iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Anuncie Aqui

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Anuncie Aqui

TotalMobility
myservice

Tecnomobile

Anuncie Aqui

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: 6 passos para melhorar o desempenho do computador  (Lida 2158 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Neo

Seguir alguns passos muito simples é capaz de fazer seu computador decolar novamente.

[youtube][/youtube]

Com o tempo, um computador pode perder rendimento. Isso é normal e acontece por diferentes motivos, principalmente devido a programas e arquivos desnecessários mantidos no disco rígido. Por isso, fazer uma manutenção periódica é primordial.

Em mais um tutorial do Tecmundo, vamos mostrar algumas medidas nada complexas que você pode tomar para manter a sua máquina sempre com o desempenho ideal, sem ter que reinstalar tudo ou até mesmo formatar o HD.


1. Desapegue e desinstale

Muitas vezes — quase sempre, para falar a verdade —, um programa não é removido completamente, mesmo que conte com um bom desinstalador próprio. Portanto, a nossa primeira dica é fazer uma análise de tudo o que está instalado no sistema e desinstalar por completo o que não for necessário.

Uma excelente ferramenta é o Revo Uninstaller, software que você pode baixar. Ele tem quatro opções de desinstalação, sendo uma delas bastante avançada, pois além de apagar as pastas relacionadas ao programa removido, ela executa uma verificação no registro e no disco rígido para garantir que nenhum arquivo inútil fique no HD.


Link da Web: DOWNLOAD



2. Não ocupe todo o espaço que tem

Um disco rígido é como um quarto. Por maior que seja, quanto mais é guardado lá, mais difícil fica encontrar o que se precisa. No caso de um HD, quanto mais ele é ocupado, mais lento ele fica para conseguir achar um dado específico em meio a tantos outros.

Há vários programas que ajudam você a saber quais são os “comilões” do espaço de um HD. Um deles é o WinDirStat, que, além de criar gráficos, também mostra o espaço que diferentes pastas ocupam no computador.



Link da Web: DOWNLOAD


3. Startup do Windows: uma faca de dois gumes

Fazer com que um software seja inicializado juntamente com o Windows tem seu lado bom, afinal, é prático ter um programa pronto para ser usado assim que o computador é ligado. Contudo, não se pode exagerar na dose, pois, se muitos aplicativos são disparados com o sistema operacional, a inicialização de uma máquina pode ficar muito lenta.

Para definir quais programas devem ser inicializados com o Windows, abra o Menu Iniciar, digite “msconfig” na barra de buscas e tecle Enter. Na aba “Inicialização de Programas”, deixe marcado somente os softwares realmente necessários, mantendo desativadas as atualizações que rodam em segundo plano. Mas seja prudente: analise cada item e não desmarque o que você não sabe exatamente o que é.



4. Hora da faxina

É comum que o sistema operacional acumule arquivos não utilizados e que o registro mantenha entradas não mais válidas. Um dos melhores remédios para esses males é o CCleaner, um famosíssimo e eficiente limpador.

Ao abrir o programa, observe os botões à esquerda. Em “Cleaner”, há opções para limpar os arquivos temporários do Windows, do seu navegador e da Lixeira. Já a aba “Registry” analisa e limpa o registro — e não se preocupe, pois o programa oferece opção para que se faça um backup do registro antes de limpá-lo.



Link da Web: DOWNLOAD



5. Nada de fragmentos

Com a movimentação frequente de arquivos, é normal que o disco rígido fique fragmentado. Para resolver tal cenário, a solução é desfragmentar o HD. O Windows conta com um aplicativo nativo para a tarefa, mas há controvérsias quanto ao seu desempenho. Uma boa alternativa é o Auslogics Disk Defrag, um programa simples que, além de desfragmentar o disco rígido, ainda o otimiza.



Link da Web: DOWNLOAD



6. Atenção também ao hardware

Limpar o computador no sentido literal da palavra — ou seja, tirar as peças e mandar o pó para fora.

Trocar as peças por novas também é uma boa mudança. Um exemplo é utilizar um disco rígido do tipo SSD (Solid State Disk). Apesar de não ser barato, ele pode fazer o seu sistema operacional decolar.





Fonte: tecmundo.com.br

#FICAEMCASA
 
Os seguintes membros Gostam desta publicação: Nandito

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo