iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Liftech

mobilitec

onlift
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Ortopedia Real

TotalMobility

Rehapoint
myservice

Tecnomobile

Liftech

Multihortos

Drive Mobility

Anuncie Aqui

Autor Tópico: Paraplegia não impede enfermeira de fazer parto humanizado  (Lida 388 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Online casconha

 

Paraplegia não impede enfermeira de fazer parto humanizado




Melissa em parto humanizado - Foto: Felliane Almeida

A enfermeira obstetra Melissa Martinelli passou por sérios problemas de saúde depois de um acidente de moto que a tornou paraplégica. E estar numa cadeira de rodas não impede a brasileira de trazer ao mundo crianças da forma mais amorosa possível, pelo método de parto humanizado.

Com 20 anos de estrada e especialização em neonatologia, Mel se encontrou ao focar seu trabalho nos partos humanizados. Mais de 1300 bebês já nasceram com a ajuda dela. Em 2019 foram 79 e em 2020, em plena pandemia, 107.

O acidente


No meio dessa história, exatamente em 15 de outubro de 2016, um acidente interrompeu sua carreira. Após ter fraturado a vértebra T12, Mel precisou dedicar um bom tempo para cumprir uma intensa reabilitação no Hospital Sarah Kubitschek e poder voltar a atuar o mais rápido possível.

E foi assim que em apenas três meses ela estava de volta à sua paixão: ajudar mulheres a parir de uma forma humanizada. Em 2 de fevereiro de 2017, Mel voltou a atender como enfermeira principal, a primeira vez após o acidente.

“Amo tanto o que faço que durante todo aquele parto esqueci a cadeira de rodas. Só lembrei depois que o bebê nasceu”, relembra entusiasmada o dia de eu retorno.

Como nos partos a mulher fica livre para escolher a posição que se sente mais confortável, Mel já tinha como costume partejar sentada, então pouco mudou. A diferença é que agora ela precisa ter por perto uma enfermeira, que cumpre a função de ajudar quando ocorre alguma intercorrência que exija agilidade para pegar alguma medicação, por exemplo.

Novo projeto

Melissa está agora à frente do Centro de Parto Humaniza, inaugurado este mês exatamente em frente ao Hospital Anchieta, em Taguatinga, na Capital Federal.

O espaço tem 78 metros quadrados e conta com uma equipe de quatro obstetras humanizados e cinco enfermeiras obstetras que atendem em uma sala de parto projetada para ser um lugar especial.

O espaço trabalha em parceria com o Hospital Anchieta, que agora também conta com uma sala de parto nos moldes da que existe no Humaniza.

Mel conta que seu trabalho é oferecer o melhor ambiente para que um ser humano chegue ao mundo, ou seja, da forma menos traumática e mais amorosa, e é essa a sua missão.

Ela acredita no que diz o obstetra francês Michel Odent: “Para mudar o mundo, precisamos mudar a forma de nascer”.






Fonte:sonoticiaboa
 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo