iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Anuncie Aqui

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Anuncie Aqui
myservice

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: A música como ferramenta na terapia da diferença  (Lida 873 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Online migel

A música como ferramenta na terapia da diferença

AFID Diferença
Saúde e Medicina




Corria o ano de 1944 quando se iniciou o primeiro programa de Musicoterapia na Universidade Estatal do Michigan (Estados Unidos da América). Para trás, um vasto número de veteranos de guerra, com traumas físicos e psicológicos em contexto hospitalizar, que recebia a visita de músicos amadores e profissionais.

Pequenas apresentações musicais eram feitas para atenuar o cenário dantesco que se vivia no exterior. E foi aqui que a música através da terapia teve o seu arranque concreto. A partir de 1950, surgem as primeiras associações americanas que permitem a valorização da profissão técnica e a consistência dos resultados terapêuticos. Enquanto o trabalho se ia desenvolvendo, mais teóricos foram surgindo e trabalhando o tema da deficiência, como foi o caso de Paul Nordoff, Clive Robbins, Rolando Benenzon e Juliette Alvin.

Se procurarmos o significado da palavra “deficiência”, a mesma define-se como “imperfeição, falta, lacuna”. Ora, num século onde cada vez mais o ser humano se tenta complementar, instruir e consciencializar, será fácil confrontarmo-nos com este lado diferente de uma realidade cada vez mais frequente? A resposta é “Sim!” E a música, graças à linguagem universal que é, tem esse papel unificador.



Continue a lêr aqui: https://lifestyle.sapo.pt/saude/saude-e-medicina/artigos/a-musica-como-ferramenta-na-terapia-da-diferenca#_swa_cname=sapolifestyle_share&_swa_cmedium=web&_swa_csource=facebook&utm_source=facebook&utm_medium=web&utm_campaign=sapolifestyle_share

 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo