iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Anuncie Aqui

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Ortopediareal
myservice

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: Velejador algarvio acaba Mundial de Vela Adaptada em 10º lugar  (Lida 165 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline rodrigosapo

Velejador algarvio acaba Mundial de Vela Adaptada em 10º lugar


Guilherme Ribeiro, velejador do Iate Clube Marina de Portimão – Vela Solidária, terminou, este domingo, 7 de Julho, o Campeonato […]

Guilherme Ribeiro, velejador do Iate Clube Marina de Portimão – Vela Solidária, terminou, este domingo, 7 de Julho, o Campeonato do Mundo de Vela Adaptada, classe Hansa 303 individuais, em 10º lugar.

«O velejador de 48 anos, que iniciou o seu percurso na vela apenas em 2013, tem vindo a evoluir de forma consistente nos últimos anos e conseguiu o seu objetivo e entrou no Top 10 dos melhores velejadores do mundo na sua classe», diz o projeto Vela Solidária, promovido pela Teia d’Impulsos.

«A Baía de Cadiz apresentou condições ideais para a prática de vela ao longo dos cinco dias de campeonato e a prova foi renhida, com 36 velejadores de todo o mundo a competir pelo pódio».

Piotr Cichocki, da Polónia, levou a medalha de ouro com 16 pontos. Chris Symonds, australiano, levou a prata com 35 pontos e Chi-Chian Wu, de Taipei, ficou em terceiro com 37 pontos.

Guilherme Ribeiro fez um campeonato bastante regular, com exceção do último dia que apurava os 10 velejadores que iriam disputar a Regata das medalhas. Mas apesar de uma prestação menos boa, conseguiu apurar-se, e terminou a última regata no 10° lugar, apenas com a distância do comprimento de um barco do 9° lugar.

«Quando represento Portugal, é um orgulho. Ter conseguido entrar no top 10 dos melhores do mundo, é de ir às lágrimas», disse Guilherme Ribeiro.

Apesar de não terem chegado à Medal Race, a prestação dos outros velejadores portugueses também foi de assinalar.

Luís Ramalho, também velejador do Iate Clube Marina de Portimão – Vela Solidária, ficou em 25° lugar na geral. Apesar do resultado, Luís melhorou bastante no último dia de apuramento, chegando a conseguir ficar em 5° lugar numa regata, com 18 barcos em prova.

Pedro Reis e Daniel Cunha, do Clube Naval de Cascais, terminaram em 14° e 33°, respetivamente.

O velejador Pedro Reis tinha como objetivo manter o seu registo, de 8° lugar, alcançado no campeonato do mundo de 2018, nos Estados Unidos, mas foi traído no último dia de apuramento, por uma largada em falso, tendo partido adiantado.

A menos de três meses do Campeonato da Europa a realizar em Portimão, Guilherme Ribeiro diz que o objetivo é apenas um: «colocar os nossos velejadores portugueses a lutar pelas medalhas».

O Campeonato Europeu de Vela Adaptada irá decorrer de 5 a 12 de Outubro, em Portimão.


Por Sul Informação • 8 de Julho de 2019 - 12:01
 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo