Deficiente-Fórum

..:: Deficiente-Forum - Inclusão Social ::.. => Duvidas & Ajudas => Solidariedade => Tópico iniciado por: migel em 12/06/2019, 11:11

Título: A história do menino a quem Ronaldo deu um abraço: "Não me lembro do que ele disse. Foi tanta emoção
Enviado por: migel em 12/06/2019, 11:11
A história do menino a quem Ronaldo deu um abraço: "Não me lembro do que ele disse. Foi tanta emoção..."

(https://external.flis7-1.fna.fbcdn.net/safe_image.php?d=AQB3E5NLX47AvAf8&w=540&h=282&url=https%3A%2F%2Fstatic.globalnoticias.pt%2Fdn%2Fimage.aspx%3Fbrand%3DDN%26type%3Dgenerate%26guid%3D6c9abbab-54b3-4a80-a250-215d3b6b1669%26w%3D800%26h%3D420%26watermark%3Dtrue%26t%3D20190610225900&cfs=1&upscale=1&fallback=news_d_placeholder_publisher&_nc_hash=AQDBLGJQt3Bnamtp)

Um cartaz à beira da estrada a dizer "Cristiano dá-me um abraço" fez que o autocarro da seleção parasse. E Cristiano deu o abraço. Quem o pedia era Eduardo, a quem foi diagnosticado leucemia aos 15 meses, e que ainda hoje não vai à escola, devido à sua imunodeficiência.

Ana Mafalda Inácio
10 Junho 2019 — 22:59


Eduardo fez 11 anos no dia 4 de junho e recebeu uma das maiores prendas que poderia receber. Um abraço do craque Cristiano Ronaldo. É um fã desde há muito tempo. Há dois anos esteve quase a realizar o sonho de poder estar junto do jogador, mas a doença que o atacou aos 15 meses, e contra a qual ainda luta, não o permitiu.

A mãe conta ao DN como foi: "Vários meninos do IPO do Porto iriam fazer uma viagem em que estariam com o Ronaldo. O Eduardo queria muito ir, mas os médicos tinham muito receio em relação ao seu sistema imunitário, por causa do avião. E também só podiam ir 12 crianças, o Eduardo já estava a mais e acabou por não ir."

Vera, que em setembro do ano passado deu o seu testemunho ao DN sobre como o cancro do filho afetou a sua vida como mãe e da sua família, confessa que, na altura, foi uma tristeza para ele. Então, desta vez, "foi o pai que teve a ideia. Disse-lhe que iriam ver passar o autocarro e que levavam um cartaz a pedir um abraço, talvez Ronaldo o visse", contou ao DN.



Fonte: DN