iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Liftech

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Anuncie Aqui

TotalMobility
myservice

Tecnomobile

Liftech

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: Tudo relacionado com o Coronavírus  (Lida 86695 vezes)

0 Membros e 24 Visitantes estão a ver este tópico.

Online Sininho

Re: Tudo relacionado com o Coronavírus
« Responder #285 em: 14/01/2021, 16:33 »
 


... e o teletrabalho obrigatório, isso é que era... deveriam era colocar por escrito quais as funções/categorias compatíveis e não deixar isso ao critério  do dirigente máximo!!... a ACT não chega a todos!!!
Queira o bem, plante o bem e o resto vem...
 
Os seguintes membros Gostam desta publicação: migel

Offline AREZ II (IRMÃO)

Re: Tudo relacionado com o Coronavírus
« Responder #286 em: 14/01/2021, 18:30 »
 
Na próxima semana irei representar num julgamento de dia inteiro. Começa às 9 e termina às 17. A 100 km de casa. Temos 15 testemunhas para ouvir.
São 4 magistrados e 6 advogados, além do funcionário e de 4 arguidos. O que significa que durante a inquirição de cada testemunha, haverão 16 pessoas na sala de audiência ao mesmo tempo.
Entretanto: fico 10 horas sem comer? É que com os restaurantes fechados não estou a ver como e onde posso almoçar...
E já agora: sem poder ir à delegação estatal , como é que preparo o trabalho??

(Da série "somos governados por perfeitos atrasados mentais").

Circovid em marcha!
 
Os seguintes membros Gostam desta publicação: migel

Offline AREZ II (IRMÃO)

Re: Confinamento Geral 15 de Janeiro 2021 - Anexo decreto-lei
« Responder #287 em: 14/01/2021, 18:38 »
 
Caro SM , Casconha ,

Espero que se encontre bem , a sua anterior mensagem foi apagada , o decreto-lei em questão ja o publiquei ontem à noite em PDF (página 19)

Sem mais de momento
 
Os seguintes membros Gostam desta publicação: migel

Online casconha

Re: Tudo relacionado com o Coronavírus
« Responder #288 em: 14/01/2021, 19:12 »
 


Ok,tudo bem não me tinha apercebido
 
Os seguintes membros Gostam desta publicação: migel

Offline AREZ II (IRMÃO)

Re: fila de 11 ambulâncias no hospital de Torres Vedras
« Responder #289 em: 15/01/2021, 22:59 »
 
A Urgência covid-19 do hospital de Torres Vedras tem uma fila de onze ambulâncias, apurou a TVI.

Há relatos de idosos infetados que tiveram de aguardar sete horas numa viatura à espera de vaga

A maioria dos infetados são idosos de lares.





Por não haver médicos nem enfermeiros nas instituições, todos os casos são enviados para o hospital.

A TVI sabe também que a fazer a triagem dos doentes estão seis equipas.

Os casos mais graves ficam internados, os restantes aguardam até terem vaga.


Acompanhe no link abaixo

https://www.noticiasaominuto.com/pais/1667115/covid-19-fila-de-uma-dezena-de-ambulancias-em-hospital-de-torres-vedras
 

Online Claram

Re: Tudo relacionado com o Coronavírus
« Responder #290 em: 18/01/2021, 10:25 »
 
AO MINUTO: País com mais novos casos por milhão; Medidas mais apertadas

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.
AO MINUTO: País com mais novos casos por milhão; Medidas mais apertadas


© Getty Images
Notícias ao Minuto

18/01/21 07:32 ‧ Há 2 Horas por Catarina Correia Rocha


Poderão estar a caminho medidas (ainda) mais apertadas. O Governo vai reunir-se hoje em Conselho de Ministros extraordinário para aprovar medidas adicionais de combate à Covid-19, face ao agravamento dos efeitos da pandemia em Portugal. Recorde-se que, no passado dia 13, o Executivo decretou novas medidas, entre as quais o dever de recolhimento domiciliário, que entraram em vigor às 00h00 da passada sexta-feira passada.

No domingo, o Presidente da República alertou que a situação "é muito crítica" e considerou que o confinamento não está a ser levado a sério. Marcelo Rebelo de Sousa admitiu um agravamento de medidas e disse que apoiará, se for essa a decisão do Governo. O Estado de Emergência vai estender-se até ao fim deste seu mandato presidencial.

Também a ministra da Saúde, Marta Temido, se mostrou preocupada com o comportamento dos portugueses e alertou que todo o sistema de saúde está "muito próximo do limite".

O boletim epidemiológico divulgado este domingo pela Direção-Geral da Saúde (DGS), deu conta de 10.385 novos casos de Covid-19 e mais 152 mortes, máximos em ambos os indicadores. Em termos acumulados, Portugal contabiliza 549.801 contágios e 8.861 óbitos.


Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:




Noticias ao minuto
 

Online Claram

Re: Tudo relacionado com o Coronavírus
« Responder #291 em: 18/01/2021, 10:28 »
 
Supermercados não podem vender estes bens a partir de hoje. Veja a lista

A medida, anunciada pelo Governo na semana passada, entra em vigor esta segunda-feira. Consulte aqui os artigos que têm de sair das prateleiras dos supermercados.
Supermercados não podem vender estes bens a partir de hoje. Veja a lista


Notícias ao Minuto

18/01/21 08:28 ‧ Há 1 Hora por Notícias Ao Minuto com Lusa

Economia Supermercados


Entram hoje em vigor medidas decretadas pelo Governo no âmbito deste novo confinamento, que durará, pelo menos, até ao final do mês. Para evitar a concorrência desleal, porque há estabelecimentos que estão obrigados a encerrar, o Governo decretou que há um conjunto de artigos que têm de sair das prateleiras dos supermercados.

"A partir das 00h00 do dia 18 de janeiro de 2021, os estabelecimentos de comércio a retalho que comercializem mais do que um tipo de bem e cuja atividade é permitida no âmbito do Decreto n.º 3-A/2021, de 14 de janeiro, não podem comercializar, em espaço físico, bens tipicamente comercializados nos estabelecimentos de comércio a retalho encerrados ou com a atividade suspensa nos termos do mesmo decreto", pode ler-se no diploma publicado na sexta-feira em Diário da República.

A lista de artigos 'proibidos' nos supermercados é a seguinte:

    Mobiliário, decoração e produtos têxteis para o lar;
    Jogos e brinquedos;
    Livros;
    Desporto, campismo e viagens;
    Vestuário, calçado e acessórios de moda.

O despacho que proíbe supermercados e hipermercados de venderem produtos como livros ou roupa durante o confinamento não prevê qualquer contraordenação em caso de incumprimento, mas vai haver "vigilância atenta" da ASAE, diz o secretário de Estado do Comércio.

"Não está prevista nenhuma contraordenação associada ao incumprimento desta medida", disse à Lusa o secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor, João Torres, acrescentando que acredita que as empresas vão cumprir, tal como tem acontecido com outras restrições adotadas para combater a pandemia da Covid-19.

O governante afirmou que haverá "uma vigilância atenta por parte da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE)", mas sublinhou ter "muita segurança" de que "as empresas e os operadores económicos saberão estar à altura das suas responsabilidades porque é justamente sempre isso, em particular neste setor, que têm feito".

A Confederação Empresarial de Portugal (CIP) mostrou-se contra a proibição de venda de artigos como livros, roupa e objetos de decoração nos supermercados, defendendo que esta vem causar danos económicos e privar os consumidores.


Noticias ao minuto
 

Online Sininho

Re: Tudo relacionado com o Coronavírus
« Responder #292 em: 18/01/2021, 11:46 »
 
“Vacinas COVID-19: qual o papel dos serviços para pessoas com deficiência?”

No dia 27 de janeiro, das 13H00 às 14H30 (hora de Lisboa) a European Association of Service Providers for Persons with Disabilities - EASPD - vai realizar o Webinar “Vacinas COVID-19: qual o papel dos serviços para pessoas com deficiência?”.

A Europa continua a enfrentar desafios significativos devido à propagação da pandemia COVID-19. No entanto, a criação de várias vacinas está a dar esperança a milhões de pessoas, em particular àqueles que foram os mais afetados pela pandemia o que inclui milhões de pessoas com deficiência, bem como os milhões de profissionais que prestam atendimento e apoio social e de saúde.

Os prestadores de serviços desempenham e desempenharão um papel fundamental na distribuição das vacinas, mas surgem muitas questões importantes:
Quais os profissionais de saúde e pessoas com deficiência devem e podem ter prioridade na vacinação?
Como informar os funcionários, pessoas com deficiência e suas famílias sobre a vacinação COVID-19?
Como é que os serviços de apoio podem facilitar a vacinação COVID-19?
Como é que as vacinas COVID19 estão sendo administradas nos serviços de apoio às pessoas com deficiência nos diferentes países?
A EASPD, Associação Europeia de Prestadores de Serviços às Pessoas com Deficiência, pretende abordar e dar resposta a estas e outras questões.

Efetue a sua inscrição AQUI-> https://us02web.zoom.us/webinar/register/WN_aOFjSeTdRpSlqaqPA2K70A (este evento é transmitido na língua inglesa).

Para mais informações pode consultar a página da EASPD->https://www.easpd.eu/en/content/registrations-open-covid-19-webinar-vaccine-deployment-what-role-support-services.

Fonte: INR
Queira o bem, plante o bem e o resto vem...
 

Online migel

Re: Tudo relacionado com o Coronavírus
« Responder #293 em: 18/01/2021, 11:53 »
 

Covid-19: ARS contratam profissionais e recorrem a militares e médicos internos para rastrear cadeias de transmissão


TIAGO PETINGA/LUSA

No Norte foram contratados 94 profissionais e em Lisboa e Vale do Tejo há um concurso a decorrer. ARS contam com a ajuda de militares, médicos internos, estudantes de enfermagem e profissionais cedidos pelos municípios para a realização dos inquéritos epidemiológicos

18 JANEIRO 10:30


Nos últimos meses foram contratados dezenas de profissionais para reforçar as equipas de saúde pública para rastrear as cadeias de transmissão da covid-19. De acordo com o "Jornal de Notícias", a Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte contratou 94 pessoas, dos quais 52 licenciados. "Outras contratações poderão acontecer, se a necessidade o justificar", adiantou a ARS daquela região.

Já em Lisboa e Vale do Tejo, a respetiva ARS referiu ao "Jornal de Notícias" que foram contratados 40 profissionais licenciados para integrarem o Gabinete Regional de Intervenção para a Supressão da Covid-19. Neste momento, está também a decorrer um concurso para recrutamento de licenciados nas áreas de psicologia, nutrição, fisioterapia, higiene oral, e medicina dentária para realização dos inquéritos epidemiológicos. Por estar ainda aberto, "é prematuro adiantar mais informações" sobre o concurso, referiu a ARS.


Além das contratações feitas diretamente pelas ARS, estão também a colaborar nos inquéritos epidemiológicos, militares, médicos internos e outros profissionais cedidos pelos municípios. Por exemplo, a região de Lisboa e Vale do Tejo conta com mais de 200 militares, mais de 100 médicos internos e cerca de 80 trabalhadores dos vários municípios, como técnicos superiores, assistentes técnicos, técnicos de serviço social, psicólogos e nutricionistas.

No Norte colaboram também estudantes de enfermagem e enfermeiros em especialização e, na região Centro, estão 54 militares e "várias dezenas" de médicos internos de Saúde Pública a realizar os inquéritos epidemiológicos.

Na semana passada, durante a reunião no Infarmed, os especialistas referiam que é desconhecida a origem de 87% dos casos positivos - ou porque as pessoas não sabiam a origem da infeção, ou porque nunca foram contactadas.


Fonte: Expresso
 

Online migel

Re: Tudo relacionado com o Coronavírus
« Responder #294 em: 18/01/2021, 14:12 »
 
Portugal somou mais 6.702 infetados com o novo coronavírus e 167 mortes relacionadas com a Covid-19, indica o boletim epidemiológico divulgado esta segunda-feira pela Direção-Geral de Saúde (DGS).


As medidas do novo confinamento geral têm um horizonte de um mês. António Costa admitiu que na segunda quinzena as restrições poderiam ser aligeiradas ou agravadas, mediante a evolução epidemiológica. No entanto, o caminho parece ser o do endurecimento das regras. Esta segunda-feira, o Governo reúne -se em sede de Conselho de Ministros extraordinário para fazer um balanço dos primeiros dias do confinamento e decidir medidas adicionais de combate à pandemia.


Noticias ao minuto
 

Online migel

Re: Tudo relacionado com o Coronavírus
« Responder #295 em: 19/01/2021, 14:45 »
 
COVID-19: Marcelo assinou decreto com novas medidas e diz que fecho das escolas vai ser ponderado
N.N./Lusa

19 jan 2021 13:26

COVID-19: Quase um terço dos recuperados regressa ao hospital cinco meses depois por causa das sequelas
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, assinou esta terça-feira o decreto do Governo que altera a regulamentação do estado de emergência e as medidas impostas durante o confinamento geral que vigora até ao final de janeiro.

"Sendo certo que já dentro de uma semana, em sessão por ele sugerida, haverá nova reflexão com os especialistas acerca de outras temáticas, como as respeitantes ao ano letivo em curso, e beneficiando já de mais dados sanitários, o Presidente da República assinou o decreto do Governo que que altera a regulamentação do estado de emergência", lê-se numa nota publicada hoje no portal da Presidência na Internet.

Fonte oficial disse à Lusa que o diploma já foi referendado pelo primeiro-ministro, António Costa, e seguiu para publicação em Diário da República.

Em declarações aos jornalistas, no Campus de Carcavelos da Universidade Nova de Lisboa, o Presidente da República disse que recebeu o decreto com as medidas do Governo de madrugada e assinou-o hoje de manhã para seguir para referenda pelo primeiro-ministro e entrar em vigor, o que já aconteceu.


Fecho das escolas vai ser ponderado
O quadro geral de medidas de combate à COVID-19, incluindo a abertura das escolas, vai ser ponderado na próxima semana, em nova reunião com especialistas e audiências aos partidos na terça-feira, anunciou o Presidente da República.

"Na semana que vem, terça-feira haverá uma sessão epidemiológica e na sequência do isso haverá a renovação, mais uma, do estado de emergência. Eu ouvirei os partidos na própria terça-feira. E nessa ocasião se ponderará o quadro geral das medidas, nomeadamente a questão das escolas", declarou Marcelo Rebelo de Sousa, no Campus de Carcavelos da Universidade Nova de Lisboa.

Questionado se faz sentido manter abertas as escolas, o chefe de Estado e recandidato ao cargo respondeu que "é isso que ponderado na sessão aberta" de terça-feira com especialistas sobre a situação da covid-19 em Portugal, que acontecerá dois dias depois das eleições presidenciais de domingo.

Continue a lêr: https://lifestyle.sapo.pt/saude/noticias-saude/artigos/presidente-assinou-decreto-do-governo-sobre-novas-medidas-do-confinamento
 

Online migel

Re: Tudo relacionado com o Coronavírus
« Responder #296 em: 19/01/2021, 14:52 »
 
Escolas. Concelhos de risco extremamente elevado iniciam testes rápidos

Indicação foi dada esta terça-feira pelo Ministério da Educação.


© Shutterstock

Notícias ao Minuto
19/01/21 14:42 ‧ HÁ 7 MINS POR NOTÍCIAS AO MINUTO


 
Arranca esta quarta-feira a campanha de testagem rápida, através de testes rápidos de antigénio (Trag), nos estabelecimentos de ensino públicos e privados com ensino secundário localizados em concelhos de risco extremamente elevado, avançou, hoje, o ministério da Educação num comunicado enviado às redações.


NOticias ao minuto
 

Online migel

Re: Tudo relacionado com o Coronavírus
« Responder #297 em: 19/01/2021, 14:57 »
 
Covid-19. Portugal regista mais 218 mortes (novo máximo) e 10.455 casos
Já é conhecido o boletim epidemiológico desta terça-feira.


© Getty Images

Notícias ao Minuto
19/01/21 14:50 ‧ HÁ 5 MINS POR NOTÍCIAS AO MINUTO

PAÍS COVID-19


Portugal registou, nas últimas 24 horas, mais 10.455 infetados com o novo coronavírus e 218 mortes relacionadas com a Covid-19, indica o boletim epidemiológico divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral de Saúde (DGS).


De lembrar que Portugal somou, esta segunda-feira, mais 6.702 infetados com o novo coronavírus e 167 mortes - o maior número de sempre ao superar os 166 registados no sábado.


Noticias ao minuto
 

Online casconha

Re: Tudo relacionado com o Coronavírus
« Responder #298 em: 19/01/2021, 19:43 »
 

Médicos chineses são filmados admitindo que sabiam que o coronavírus era mortal

Profissionais de Wuhan já sabiam sobre as mortes por vírus já em dezembro de 2019


Documentaristas filmaram secretamente médicos admitindo interferência do Estado chinês (Reprodução)

Médicos chineses foram secretamente filmados admitindo que sabiam o quão perigoso era o coronavírus quando começou a fazer vítimas em Wuhan - mas dizem que foram instruídos a mentir sobre assunto, minimizando a gravidade do problema.
Profissionais dizem que sabiam sobre as mortes por vírus já em dezembro de 2019, mas foi em meados de janeiro quando a China informou pela primeira vez à OMS sobre uma fatalidade.Eles também perceberam que o vírus estava se propagando entre humanos, mas os hospitais foram instruídos a “não dizer a verdade”. Os apelos para cancelar as festividades do Ano Novo Lunar foram rejeitados porque as autoridades queriam “apresentar uma sociedade harmoniosa e próspera”.O novo testemunho, que será transmitido nesta terça-feira, 19, à noite, em um documentário da ITV chamado “Outbreak: The Virus That Shook The World”, vai de encontro às negativas da China de que encobriu a epidemia em seus primeiros dias.A China informou pela primeira vez à OMS sobre 27 casos da então desconhecida doença em 31 de dezembro de 2019, sem mortes relatadas até meados de janeiro.Mas médicos chineses filmados secretamente por um jornalista cidadão dizem que já sabiam que o vírus era mortal.Um médico disse: “Na verdade, no final de dezembro ou início de janeiro, o parente de alguém que eu conheço morreu deste vírus. Muitos dos que viviam com ele também foram infectados, incluindo pessoas que conheço.”Em 12 de janeiro, a OMS dizia que não havia “nenhuma evidência clara de transmissão de humano para humano”, a partir de relatos “seguros” da China.

Cinco meses antes
Recentemente, cientistas em Milão afirmam ter encontrado anticorpos causados ​​pelo coronavírus em amostras de sangue coletadas de pacientes com câncer em setembro de 2019, cinco meses antes de o primeiro caso de transmissão doméstica do país ser documentado.No Brasil, amostras de esgoto coletadas na cidade de Florianópolis (SC), em novembro de 2019, também apresentaram vestígios do vírus, resultados que também precisam ser confirmados.Se confirmado o caso da Itália, isso significaria que a doença se espalhou da China para a Europa meses antes do que se pensava, e levantaria sérias questões sobre se Pequim sabia da doença muito antes de relatá-la ao mundo.

Fonte:oliberal/Redação Integrada com informações do Daily Mail



 

Online migel

Re: Tudo relacionado com o Coronavírus
« Responder #299 em: 21/01/2021, 09:02 »
 
Covid-19: Governo decide hoje encerrar creches, escolas e universidades a partir de sexta-feira
MadreMedia / Lusa
21 jan 2021 00:27
Atualidade
Escolas Covid-19

O Governo vai decidir hoje, em Conselho de Ministros, o encerramento de todos os estabelecimentos de ensino, do Básico ao Superior, com efeitos a partir de sexta-feira, disse à agência fonte do executivo.
Covid-19: Governo decide hoje encerrar creches, escolas e universidades a partir de sexta-feira

"A informação que o Governo recebeu na quarta-feira, após reunião com epidemiologistas, foi considerada muito relevante e determinante para a decisão, tendo em conta o crescimento da variante britânica do novo coronavírus em Portugal", salientou a mesma fonte.

Com esta medida, o objetivo principal do Governo, "é isolar todo o sistema escolar", já que, "não havendo aulas, evita-se que as pessoas sejam forçadas a sair de casa".

Os pormenores das medidas de agravamento do confinamento geral serão comunicados hoje no final da reunião do Conselho de Ministros.

Na quarta-feira à noite, numa mensagem que publicou nas redes sociais, o primeiro-ministro referiu que o Governo vai analisar na quinta-feira as informações sobre a "alarmante progressão" da epidemia em Portugal, designadamente o crescimento da variante britânica do novo coronavírus, e "decidirá em conformidade" para "salvar vidas".



"Reuniremos o Conselho de Ministros, analisaremos todas estas informações e decidiremos em conformidade, com a certeza de que a nossa prioridade é salvar vidas e controlar a pandemia" escreveu António Costa.

Na sua mensagem, o líder do executivo referiu que, logo que chegou de Bruxelas, onde esteve com agenda no âmbito da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia, reuniu-se "de emergência com os ministros de Estado e da Presidência, da Saúde, da Educação e da Ciência e do Ensino Superior".


"Fizemos um ponto de situação sobre a alarmante propagação da pandemia em Portugal. E analisámos detalhadamente a relevante informação que os epidemiologistas partilharam hoje com o Governo, designadamente sobre o crescimento da variante britânica do vírus no nosso país", acrescentou o primeiro-ministro.


Também esta noite, em entrevista à RTP, a ministra da Saúde, Marta Temido, admitiu que o Governo poderá agravar já na quinta-feira as medidas de combate à covid-19, estando em cima da mesa o encerramento das escolas.

"Há momentos, no regresso do primeiro-ministro de reuniões no exterior, fizemos uma reunião por `zoom´ e estivemos a discutir vária informação que hoje [quarta-feira], ao final da tarde, o grupo de peritos, de epidemiologistas e técnicos de saúde que habitualmente connosco reúne no Infarmed, nos transmitiu", afirmou Marta Temido na "Grande Entrevista" da RTP3.

Questionada se "em cima da mesa estava a possibilidade de fechar, de imediato, as escolas", a ministra da saúde respondeu que "sim".

Segundo Marta Temido, a reunião de quarta-feira com os epidemiologistas trouxe "algumas alterações" às estimativas anteriores, o que "obrigará a novas reflexões sobre medidas a tomar" para controlar a pandemia da covid-19.

"Essas medidas que foram acertadas entre alguns ministros como possíveis, amanhã [quinta-feira] serão discutidas em Conselho de Ministros e depois serão transmitidas pelo primeiro-ministro aos portugueses", afirmou Marta Temido.

Na terça-feira, durante o debate sobre política geral na Assembleia da República, António Costa admitiu a possibilidade de se proceder a um encerramento de escolas caso fique demonstrado que a variante inglesa do novo coronavírus, que é mais contagiosa, se está a tornar dominante nos estabelecimentos de ensino.

"Neste momento, estamos a bater-nos para manter as escolas abertas, já que sabemos o enorme custo social que representa fechá-las. Na quarta-feira [hoje], vamos iniciar uma campanha de testes rápidos em todas as escolas, tendo em vista reforçar a segurança", disse em resposta ao presidente do Grupo Parlamentar do PSD, Adão Silva.


Logo a seguir, no entanto, o líder do executivo advertiu que, "se esta semana se souber, por exemplo, que a estirpe inglesa se tornou dominante no país, então, muito provavelmente, terão mesmo de fechar as escolas".

Portugal registou na quarta-feira 219 mortes relacionadas com a covid-19 e 14.647 novos casos de infeção com o novo coronavírus, os valores mais elevados desde o início da pandemia, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim da DGS, estão internadas 5.493 pessoas internadas, mais 202 do que na terça-feira, das quais 681 em unidades de cuidados intensivos, ou seja, mais 11, dois valores que também representam novos máximos da fase pandémica.

O número de internamentos está a subir desde o dia 1 de janeiro, dia em que estavam 2.806 pessoas internadas.


Sapo24
 
Os seguintes membros Gostam desta publicação: casconha

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo