alguém – no sentido de uma ocupação útil custa caro. ... As pessoas que são deficientes levam um tempo longo para poder ficar de pé – às vezes anos, como todos vocês sabem”...
Em 1937 êle ja era presidente quando criou a Fundação Nacional para a Paralisia Infantil. Foi nessa época que o comediante Eddie Cantor sugeriu um plano para ajudar a levantar dinheiro para a fundação, cujo objetivo era dar assistência às vítimas da pólio e também apoiar pesquisas a seu respeito. “Chame essa fundação de “March of Dimes” (uma espécia de“marcha do tostão”), sugerindo que todo o mundo mandasse um “dime” (a menor moedinha norte-americana) para o presidente, para pesquisa sobre a pólio.
Os “dimes” choveram sobre a Casa Branca em 1938, quando foi feita a primeira dotação para pesquisa para a Universidade de Yale.
Já em 1955 a “March of Dimes” havia investido mais de 25 milhões de dólares em pesquisas. Foi nesse ano que a Vacina Salk foi
considerada segura, eficiente e potente para debelar o mal. O sucesso foi tão significativo que o Congresso Norte Americanodeterminou que a pequena moeda conhecida como “dime” trouxesse o busto de Roosevelt. No ano de 1946, no dia 30 de janeiro – aniversário de Roosevelt – as primeiras moedas com aefígie de Roosevelt foram distribuídas e teve início a famosa
campanha nacional da “March of Dimes”. A personalidade forte e a determinação de Roosevelt influenciou na certeza que o povo norte-americano tinha de que a poliomielite poderia ser eliminada. Êle se transformou num poderoso símbolo da
habilidade que um indivíduo pode ter para superar os estragos feitos pela pólio.
Cartas de pessoas que sofriam devido à pólio ou que tinham filhos com pólio procuravam seu encorajamento e apoio. “Cada vez que eu ouço a sua voz no rádio ou leio sobre suas atitudes com relação a deficiências físicas sinto-me fortalecida e minha coragem é renovada”, escreveu uma mãe de um garoto de 8 anos que usava aparelhos. “Eu não sei quando é que voltarei a andar, mas não perdi a esperança. O senhor teve paralisia, mas isso não o impediu de progredir”... escreveu um garoto de 12 anos de idade, que havia acabado de sair do hospital.
Foi a leveza do espírito e o contínuo apoio de Roosevelt para conseguir uma vacina contra a pólio que ajudou muitos norteamericanos a acreditar que a poliomielite poderia ser finalmente conquistada – como de fato foi.[/justify]

Fonte: Faster
 

Online migel

Re:Gente Famosa com Deficiência
« Responder #16 em: 01/04/2010, 22:03 »
GALBA

Imperador Romano
Muitos dos nomes dos imperadores romanos são conhecidos por todos nós: temos Augusto, Cáio Júlio César, Nero, Cláudio, Tito, Vespasiano, Septímio Severo, Caracala e muitos outros.
No entanto, há três imperadores romanos que, num curto espaço de tempo, tomaram e perderam o poder. Seus nomes, de um modo geral, são quase que ignorados: Othon, Galba e Vitélio.
O interessante para nós que estamos envolvidos em organizações relacionadas a pessoas com deficiência é que os três – sim, os três - apresentavam algum tipo de deficiência, segundo os historiadores:
Othon tinha as suas pernas encurvadas, Vitélio, glutão dos mais conhecidos em sua época, era bastante obeso e tinha um andar bem claudicante devido a um acidente de biga em sua juventude, e Galba, general dos mais fiéis ao Império, tinha diversos problemas físicos.
Vejamos algumas informações mais relevantes sobre o imperador Galba. Historiadores antigos (Plutarco, Suetônio e Tácito) afirmam que Servius Sulpicius Galba (nascido no ano 3 A.C. e morto no ano 69 D.C.) foi um honrado general e um homem público que aplicava a justiça com extrema severidade. Com isso desagradou não apenas o povo, mas escalões múltiplos do sistema militar romano.
Com um enorme volume de dedicação ao Império Romano, tornou-se imperador, logo após a morte de Nero, mas por apenas 7 meses, já com mais de 70 anos de idade, apesar de limitações físicas que o afetavam duramente.
“A estatura de Galba era mediana, sua cabeça, completamente calva, seus olhos, de um azul escuro, seu nariz aquilino, suas mãos e seus pés inteiramente deformados pela gota, a tal ponto que não conseguia amarrar os cordões de couro de suas sandálias de general, nem desenrolar ou mesmo segurar uma missiva. Ele tinha também, no flanco direito, uma excrescência de carne tão volumosa que só conseguia conter com uma faixa”. (A Vida dos Doze Césares, de Suetônio)
Como podemos notar, o historiador repassa-nos uma imagem bastante realista de um imperador romano, muito diferente daquela idealizada e eternizada por meio de seus bustos em pedra, encomendados muitas vezes pelos próprios governantes.
Plutarco, por sua vez, apresenta o imperador Galba como “doce e humano por natureza; a velhice aumentou ainda mais a opinião que se tinha dele, de que era tímido”.
Tácito, por sua vez, adiciona que esse grande homem da História Romana “poderia ter sido considerado ótimo, ... se não tivesse sido imperador”.

Fonte: Faster
 

Online migel

Re:Gente Famosa com Deficiência
« Responder #17 em: 01/04/2010, 22:06 »
GENERAL BELISÁRIO
Herói do Império Bizantino


Belisário foi um general bizantino, nascido na Trácia aproximadamente em 505, tendo falecido com 60 anos de idade, após ter vivido seus últimos anos cego, pobre e mendigo.
Após muitos anos de glórias e vitórias à frente dos exércitos bizantinos que combatiam os muitos inimigos de Constantinopla, o Imperador Justiniano transformou Belisário no primeiro e mais importante general de todo o Império. Seus contínuos sucessos, todavia, acabaram por despertar em Justiniano sentimentos de ciúmes e de verdadeira desconfiança, apesar dos incontáveis atos de fidelidade do seu general maior.
No ano de 562 Belisário foi envolvido numa conspiração e apressadamente julgado. Foi destituído de seu cargo. Acusado, então, de crime de lesa-majestade, sofreu a pena usual devidamente amenizada: perda da visão, somada à perda de seus proventos de general e de todos os seus bens.
A lenda mostra-nos Belisário, cego por ordem direta de seu imperador Justiniano, mendigando com o auxílio de um garoto, para poder sobreviver. Sua figura magnífica de general vitorioso e adorado pelos seus subalternos e pelo povo em geral, transformado em mendigo, levou alguns pintores a criar obras de arte que ficaram famosas, destacando-se dentre elas os pintores Van Dick, Salvatore Rosa e David e Gérard.
Levou também o escritor Nepomuceno Lemercier a escrever um romance em versos que foi posteriormente musicado por Dominic Pierre Jean Garrat, famoso compositor e cantor francês do final do século XVIII. Um dos versos musicados da obra intitulada “Belisaire” relata-nos o seguinte:
“Seguro o capacete do guerreiro,
Terror dos Vândalos e dos Godos.
Caminhou, dizem, sem escudo
Contra a fatal impostura.
Um tirano fez queimar seus olhos,
Que velavam sobre toda a terra.
A noite cobre para sempre os olhos
Do triste e pobre Belisário”.
(Apud Larousse du XXe Siècle)
Em algumas culturas européias de hoje o nome Belisário é muito utilizado para fazer uma referência simbólica a uma pessoa cega de boa educação e de refinadas maneiras.


Fonte: Faster
 

Online migel

Re:Gente Famosa com Deficiência
« Responder #18 em: 01/04/2010, 22:09 »
GOETZ VON BERLICHINGEN
Mão de Ferro


Ele nasceu em 1480 e faleceu em 1562. Era um tipo novelesco, mas real. Imaginemo-lo coberto por uma armadura luzidia de corpo inteiro, montado sobre seu cavalo todo ajaezado, na fase final da Idade Média Européia, durante a qual os atos heróicos e por vezes fantasiosos dos cavaleiros andantes ou mercenários poderiam ser comparados com os de astronautas dos vôos espaciais de hoje.
Goetz recebeu o apelido de “Mão de Ferro” logo aos 30 anos de idade, devido ao fato de ter perdido sua mão direita durante uma sangrenta luta durante o cerco de Landshut. Acontece que durante os meses necessários para cicatrização de sua amputação traumática e sua completa recuperação, tomou todas as providências junto a armeiros especializados no preparo individualizado de armaduras e seus diversos componentes, para a fabricação de um meio braço de metal, similar ao mostrado na figura ao lado, que mais tarde o imortalizaria. Essa mão mecânica foi tão bem planejada que podia ligar-se com absoluta segurança e firmeza ao seu antebraço e manter sua espada firmemente presa em posição de ataque ou de defesa.
Por muitos anos mais Goetz envolveu-se em diversas campanhas militares e em escaramuças, tornando-se um cavaleiro lendário. Casou-se duas vezes e teve diversos filhos. Foi, sem dúvida, um dos grandes cavaleiros medievais de um soberbo renome. Não terminou seus dias sem antes escrever sua autobiografia, intitulada “Vie de Goetz von Berlichingen, dit Main de Fer”.

Fonte: Faster
« Última modificação: 01/04/2010, 22:11 por migel »
 

Online migel

Re:Gente Famosa com Deficiência
« Responder #19 em: 01/04/2010, 22:57 »
HEATHER WHITESTONE
Miss EUA de 1995


No ano de 1995 a jovem Heather, nascida no Alabama, competiu ao título de Miss Estados Unidos... e venceu!
“E aqui está ela!... Miss Estados Unidos da América de 1995!!!”... anunciou o locutor entusiasmado. No entanto, ao contrário de outras vencedoras do concurso em anos anteriores, Heather não ouviu nada dessas palavras consagradoras, nem a música, os aplausos e os muitos cumprimentos ao seu redor, ao ser abraçada e beijada por suas colegas concorrentes e ao encaminhar-se para o trono.
Ela era, na oportunidade, a primeira jovem com deficiência a ser escolhida como Miss Estados Unidos. Desde os 18 meses de idade ficara surda.
Os médicos informaram seus pais que ela jamais passaria do nível de terceiro ano elementar, nem aprenderia a falar. No entanto, durante o concurso de Miss Estados Unidos, ela respondeu com desenvoltura às perguntas dos juízes e falou sobre seus objetivos na vida. Ela informou que gostaria de ajudar crianças de todas as raças e culturas a atingir seu potencial máximo na vida, a estabelecer elevados objetivos e realizá-los, como ela havia conseguido fazer. Foi notável o fato de que na sua prova sobre talento especial, durante o concurso, ela optou pelo balé. E saiu-se perfeitamente bem.
Heather tem sido a porta-voz da Fundação Helen Keller para Pesquisa sobre o Olho e da Fundação Starkey para Aparelhos Auditivos. Escreveu também um livro intitulado “Ouvindo com meu Coração” (Listening with My Heart).
Em suas atividades promocionais, Heather tem sido uma oradora que motiva as pessoas a acreditar e a implementar seus sonhos.


Fonte: Faster
 

Online migel

Re:Gente Famosa com Deficiência
« Responder #20 em: 01/04/2010, 22:59 »
HELEN KELLER Marco Indelével

No ano de 1880 nascia Helen Keller que, com 19 meses de idade ficou cega e surda. Logo a seguir não conseguiu mais falar. Foi com 7 anos de idade que a menina começou a receber a ajuda de Anne Sullivan, graças a uma sugestão de Alexander Graham Bell, que fora consultado pelos Keller quanto a uma solução para os problemas de Helen. De fato a assistência à menina resultou de uma combinação de esforços de diversas organizações. Com verdadeira efetividade, essa assistência levou Helen a ler, escrever e até a falar com acentuada dificuldade.
Ninguém pode minimizar a importância de Anne Sullivan, a “professora”, na vida de Helen Keller. O drama das semanas iniciais de suas atividades foi marcante, mas ambas venceram todas as barreiras da comunicação, o que levou a menina a empreender todos os estudos requeridos nas escolas daqueles dias.
Em 1900 a jovem Helen entrou no Colégio Radcliffe, graduando-se em 1904 “cum laude”. Desse ponto em diante, em companhia de Anne Sullivan e depois de Polly Thomson, sua vida foi marcada por uma plena dedicação à causa das pessoas vítimas de múltiplas deficiências, colaborando fortemente para a melhor compreensão das potencialidades do ser humano nas tentativas de superação das dificuldades consideradas insuperáveis.

Fonte: Faster
 

Online migel

Re:Gente Famosa com Deficiência
« Responder #21 em: 01/04/2010, 23:04 »
HENRY FAWCETT
Economista e Político Inglês


Nascido em 1833, Henry teve seu brilhante futuro aparentemente bloqueado por um sério acidente
em 1858, quando estava com 25 anos de idade, quando explodiu um arma de fogo nas
proximidades de seu rosto, deixando-o cego.
Apesar de todo o traumatismo, voltou às suas atividades normais, pois continuou a pescar, remar,
esquiar, andar a cavalo e caminhar. Chegou mesmo a aprender a jogar baralho.
Mais do que isso, continuou seus estudos e especializouse
em economia política.
No ano de 1863 escreveu seu Manual de Economia
Política, de grande vendagem.
Conquistou a cátedra de Economia Política na
Universidade de Cambridge, causando grande
repercussão. Em 1867 casou-se com a posteriormente
famosa Millicent Garrett, a grande batalhadora pelos
direitos da mulher.
Henry ingressou nas atividades políticas e com o passar
dos anos foi nomeado Ministro dos Correios, tendo fortemente defendido o emprego de mulheres
durante sua gestão, por convicção própria e por insistência de sua esposa.
“Na imensa aflição de sua juventude, Fawcett comportou-se com uma força que é muito difícil de
encontrar paralelo”... ...”era um homem que ninguém podia deixar de amar”. (Enciclopédia
Britânica)

Faster
 

Online migel

Re: Gente Famosa com Deficiência
« Responder #22 em: 02/04/2010, 12:05 »
HOMERO
Poeta épico grego


Homero é considerado como o poeta épico tradicional da Grécia. É sempre citado como o autor inconteste de dois poemas épicos mundialmente famosos: Ilíada e Odisséia. O primeiro narra o final da Guerra de Tróia e o segundo descreve a inacreditável volta de Ulisses à sua terra natal, após o encerramento da guerra.
No entanto, praticamente nada se sabe sobre a vida de Homero, ou sobre quando viveu, chegando alguns a sugerir sua existência no século XI antes de Cristo, enquanto que outros indicam a probabilidade de ter vivido no século VII antes de Cristo. Há muitos que até duvidam que os poemas épicos sejam da autoria de um homem só.
No entanto, há um traço comum que quase todos os autores aceitam: Homero deve ter sido cego.
Dentre os analistas que escreveram sobre o autor de Ilíada e Odisséia, há um que ressalta sua extrema competência como poeta: Marcos Túlio Cícero.
Ao escrever sobre males que podem tornar uma vida miserável, mas que podem ser superados graças à força de cada um, Cícero, em sua Tusculanae Disputationes afirma:
“Homero era cego, segundo a tradição. Seus poemas são verdadeiros quadros: que lugares, que praias, que paragens da Grécia, que tipos de combates, que estratégias de batalhas, que manobras navais, que movimentos de homens e de animais são tão fielmente retratados pelo autor, que parece nos colocar sob os olhos, o que ele mesmo não havia nunca visto! O que é, então, que faltou a esse grande gênio não mais do que a outros homens verdadeiramente sábios, para aproveitar todos os prazeres de que a alma é capaz?”

Fonte: Faster
 

Online migel

Re: Gente Famosa com Deficiência
« Responder #23 em: 02/04/2010, 12:11 »
ITZHAK PERLMAN
Violinista


Itzhak Perlman nasceu em Tel Aviv - Israel no ano de 1945. Com seus 13 anos de idade, tocando violino, venceu um concurso de talentos, o que tornou possível viajar para os Estados Unidos, onde apareceu no mais concorrido programa da televisão norte-americana da época: o Ed Sullivan Show.
Logo em seguida começou a estudar na famosa Escola Juilliard, de New York, e em 1964 venceu um difícil concurso de jovens músicos, conhecido como Competição Leventritt, o que deixou muito evidente seu excepcional talento e abriu caminho para tocar como solista em orquestras as mais variadas.
Itzhak, hoje sem dúvida um dos melhores violinistas desta geração, já tocou com as maiores e melhores orquestras do mundo. Em 1986 recebeu das mãos do Presidente Ronald Reagan a medalha da Liberdade.
O que mais cativa o público em Itzhak Perlman é sua evidente alegria em fazer música, o que tem despertado a admiração e o respeito em todos os países por ele visitado. Quando da feitura do filme "Música do Coração", apareceu na cena final do concerto dado pelos alunos no Carnegie Hall.
Ressalte-se, no entanto, que com 4 anos de idade o pequeno Itzhak contraiu poliomielite, o que afetou suas pernas para sempre. Devido à sua deficiência física, como solista, ele participa de concertos sentado e caminha com o auxílio de muletas canadenses.
Além disso, tem sido muito conhecido como defensor dos direitos das pessoas com deficiência, colaborando na promoção de leis que facilitem o acesso delas a meios de transporte e a edifícios de um modo geral.

Fonte: Faster
« Última modificação: 02/04/2010, 12:13 por migel »
 

Online migel

Re:Gente Famosa com Deficiência
« Responder #24 em: 02/04/2010, 18:12 »
JACÓ
Ancestral do Povo Judeu


Filho de Isaac e de Rebeca, neto de Abraão, Jacó era irmão gêmeo de Esaú e sempre tem sido citado como “habitante de tendas”, ou o típico pastor nômade, enquanto que Esaú, o típico beduíno caçador e aventureiro. Apesar de mais velho, Esaú perdeu os direitos à primogenitura – importantíssimo na época, junto aos hebreus – graças
a dois tipos de artifício, um dos quais surtiu efeito basicamente devido ao fato do pai, Isaac, ser cego e de sua mãe, Rebeca, ter participado com intenção quase que profética. Tendo, de uma certa forma, fugido da ira do irmão, que se sentiu traído, para as terras longínquas de propriedade de seu tio Labão, Jacó trabalhou durante 20 anos no local. Casou-se com duas de suas primas (Lia e Raquel), em troca de 7 anos de trabalho para cada uma, adicionando mais 6 anos, durante os
quais acumulou muitos bens. Teve 12 filhos, o caçula dos quais, José, viveu uma história diferente que todos conhecemos e que teve um papel marcante junto à corte do faraó egípcio.
Segundo a história que nos é relatada pela Bíblia, no livro Gênesis, quando, depois de muitos anos, Jacó tentava voltar às terras de seu pai, com sua família e com todos os seus bens, enfrentou uma luta misteriosa e violenta com um anjo, durante uma noite inteira, às margens do rio Jabok, dela saindo com uma deficiência física.
O Gênesis assim faz referência ao fato: ...“e viu o anjo que não podia com ele e tocou-lhe na articulação de seu quadril; e deslocou-se a junção da coxa de Jacó no quadril, em sua luta comele”. (Gênesis 36:26). Jacó saiu-se da luta como vencedor, mas com uma lesão física permanente na perna. Foi nessa oportunidade que recebeu do anjo vencido o cognome de Israel (que significa Aquele que Luta com Deus).
A partir dessa ocasião, Jacó passou a claudicar fortemente e nunca deixou de caminhar com grande dificuldade, utilizando bastões para ajudar em sua movimentação.Jacó – ou seja, Israel - é considerado como o ancestral tradicional do povo judeu.
NOTA: Segundo a Dra. Isabel de Camargo Neves Sacco, doutora em Educação Física e professora da Faculdade de Fisioterapia da Universidade de São Paulo, “a paralisia total ou parcial dos abdutores de quadril, ou ainda uma lesão traumática deste grupo de músculos da parte superior posterior da coxa, faz com que a pelve se incline para o lado não afetado durante o
apoio de um membro no andar. O principal representante deste grupo muscular de abdutores de quadril é o músculo glúteo médio. O indivíduo é obrigado a fazer inclinação do tronco para o lado afetado durante esta fase de apoio de um membro, com o intuito de abduzir (abrir) o quadril do lado afetado, impedir que a pelve se incline excessivamente e o pé se arraste pelo chão. Esta alteração no andar é denominada de “Marcha de Trendelenburg”.
A visão de Jacó já idoso e tão fortemente marcado por uma lesão física de tanta seriedade para a vida agreste daquelas épocas deve ter sido um dos fatores que levaram Esaú a perdoar os eventos do passado e a abraçar comovido o irmão, restabelecendo a paz entre ambos.
O significado da lesão de Jacó foi de tal monta para os hebreus, que o povo judeu até os dias atuais não come o “tendão encolhido” – como refere o Gênesis - que está sobre a articulação da coxa de qualquer animal.
Jacó – ou seja, Israel - é considerado como o ancestral tradicional do povo judeu.
(veja o site - http://www.morasha.com.br )

Fonte:Faster
 

Online migel

Re:Gente Famosa com Deficiência
« Responder #25 em: 02/04/2010, 18:15 »
JOAQUIN RODRIGO
Compositor Espanhol


Muitos de nós já ouvimos o famoso Concerto de Aranjuez, para Violão e Orquestra, de Rodrigo. O mundo todo, aliás, ouviu um pequeno trecho desse concerto quando Neil Armstrong descia na lua! No entanto, a maioria de nós nem chegou a imaginar tratar-se de um compositor cego.
Pois bem, o que dele precisamos saber é que nasceu em 1901, em Sagunto (Valência), na Espanha, no dia de Santa Cecília, patrona dos músicos e que aos três anos de idade, devido a uma epidemia de difteria ficou cego. Ele mesmo afirmou que o fato de ter nascido no dia de Santa Cecília e de ter ficado cego já o predispôs à música. E com 8 anos de idade começou a estudar piano e música com afinco.
No ano de 1927, seguindo o exemplo de outros famosos músicos e compositores, como Albéniz, Falla e Granados, mudou-se para Paris e inscreveu-se como aluno da École Normale de Musique, onde estudou por cinco anos com Paul Dukas.
Casou-se em 1933 com a pianista turca Victória Kahmi que, a partir de então, até a sua morte em 1997, tornou-se sua companheira inseparável e a maior colaboradora em seus trabalhos de composição. Em 1939, já com o Concerto de Aranjuez pronto e na bagagem, mudou-se para Madri. Nesse mesmo ano foi contratado como Chefe da Seção Artística da ONCE – Organização Nacional de Ciegos de España.
No ano de 1940 ocorreu a première de seu Concerto de Aranjuez, na cidade de Barcelona, que trouxe a ele imediata fama internacional. Sobre a música desse concerto, muito mais tarde Rodrigo escreveu que o nome Concerto de Aranjuez está relacionado aos jardins do famoso palácio real nas margens do Rio Tagus, perto de Madri. E que “sua música repousa sonhadora sob a folhagem do parque que rodeia o palácio Barroco, e apenas deseja ser ágil como uma borboleta e precisa como o passe da capa de um toureiro”.
A música de Rodrigo é uma verdadeira homenagem às ricas e muito variadas culturas da Espanha. É uma música refinada, iluminada, otimista, melodiosa e com harmonias bastante originais.
O acervo musical de Rodrigo inclui 11 concertos para diversos instrumentos, mais de 60 canções, composições para instrumentos e corais, além de música para teatro e para cinema.
Foi convidado a fazer tours como professor e pianista por muitas cidades da Espanha e pelo resto da Europa, América Latina, Estados Unidos, Japão e Israel.
Foi muitas vezes homenageado por governos, universidades, organizações civis e musicais em muitos países. Em 1991, para celebrar seu 90º aniversário, concertos com sua música foram realizados em muitas partes do mundo. Nesse ano foi elevado à nobreza espanhola por Juan Carlos I, Rei da Espanha, com o título de Marquez dos Jardins de Aranjuez. Além disso, em 1996 foi honrado com a maior das condecorações espanholas, o Prêmio Príncipe das Astúrias.
Em homenagem ao casal Rodrigo, sua única filha Cecília organizou a Fundação Vitória e Joaquim Rodrigo e criou a Casa de Edições Joaquim Rodrigo.

Fonte: Faster
 

Online migel

Re:Gente Famosa com Deficiência
« Responder #26 em: 02/04/2010, 18:19 »
JOHN MILTON
Poeta épico inglês


Alguns autores têm escrito sobre a cegueira de John Milton e têm arriscado uma indicação da causa do grave problema que mudou a vida desse grande poeta épico inglês. Dentre as causas arroladas podemos destacar “castigo de Deus devido à sua participação na revolta de Cromwell”, “catarata”, “glaucoma crônico”, “complicações de miopia”, “descolamento de retina”, “glaucoma agudo devido a crises emocionais”, “albinismo”, “neuroretinite de origem sifilítica congênita” e também “fraqueza natural”.
A fonte mais preciosa de informação quanto às reações de John Milton à sua perda da visão é uma carta que ele escreveu a seu amigo Leonard Philaras. Dentre os muitos ângulos abordados pelo escritor cego, convém ressaltarmos as belas frases em que mostra a forma como aceita a cegueira.
Diz ele: ...“minha escuridão, por singular misericórdia de Deus, com a ajuda de estudos, lazer e a bondosa conversação de meus amigos, é muito menos opressiva do que a mortal escuridão à qual se alude. Porque se, conforme está escrito, o homem não vive só de pão, mas de cada palavra que vem da boca de Deus, por que um homem não pode realmente aceitar isso, pensando que só pode obter a luz de seus próprios olhos, julgando-se, todavia, suficientemente iluminado pela orientação e providência de Deus? Portanto, já que Êle prevê as coisas e me dá cobertura, como faz, e me leva para diante e para trés pela Sua mão, como se o fizesse pela vida toda, não poderei eu dar uma folga a meus olhos, já que esse parece ser o Seu prazer?”
Na verdade, durante os 22 anos de sua cegueira, Milton tornou-se bem mais ocupado e sua atividade de trabalho cresceu como nunca antes ocorrera. Os primeiros oito anos de sua vida como cego ele os dedicou a Cromwell, como Secretário para Línguas Estrangeiras. Traduzia cartas do latim para o inglês e vice-versa. Milton trabalhava com a ajuda de secretários e amanuenses.
Organizou um dicionário de latim, preparou uma história da Inglaterra para publicação e chegou a publicar um estudo muito sério sobre a doutina cristã. Alem disso, sempre manteve extensa correspondência, como era costumeiro.
Acima e além disso tudo, escreveu o belíssimo poema épico pelo qual tem sido conhecido universalmente: Paraíso Perdido.
Segundo autores vários, é fundamental que nos lembremos que as belas declarações de fé escritas por Milton foram compostas por um homem que ficou cego no auge de seu potencial e que se sentia nas mãos de Deus.
John Milton casou-se três vezes. Sua terceira esposa era uma mulher muito bela, mas dona de um temperamento difícil e muito violento. Dizem que quando Lord Buckingham o visitou, dele despediu-se dizendo que considerava que ele estava casado com uma verdadeira rosa. Milton respondeu: “Não posso julgar pelas cores, lord, mas sinto-o pelos espinhos”.

Fonte: Faster
 

Online migel

Re:Gente Famosa com Deficiência
« Responder #27 em: 02/04/2010, 18:24 »
LABDA
Mãe de Cípselo, rei de Corinto


Em "Terpsícore", parte de sua obra magistral intitulada "História", Heródoto conta-nos a vida de Labda, mãe de Cípselo, rei de Corinto. Ela era filha Anfion, um dos mais importantes membros da oligarquia dos Báchidas, que dominou Corinto por muitos anos, séculos antes de Cristo. Eles formavam uma enorme família de natureza muito fechada, principalmente porque todos os seus membros casavam entre si. Mas, num determinado ponto da evolução dessa família imensa, Anfion e sua esposa tiveram uma filha que recebeu o nome de Labda e que nasceu com malformação congênita: tinha uma perna bem mais curta que a outra. Seu problema físico era notório em todos os meios, pois, claudicava visivelmente.
Acontece que nenhum orgulhoso jovem Báchida queria casar-se com ela, devido à deficiência física. Desprezada por todos, Anfion casou-a, então, com um jovem do poderoso e longínquo reinado de Petra, aparentemente com poucas qualificações, embora de sangue nobre. Era Eécio, filho de Echacrates.
O jovem marido consultou um oráculo, ao perceber que Labda não engravidava e recebeu a mensagem metafórica de que ela engravidaria e daria à luz um menino que acabaria com o governo despótico dos Báchidas, em Corinto.
Sabedores do oráculo, que ficara muito notório, os Báchidas aguardaram o nascimento e dez deles receberam a missão de ir até Petra para matar o garoto. Não conhecedora de seu intento, a gentil Labda, ao receber a visita dos dez homens de Corinto - todos seus parentes - achou que se tratava de uma cordialidade, após tantos anos de marginalidade e menosprezo por sua deficiência física. Foi buscar o garoto e colocou-o muito feliz nos braços do primeiro dos visitantes
Naquele instante a criança de poucos meses sorriu para o estranho, "deixando-o tão comovido que não teve coragem de matá-la, passando-a para as mãos do outro companheiro. Este, também tocado de piedade, transferiu-a para as mãos de um terceiro e assim passou o bebê de mão em mão, sem que nenhum se animasse a sacrificá-la. Devolvendo o recém-nascido ao carinho de sua mãe, deixaram a casa" (Texto de Heródoto).
Todavia, ouvindo pela janela a discussão entre os homens do lado de fora, por não terem conseguido cumprir sua missão de matar o pequeno, Labda, assustada, mas com extrema vivacidade, colocou Cípselo na despensa, dentro de um pequeno balcão de armazenamento de trigo, onde por sorte ele permaneceu bem quieto e nem foi procurado. O filho dessa jovem mãe, que tinha uma deficiência física, foi muito bem cuidado e educado por ela, chegou à idade adulta, angariou bens, reuniu seguidores e atacou Corinto, dela se apoderando. Tornou-se logo após seu rei, tendo sido seu governante supremo por mais de 30 (trinta) anos.

Fonte: Faster
« Última modificação: 02/04/2010, 18:25 por migel »
 

Online migel

Re:Gente Famosa com Deficiência
« Responder #28 em: 03/04/2010, 09:46 »
LEONHARD EULER
Cientista Cego


Geômetra suíço, Leonhard Euler nasceu na cidade de Bâle no ande 1707 e faleceu em São Petersburgo, em 1783.
Com apenas 17 anos de idade Leonhard iniciou seu curso de medicina em sua cidade natal e em 1730 já ocupava a cadeira defísica da Academia de Ciências deSão Petersburgo, na Rússia, a convite a Imperatriz Catarina I.
Quando estava com 28 anos de idade Euler sofreu uma congestão cerebral bastante séria devido ao excesso de trabalho e perdeu a visão de seu olho direito.Mas continuou suas atividades científicas sem esmorecer, tendo até publicado diversos trabalhos sobre mecânica, Música e outros temas.
Em 1765, com 58 anos de idade, perdeu a visão do outro olho, ficando assim totalmente cego. Adaptou-se à nova situação e prosseguiu com muito afinco todos os seus trabalhos. De 1768 ate 1771 preparou o estudo “Elementos de Álgebra” e três volumes sobre dióptrica, que é a parte da física que estuda as características da luz, de acordo com os meios e matérias que atravessa. Para redigir, anotar, rever e concluir esses seus grandes e surpreendentes trabalhos, ele ditava a um empregado seu, fazendo revisão por meio de leituras várias. Diversas de suas obras foram traduzidas e publicadas na França e a Academia de Ciências de Paris chegou a premiar diversas delas.

Fonte:Faster
 

Online migel

Re:Gente Famosa com Deficiência
« Responder #29 em: 03/04/2010, 09:53 »
LEX FRIEDEN

Professor de Informática na Saúde e de Medicina Física e Reabilitação no Centro da Ciência da Saúde da Universidade do Texas,
Lex Frieden é também professor adjunto de Medicina Física e Reabilitação e de Medicina Familiar e Comunitária do Baylor College of Medicine, em Houston. Além disso, tem sido o Vice-Presidente Senior do Hospital TIRR (The Institute of Rehabilitation and Research) da Memorial Hermann, que mantém programas clínicos, educacionais e de pesquisa relacionados a paraplegia e tetraplegia, problemas cerebrais e outras lesões sérias. Ultimamente é o fundador e diretor do famoso programa conhecido como ILRU (correspondendo a Utilização da Pesquisa em Vida Independente), ligado ao TIRR.
Dentre suas muitas e variadas missões, destacamos as seguintes: - Designado pelo Presidente Bush e confirmado pelo Senado Norte- Americano, no dia 26 de julho de 2006, como Presidente do Conselho Nacional sobre Deficiências. Esse Conselho tem sido encarregado de fazer recomendações sobre políticas relacionadas a pessoas com deficiência para o Presidente e para o Congresso Norte-americano. Seu mandato foi concluído em agosto de 2006. - Foi Presidente da Rehabilitation International, uma federação de mais de 200 organizações de 90 países, que é totalmente voltada para a reabilitação e para a igualdade de oportunidades para pessoas com deficiências. - Recentemente completou seu terceiro ano de mandato como membro do
Painel de Especialistas das Nações Unidas sobre padronização de normas relacionadas a deficiências. - Foi Diretor Executivo do Conselho Nacional. Nessa função, planejou e colaborou na redação final da American with Disabilities Act – ADA (consolidação das leis relacionadas aos direitos das pessoas com deficiência nos Estados Unidos), tornada lei em 1990. Trabalhando no movimento para a vida independente das pessoas com deficiências graves, publicou diversos livros e artigos sobre vida independente. Recebeu duas condecorações presidenciais por seu trabalho no campo das deficiências. No ano de 1998 recebeu o Prêmio Henry B. Betts “por seus esforços que melhoram de um modo significativo a qualidade de vida das pessoas com deficiência” Lex Frieden tem uma quadriplegia devido a uma lesão na coluna vertebral.

Fonte: Faster
 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo