iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Liftech

mobilitec
onlift

Autopedico

Invacare

TotalMobility

Rehapoint
myservice

Tecnomobile

Liftech

Multihortos

Anuncie Aqui

Autor Tópico: Um dia para chorar os animais de estimação? PAN entrega projeto de lei, mas o tema não é consensual  (Lida 1203 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Online Nandito

 
Um dia para chorar os animais de estimação? PAN entrega projeto de lei, mas o tema não é consensual

9 DEZEMBRO 2022 16:02

Bernardo Mendonça
texto - Jornalista

Nuno Botelho - fotos
Fotojornalista



Quando a atriz Rita Blanco teve de decidir eutanasiar uma das suas cadelas, a “Ritinha”, de 15 anos, estava a trabalhar e não pôde despedir-se

A lei não o prevê, mas o PAN submeteu um projeto que consagra o regime de faltas justificadas ao trabalho por morte ou assistência a animais de companhia. PS não se compromete para já, mas admite discutir o tema

A atriz Rita Blanco estava a meio das gravações de uma telenovela no dia em que teve de tomar a decisão de eutanasiar uma das suas cadelas, “Ritinha”, com 15 anos. Pediu à produção que a dispensasse para se despedir do seu animal querido, “uma cadela que não só ladrava, como também parecia rir”. Mas não foi possível ausentar-se do set, porque atrasaria a produção, e teve de ser a sua filha, Alice, a tratar da situação. “Nem pude dar-me ao luxo de chorar nas horas seguintes porque estava maquilhada, pronta a gravar. Terminei o dia quase a rebentar”, recorda Rita.

Depois da cremação, as cinzas da cadela “Ritinha” foram enterradas debaixo de duas árvores do jardim da casa da atriz. Nessa ocasião, foi celebrada uma pequena cerimónia privada, acendeu-se uma vela e cantou-se numa última despedida emocionada. “Faz todo o sentido permitir um dia de luto para quem perde o seu animal de estimação, e alguns dias para o levar ao médico. Mas estas temáticas ainda não são valorizadas socialmente. Se tivermos relações profundas com os nossos animais, claro que há luto emocional e é doloroso quando eles vão embora. E nem temos de comparar o luto dos animais ao das pessoas. Basta dizer que vivo atualmente apenas acompanhada dos meus cinco cães e dois gatos, que me dão paz, segurança..., na verdade são eles que me seguram. E, na verdade, mais do que a morte, valorizo muito a vida deles.” A atriz recorda ter passado até agora por dezenas de lutos difíceis de cães e gatos de estimação e apoia a proposta do PAN que submeteu esta semana um projeto de lei que permite justificar um dia de falta ao trabalho pela morte de um animal de estimação e cinco dias por ano para “assistência inadiável e imprescindível”, em caso de doença ou acidente.







Fonte: expresso.pt                          Link: https://expresso.pt/sociedade/2022-12-09-Um-dia-para-chorar-os-animais-de-estimacao--PAN-entrega-projeto-de-lei-mas-o-tema-nao-e-consensual-7a1e96fa
 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Anuncie Connosco Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
     
Voltar ao topo