iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Liftech

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Anuncie Aqui

TotalMobility
myservice

Tecnomobile

Liftech

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: Estrela de Belém’ ilumina o céu de Natal pela 1ª vez em 800 anos e você pode ver a olho nu  (Lida 58 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Online casconha


Júpiter e Saturno vão estar alinhados no céu recriando a
“Estrela de Belém” em tempo de Natal




Representação gráfica de um alinhamento entre Júpiter, Saturno e Lua

A rara conjunção astronômica acontece a cada 400 anos. A última vez que foi registrada foi no século 17, em 1623, mas segundo apontam os cálculos, não foi na época do Natal. Agora, na noite do dia 21 todos os povos da Terra poderão observar os dois maiores planetas do sistema solar em uma linha reta na direção do pôr do sol.
fenómeno é conhecido como a “grande conjunção” e poderá ser visto a partir da Terra no dia 21 de dezembro. O alinhamento entre os dois maiores planetas do Sistema Solar acontece a cada 20 anos, mas desde 1623 que os gigantes gasosos não estavam tão próximos um do outro. No entanto, não foi visível para a maior parte da humanidade, tendo o fenómeno sido realmente observado pela última vez nas trevas da Idade Média, há quase 800 anos, quando corria o ano de 1226.

“É realmente especial ter Júpiter e Saturno tão próximos”, frisa Emily Drabek-Maunder, astrónoma do Observatório de Greenwich.

Isso irá proporcionar um espetáculo celestial, visível a olho nu, quando Júpiter e Saturno surgirem no céu noturno, recriando no firmamento uma visão semelhante à da “Estrela de Belém” que, de acordo com a Bíblia, anunciou o nascimento de Jesus e guiou os reis magos.

O alinhamento entre os dois colossos era também encarado, no passado, como presságio de grandes cataclismos, como grandes incêndios e dilúvios, ou até mesmo como um sinal do apocalipse.

Os dois planetas serão vistos, logo após o pôr-do-sol, como um único ponto brilhante, podendo parecer a estrela mais proeminente no firmamento, durante o solstício de inverno, que acontece na próxima segunda-feira.

Será preciso esperar 60 anos, até 2080, para que Júpiter e Saturno estejam novamente tão próximos no céu.

Fonte:hypeness/expresso
 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo