mobilitec

ergometrica

Ortopedia Moderna

Lismedica

Ortopedia Universo Senior
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Ortopediareal
Anuncie Aqui

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: Reumatologista fala sobre as doenças mais comuns que afetam o aparelho músculo..  (Lida 1527 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Online migel

Reumatologista fala sobre as doenças mais comuns que afetam o aparelho músculo-esquelético   
 

Você já ouviu falar em reumatismo? Muitos podem pensar que ela é apenas uma enfermidade e que acomete apenas pessoas da terceira idade, não é verdade? Porém, o reumatismo é um conjunto de doenças que afetam o aparelho músculo-esquelético e podem acometer preferencialmente mulheres com entre 20 a 50 anos. Entenda mais sobre o que são essas enfermidades. Algumas são até bem conhecidas pelas pessoas, como a famosa osteoporose e o lúpus eritematoso sistêmico.

Segundo o reumatologista Sebastião Cezar Radominski, dentro do reumatismo existem mais de 100 tipos de doenças que afetam aparelho músculo-esquelético.  Umas das mais comuns é a artrite reumatoide, que se caracteriza pela inflamação na capa que envolve as juntas. "A doença provoca erosões nas juntas levando à deformidade e gerando a incapacidade dos pacientes. O tratamento inclui novos medicamentos biológicos, que melhoram a qualidade de vida."

Já o lúpus eritematoso sistêmico é uma doença autoimune, que atinge mais o sexo feminino. Segundo o especialista, a enfermidade produz anticorpos contra ela mesma, que se depositam em órgãos e produzem os sintomas, como inflamação nas juntas, lesões na pele desencadeadas pelo sol, nefrite e problemas no sistema nervoso central. "Não há cura, mas existe controle, através de medicamentos à base de cortisona e remédios biológicos e imunossupressores, que regulam o sistema imune."

Outra doença do reumatismo é a Gota. Esse mal causa muitas dores e atinge preferencialmente homens e se caracteriza pela produção em excesso de cristais de ácido úrico, que causam inflamações das articulações. De acordo com Radominski, a doença vem em crises e começa no dedão do pé que fica vermelho. Uma das formas de tratamento é a controle do peso e a diminuição do ácido úrico.

Outra doença que também faz arte das centenas de enfermidades do reumatismo é a artrose. Segundo o médico, essa doença, comum em pessoas acima dos 50 anos, tem como característica o desgaste da cartilagem articular nas juntas. "As juntas ficam mais estreitas e os impactos passam para o osso. O organismo repara a cartilagem, produzindo osso. Quando é na coluna, na tentativa de reparação da cartilagem do disco intervertebral, forma-se um esteófito, conhecido como o bico de papagaio." A doença provoca a incapacidade da pessoa madura, e uma das formas de tratamento dos sintomas é a fisioterapia, redução do peso e musculação para fortalecer a musculatura.

E claro, não poderia ficar de fora da lista a mais famosa delas, aquela que atinge mulheres após a menopausa: a osteoporose. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), 1,7 milhões de fraturas de quadril ocorreram em todo o mundo em 1990, e em 2050, esse número poderá chegar a seis milhões. A doença, que não apresenta sintomas, enfraquece os ossos, deixando-os ocos e sujeitos a fraturas.   Segundo o Radominski, uma das formas de prevenção é através do exame de densitometria óssea, que ajuda a mostrar se a pessoa possui tendência a doença. Além disso, o indivíduo deve fazer ingestão de cálcio e vitamina D, e praticar atividades físicas. "Os dois impedem a reabsorção de cálcio do osso."

A recomendação do especialista é: "Toda pessoa que tiver dor no aparelho músculo-esquelético ou algum inchaço que dure mais ou menos uma semana deve procurar um médico." – finaliza Radominski.

Fonte: http://www.maisde50.com.br/editoria_conteudo2.asp?conteudo_id=8944
 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo