iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Liftech

mobilitec

onlift
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Anuncie Aqui

TotalMobility

Rehapoint
myservice

Tecnomobile

Liftech

Multihortos

Anuncie Aqui

Anuncie Aqui

Autor Tópico: Gripe das aves detetada em Lisboa numa exploração de perus  (Lida 141 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Online Nandito

 
Gripe das aves detetada em Lisboa numa exploração de perus

N.N./Lusa
30 set 2022 18:34



EPA/JENS BUETTNER

Um novo foco de gripe das aves foi confirmado numa exploração comercial de perus de engorda no concelho de Alenquer, em Lisboa, subindo para 31 o número de focos, anunciou a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV).

“No dia 29 de setembro, foi confirmado novo foco de infeção por vírus da Gripe Aviária (GA), numa exploração comercial de perus de engorda, na freguesia de Abrigada e Cabanas de Torres, concelho de Alenquer, distrito de Lisboa”, lê-se numa nota divulgada pela DGAV.

As medidas de controlo já foram implementadas, como a inspeção do local e o abate dos animais afetados.

Já as explorações de aves nas zonas de proteção num raio de três quilómetros em redor do foco e nas zonas de vigilância, num raio de 10 quilómetros em redor do foco, também foram inspecionadas e notificadas.

A DGAV notou que o vírus da gripe aviária de alta patogenicidade, do subtipo H5N1, tem afetado, na União Europeia, aves selvagens e domésticas.

Em Portugal, o primeiro foco de gripe aviária foi detetado em 30 de novembro de 2021, numa capoeira doméstica, em Palmela, distrito de Setúbal.

31 focos de gripe aviária

Desde aí e até 29 de setembro de 2022, foram confirmados 31 focos de gripe aviária.

Destes, 19 correspondem a aves domésticas, incluindo explorações comerciais de perus, galinhas e patos, uma coleção privada de aves, capoeiras domésticas e aves mantidas em parque urbano, mais 12 focos em aves selvagens.

Em 21 de setembro, tinha sido identificado em duas aves selvagens nas praias de Francemar, Vila nova Gaia, e Fonte da Telha, Almada.

A DGAV voltou a apelar para que os detentores de aves cumpram as medidas de segurança e as boas práticas de produção.

Por outro lado, pediu o reforço dos procedimentos de higiene nas instalações, equipamentos e materiais.

“A notificação de qualquer suspeita deve ser realizada de forma imediata, para permitir uma rápida e eficaz implementação das medidas de controlo da doença no terreno”, vincou.

A DGAV é um serviço central da administração direta do Estado, com autonomia administrativa.







Fonte: lifestyle.sapo.pt                      Link: https://lifestyle.sapo.pt/saude/noticias-saude/artigos/gripe-das-aves-detetada-em-lisboa-numa-exploracao-de-perus
 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
     
Voltar ao topo