iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Anuncie Aqui

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Ortopediareal
myservice

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: Mãe relata jogos de futebol ao filho cego e autista  (Lida 476 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Online migel

Mãe relata jogos de futebol ao filho cego e autista

29.01.2019 13:40 por Cátia Andrea Costa 2758
Silvia e Nickollas são fãs do Palmeiras e tornaram-se um símbolo do clube de São Paulo.

   

Mãe relata jogo a filho autista e cego


Nickollas tem 12 anos e é cego e autista. Duas condições que não o inibem de usufruir de forma intensa de uma das paixões da sua vida. Para isso, conta com a ajuda da mãe, Silvia. As televisões captaram a dupla nas bancadas do estádio do Palmeiras, em São Paulo, Brasil, durante um jogo e mãe e filho tornaram-se um símbolo de amor ao clube.

"A minha narração da partida é baseada nas minhas emoções. Não sou uma profissional. Digo-lhe tudo o que vejo e o que sinto, mesmo quando preciso de insultar o árbitro", confessou Silvia Grecco à AFP, durante um jogo entre o Palmeiras e o Botafogo de Ribeirão Preto.

A mãe da criança revela ainda que "descreve os detalhes" ao filho: "este jogador tem mangas curtas, a cor das chuteiras é tal, a cor do cabelo esta."

O facto de terem aparecido na televisão levou a que Silvia e Nickollas fossem convidados para vários programas e para assistir a um treino do Palmeiras. Além disso, o jovem já conheceu o seu ídolo, Neymar. Um dia feliz para Nickollas. "O Neymar pegou-o ao colo e ele pôde passar a mãe no cabeço dele. Foi um grande momento".


Fonte e mais informação: https://www.sabado.pt/vida/detalhe/mae-relata-jogos-de-futebol-ao-filho-cego-e-autista?fbclid=IwAR1KCFrXjt-4GqC1hb_ctORPSlKAqzqFa-KTebwUcv4q1-xcHLJ8kkl8kjw
 
Os seguintes membros Gostam desta publicação: Nandito

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo