iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Anuncie Aqui

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Anuncie Aqui

TotalMobility
myservice

Tecnomobile

Anuncie Aqui

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: Plantas Medicinais  (Lida 79826 vezes)

0 Membros e 5 Visitantes estão a ver este tópico.

Online Neo

Re: Plantas Medicinais
« Responder #90 em: 09/06/2012, 11:09 »


Nome popular
        PATA-DE-VACA





Nome científico   Bauhinia forficata Link

Parte usada   Folhas, flores, raízes e/ou cascas do tronco.

Propriedades terapêuticas   Purgativa, diurética

Indicações terapêuticas   Problemas do aparelho urinário, diabetes

Informações complementares

       Indicações:

  Hipogliceminante (antidiabético), purgativo e diurético. Para problemas do aparelho urinário.


Preparo e dosagem:

  Infusão: 2 xíc. de cafezinho da folha picada em 1/2 litro de água ou 1  folha picada por xíc. de chá, tomar 4 a 6 xíc. de chá ao dia (diabetes).  Não interromper a dieta específica para diabetes.

  Infusão: flores (purgativo). 

Pó: feito com cascas e folhas secas. Usar na forma de decocção, com uma  colher de sopa em 150 ml de água (1 xíc.). Tomar 1/2 a 1 xíc. de chá ao  dia.   



Fonte:plantasmedicinais-ciagri

#FICAEMCASA
 

Online Neo

Pepino
« Responder #91 em: 09/06/2012, 11:10 »


Nome popular
        PEPINO






Nome científico   Cucumis sativus L.

Família   Cucurbitaceae

Propriedades terapêuticas   Calmante, refrescante, mineralizante, estimulante.

Indicações terapêuticas   Gota, artrites, reumatismo, problemas renais e do  coração. É um ótimo tônico para o fígado, vesícula e rins. Pelo seu alto  teor de enxofre, é essencial para a pele, cabelos e unhas.

Informações complementares

                                           Caracteristicas

  É uma hortaliça anual de caule flexível com gavinhas. Pode crescer  rastejando pelo chão ou como trepadeira, se encontra suporte. Suas  flores são amarelas e divididas, na mesma planta, em um grupo de  masculinas e femininas. As abelhas são muito importantes para a  polinização e produção. 


 Os frutos são ovalados e compridos e tem a casca lisa ou enrugada, conforme a variedade. Quando estão maduros, ficam amarelados. 


Origem

  Espécie nativa da Índia, atualmente cultiva-se em todos os países. Era  apreciado pelos israelitas durante o seu cativeiro no antigo Egito e foi  citado no texto bíblico referente á travessia do deserto comandado por  Moisés.

Os antigos hebreus gostavam de comer seus frutos em conservas,  chamando de “pikkes” várias plantas desta família. Acredita-se que venha  daí o nome de picles que hoje usamos como sendo de origem inglesa. No  Brasil o pepino é cultivado desde o século 16. 


Usos e Propriedades

  Tem boas quantidades de vitaminas A,B,C e K e minerais de flúor,  potássio, fósforo, cálcio, sódio, silício, enxofre, cloro, magnésio e  ferro. É um alimento calmante, refrescante, mineralizante e estimulante.


 Tem grandes “virtudes” terapêuticas: é conhecido como um dos melhores  diuréticos naturais, por isso é recomendado para os que sofrem de gota,  artrites, reumatismo, problemas renais e do coração.


 É um ótimo tônico para o fígado, vesícula e rins. Pelo seu alto teor de enxofre, é essencial para a pele, cabelos e unhas. 


Clima

  É uma planta muito sensível ao frio e não se desenvolve bem abaixo dos  15ºC nem tolera geadas. Prefere as temperaturas mais quentes, na faixa  dos 22 aos 25ºC. Mas, em temperaturas altas e dias longos, o número de  flores femininas diminui, reduzindo portanto o número de frutos.                                 


Solo

   Adapta-se bem em solos areno-argilosos, leves, de acidez média a fraca, ricos em matéria orgânica e bem drenados. 





plantasmedicinais-ciagri

#FICAEMCASA
 

Online Neo

Picão-preto
« Responder #92 em: 09/06/2012, 11:11 »


Nome popular
        PICÃO-PRETO





Nome científico   Bidens pilosa L.

Família   Compostas

Sinonímia popular   Cuambú, guambú

Sinonímia científica   Bidens edrescens (Velloso)

Parte usada   Folha

Indicações terapêuticas   Icterícia, fígado, bexiga, dor de estômago, intestino, gripe, febre, diabetes, inflamação da garganta

Informações complementares

       Aconselhado para a cura da icterícia. Tem ação acentuada sobre o  fígado e a bexiga, beneficiando a função hepática e restabelecendo a  diurese normal.

Aconselhado nas doenças das vias urinárias. Empregado  também contra as dores do estômago e do intestino provocadas por  flatulências, na gripe e nas febres em geral.


 O chá das folhas é útil na leucorréia, na diabete e nas inflamações da garganta.




plantasmedicinais-ciagri

#FICAEMCASA
 

Online Neo

Abacate
« Responder #93 em: 20/06/2012, 09:37 »
Abacate




Sinonímia popular
   

Abacate, abacateiro

Parte usada
   Folha, fruto (polpa) e semente (caroço)

Propriedades terapêuticas
   Diurética, carminativa, afrodisíaca

Indicações terapêuticas
   Diarréia, disenteria, dor de cabeça, contusão


O abacate é o fruto comestível do abacateiro, que é uma árvore da família da laureáceas, nativa do México ou da América do Sul (Persea americana), hoje extensamente cultivada - incluindo nas Ilhas Canárias e na Ilha da Madeira - e muito popular no Brasil. São conhecidas mais de 500 variedades, de três origens diferentes: a guatemalteca, a antilhana e a mexicana. A parte comestível é a polpa verde-amarelada, de consistência mole, que envolve a grande semente. Tem mais de 30% de gorduras, é rica em açúcares e vitaminas e possui um dos mais elevados teores de proteínas dentre as frutas. É consumido isoladamente ou em saladas temperadas com molhos.

O abacate era amplamente cultivado antes da conquista espanhola, mas só mereceu a atenção dos horticultores no século XIX. O nome nahuatl (asteca) do fruto é ahuacatl (o qual significa testículo - analogia com a sua forma), que originou, em espanhol, a palavra aguacate. O abacate é um fruto arrendondado ou piriforme, de peso médio de 500 a 1.500g. Sua casca varia, em colorido, do verde ao vermelho-escuro, passando pelo pardo, violáceo ou negro. As suas duas principais variedades são a Strong (cor verde) e a Hass (cor roxa). A árvore, o abacateiro, atinge até 15 ou 20 m e cresce melhor em climas quentes.

Informações complementares

O fruto (polpa) e o caroço (semente) devem ser consumidos ainda frescos, podendo ficar na geladeira por algum tempo. A folha pode ser usada verde ou seca em geral para fazer chá.

O chá da folha do abacateiro é diurético e carminativo (elimina gases intestinais) e ajuda a vesícula a liberar a bile, melhorando a digestão das gorduras. Evite tomar grandes quantidades diárias do chá (mais de 2 xícaras/dia), pois sendo diurético pode reduzir muita a pressão arterial em pessoas que tenham essa doença.

Sendo diurético também procure tomar pela manhã e no máximo até 17 horas.

O caroço (semente) tostado e moído bem fino combate a diarréia e a disenteria.

A polpa do abacate é considerada afrodisíaca. Já no caroço (semente) concentra-se parte do poder de aumentar a libido.

A polpa pode ser consumida com mel ou melaço de cana (use pouco) e recomendo evitar o uso de qualquer tipo de açúcar, seja o branco, invertido, demerado ou mascavo. Pode ser misturado com iogurte e outros alimentos.

A polpa é muito rica em nutrientes, vitaminas, sais minerais, antioxidantes e principalmente gordura boa. Suas gorduras são parecidas com as do azeite de oliva e seu teor de colesterol é irrisório ao contrário do que muita gente pensa. É boa para o coração e vasos.

O abacate escurece por ação do oxigênio do ar sobre os nutrientes contidos na polpa produzindo radicais livres. Assim acontece com a banana, a maçã, batata e outros vegetais depois de cortados quando perdem a proteção da casca que funciona como uma roupa protetora. Para evitar o escurecimento da polpa passe um pouco de limão, rico em vitamina C, que tem ação anti-radicais livres.

As cascas são ricas em fitonutrientes que protegem as plantas contra a ação dos radicais livres. É por isso que deve-se comer a casca de algumas verduras e frutas. Com isso estamos consumindo seus nutrientes que também nos protege.

Mas existe um cuidado a ser tomado. Algumas frutas como o morango - um dos mais ricos em nutrientes, ao serem cultivados recebem uma carga muito grande de herbicidas que se acumulam exatamente na casca. Outros alimentos também tratados com muito herbicida são o tomate e a batata do reino.

Procure comprar em feiras onde se vendem produtos sem uso de agrotóxicos e de boa procedência.

Do ponto de vista prático seu uso mais freqüente em fitoterapia é como chá diurético.

Afrodisíaco
O macerado do caroço (sem a folha, nem cânfora) preparado com vinho branco ou álcool de cereais para se obter um extrato também é usado como afrodisíaco. Deixar em infusão durante pelo menos 20 dias (quanto mais tempo melhor) em frasco de vidro escuro, protegido da luz. Procure agitar pelos menos uma vez ao dia. Depois de pronto pode-se tomar um cálice/dia.

Creme amaciante para face ou mãos
Polpa do fruto maduro, mel de abelha. Amasse, faça uma massa cremosa (1/4 da polpa, 1 colher de sopa de mel de abelha). Aplique e deixe cerca de 30 a 40 minutos. Retire com água fria. Use pelo menos duas vezes por semana.

Corte um abacate ao meio, retire a polpa e coloque-a em um recipiente de vidro, madeira ou cerâmica. Acrescente duas colheres (sopa) de mel e amasse bem, até que a mistura adquira a consistência de um creme. Passe, em movimentos circulares, no rosto, nas mãos, nos cotovelos, nos joelhos e em outras áreas ressecadas do corpo. Deixe por meia hora e depois retire com água fria abundante.

Dores de cabeça reumáticas e contusões
A folha e a semente picadas colocadas em repouso durante pelo menos 5 dias combate dores de cabeça, reumáticas e contusões. Infusão: 1 colher picada de folha, outra de semente ralada, 1 xícara de álcool de cereais a 60%, 1 pedra de cânfora; aplicar nas partes doloridas com chumaço de algodão. Essa infusão não deve ser bebida, é para uso tópico no local afetado.

Cuidado
A polpa é muito rica em calorias e deve ser evitada por quem faz dieta para perder peso. Já para atletas e malhadores de academias, desde de que orientados, é uma boa fonte de energia, substituindo com larga vantagem as mortais e venenosas margarinas e manteigas.

Valor Alimentício
Com a polpa, azeite de oliva e iogurte natural desnatado e uma pitada de sal marinho iodado se faz um delicioso e nutritivo creme que pode ser usado no lugar da manteiga, margarina e maionese industrializada.

O abacate, apesar de ser uma fruta com alto teor de gordura, é excelente para a dieta dos atletas da musculação e do fitness. Isto não é um paradoxo, como veremos a seguir.

Ainda há pouco tempo o abacate era considerado uma delícia decadente, mas estudos recentes fizeram com que os benefícios nutricionais dessa fruta se tornassem melhor compreendidos.

ABACATES estão cheios de gordura, mas é do tipo saudável, a gordura insaturada. Abacates podem fazer parte de uma dieta saudável para qualquer pessoa, mas eles são especialmente benéficos para os bodybuilders, que necessitam de gordura insaturada. Para obter o máximo dessa fruta, os atletas a usam em substituição a outras fontes de gordura menos saudáveis, como margarina, manteiga ou maionese.

Meio abacate de tamanho médio contém: zero de sódio, 8 gramas de fibras e aproximadamente 14 gramas de gordura. Desta gordura, 8 gramas são do tipo insaturado, 3 poliinsaturado e apenas 3 gramas são de gordura saturada. Esta generosa dose de gordura não saturada ajuda a manter o colesterol baixo e a proteger contra problemas cardíacos.

O Comitê Consultivo para Orientação de Dietas, do Departamento de Dietas, do Departamento de Agricultura e Saúde dos Estados Unidos, sugeriu pela primeira vez em sua edição do ano 2000, que gorduras insaturadas deveriam fazer parte de uma dieta saudável. Este é um endosso muito importante, considerado que as recomendações do Comitê tendem a ser conservadoras.

De acordo com a Comissão do Abacate da Califórnia, a fruta também é rica em vitaminas C e E, ácido fólido, potásio e do fitonutriente beta-sistoterol (que pode ajudar a baixar o colesterol do sangue), glutationa, bem como, em antioxidantes.

Os antioxidantes são especialmente benéficos para atletas da musculação e do fitness, pois ajudam a destruir os radicais livres gerados pelo treinamento intenso. A obtensão de antioxidantes por meio de frutas e vegetais é altamente recomendável, pois fornecem antioxidantes típicos, diferentes daqueles encontrados nos suplementos.

A cada 30 gramas, o abacate contém três vezes a glutationa* de bananas, maçãs, melões, uvas, ameixas ou cerejas. Ele é também um excelente alimento diário leve em carboidratos, pois meio abacate contém apenas 7 gramas de carbo, aproximadamente.

O abacate de casca verde escura enrugada é o mais comum e produz o ano inteiro. Antes de consumir um abacate, confira se ele está maduro: sensível a uma leve compressão e fácil de descascar. Coma ao natural ou tempere como desejar, guarde bem fechado mas antes salpique com limão para não escurecer.

O ABACATE, chamado "butterfruit" (fruta-manteiga) é com certeza um alimento muito agradável para musculadores, pois sua cremosidade melhora o sabor de alimentos secos como a batata e o peito de frango. Trinta gramas de abacate (mais ou menos 3 colheradas) contêm 55 calorias e quase 5 gramas de gordura. Igual quantidade de manteiga contém 215 calorias e 24 gramas de gordura.

Uma excelente forma de incorporá-lo à dieta é utilizá-lo no lugar da maionese ou da manteiga. Com textura macia e sabor suave, o abacate é uma saborosa alternativa para os cremes de queijo e outros geralmente usados para cobertura de batatas e pães. Batido, ele substitui com vantagem a maionese e outros ingredientes menos saudáveis em saladas.

Fruto originado do continente americano, o abacate é notadamente rico em gordura sendo fonte de ácido oleico e de calorias. Até pouco tempo atrás, seu consumo era vetado para portadores de obesidade, hipertensão arterial, diabetes, dislipidemias, doenças cardiovasculares e outras patologias que estão associadas ao acúmulo de gordura no organismo, devido a inter-relação entre a alimentação e a origem destas doenças.

O abacate pode ser encontrado na América Latina e outras regiões subtropicais e tropicais do mundo, sendo que o Brasil ocupa hoje o quarto lugar como produtor deste fruto, antecedido apenas pelo México, Estados Unidos e República Dominicana.

Aproximadamente 70% do peso do abacate se refere à polpa do fruto. A composição centesimal média do abacate encontra-se descrita no Quadro 1 mostrado a seguir.

Fica evidente que o abacate é fonte de muitos nutrientes, destacando-se as fibras e os lipídeos, além de contribuir com calorias. Mesmo sem poder ser considerado como fonte protéica, o abacate contém quantidades muito superiores às demais frutas neste quesito. Na composição lipídica, a quantidade de ácido oleico se destaca no abacate. Esteróis, alcoóis, tocoferóis e carotenos também se fazem presente. Cabe enfatizar que, tanto a variedade como o clima de cultivo podem interferir no teor dos nutrientes do fruto.

Dada a relevância do consumo de abacate em dietas de determinados países, incluindo o Brasil, estudos foram feitos, especialmente no México, relatando o papel protetor que os componentes do abacate possuem tanto na prevenção como no tratamento de cardiopatias.



Ednatureza

#FICAEMCASA
 

Online Neo

Ameixa
« Responder #94 em: 20/06/2012, 09:38 »
Ameixa




Uso medicinal

Graças ao seu conteúdo em fibra (especialmente pectina), carboidratos, magnésio, sódio e potássio, a ameixa é laxativa, recomendando-se contra a prisão de ventre obstinada.

Médicos afirmam que a ameixa fresca é um magnífico agente terapêutico contra as enfermidades causadas pelos ácidos e associadas às hiperlipidemias, principalmente pelo ácido úrico, tais como o reumatismo, a artrite, a gota; a arteriosclerose, a nefrite etc; ácidos e/ou gorduras originados por uma alimentação excessiva, à base de proteínas, gorduras saturadas e colesterol.

A ameixa fresca é indicada contra as hemorróidas e a hipocondria.

Diurética como é, recomenda-se contra as afecções de caráter inflamatório das vias urinarias.

É, ainda, "desobstruente" do fígado, "depurativa" do sangue e "desintoxicante" do aparelho digestivo, pelo que se emprega com êxito nas afecções febris do estômago e do intestino.

No tratamento das afecções das vias respiratórias (anginas, catarros etc.)

Valor Alimentício

A ameixa, consumida ao natural, fresca, seca ou demolhada, é um alimento saboroso e saudável. É também muito apreciada em compotas, geléias, sopas, purês, ou em mistura com figos secos, passas de uvas ou nozes raladas. Por suas propriedades laxativas, convém aos intestinos preguiçosos. Mesmo crianças pequenas podem beneficiar-se da "água da ameixa" em caso de prisão de ventre.

A ameixa, conforme a variedade, apresenta algumas diferenças de valor nutricional. Por exemplo, a ameixa-vermelha é rica em provitamina A, ao passo que as outras variedades são relativamente pobres. A ameixa-amarela é, por sua vez, mais doce e energética, além de conter um pouco mais de proteína. A ameixa-preta apresenta elevada atividade aquosa, sendo a mais apropriada para o tratamento das afecções urinárias.


segs

#FICAEMCASA
 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo