mobilitec

ergometrica

Ortopedia Moderna

Lismedica

Anuncie Aqui
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Ortopediareal
Anuncie Aqui

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: A história da mulher que amputou a perna em criança e se tornou modelo 20 anos depois  (Lida 100 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Online migel

A história da mulher que amputou a perna em criança e se tornou modelo 20 anos depois

Tessa Snyder decidiu amputar uma perna depois de ter sido diagnosticada com cancro e de ter passado sete meses em quimioterapia



Tessa Snyder, uma modelo de Filadélfia, Estados Unidos, partilhou os detalhes do cancro que teve em criança, que a levou a optar por amputar uma perna, quando tinha apenas 11 anos. A modelo, que desfilou na “Dream Walk Fashion Show”, foi diagnosticada com cancro no fémur direito, em 2000, depois de os médicos terem pensado que as dores que Tessa tinha eram de crescimento.

Acordava todos os dias para a escola com dores e elas pioravam ao longo do dia. Numa manhã, acordei em lágrimas porque levei algum tempo a conseguir dobrar a minha perna”, contou Tessa ao Daily Mail.

A dor tornou-se insuportável e Tessa foi submetida a uma biopsia para determinar a causa das dores. A jovem lembra-se do dia em que recebeu as notícias que mudaram a sua vida.

Estava sentada numa sala com um cirurgião e ele explicou-me que tinha cancro. Um osteossarcoma, para ser precisa.”

De acordo com a Medipédia, “um osteossarcoma ou sarcoma osteogénico é o cancro do osso mais frequente e agressivo. Costuma surgir entre os 10 e os 20 anos de idade, normalmente em ossos longos, como o fémur ou a tíbia.”

Depois do diagnóstico, Tessa começou os tratamentos de quimioterapia durante sete meses. Os pais disseram-lhe que havia uma solução para terminar com o seu sofrimento. A solução passava por amputar a perna que tinha o tumor, o que poderia limitar a hipótese de ela voltar a ter cancro naquele membro inferior.

Os meus pais queriam dar-me a hipótese de decidir aquilo que eu queria fazer. Mostraram-me fotografias de pessoas amputadas que tinham vidas maravilhosas, que podiam andar, correr e praticar desporto. Na minha mente, eu pensei ‘Se eu poder livrar-me da minha perna e nunca mais ter de passar por este sofrimento novamente, por que não?’”

Alguns meses depois dos tratamentos, Tessa pediu aos médicos que lhe amputassem a perna para conseguir ter mais hipóteses de vencer o cancro. Tessa viu a sua decisão tornar-se realidade a 29 de setembro de 2000.

Seguiram-se anos de luta. Tessa teve problemas com a sua imagem e autoestima depois de ter perdido o seu cabelo devido à quimioterapia. Sentiu-se afastada dos amigos e passou pelo processo de aprender a andar com a prótese que lhe foi colocada.

Houve momentos de frustração e raiva, mas nunca pensei em desistir”, conta Tessa.




Em 2001, Tessa recebeu a boa notícia de que tinha vencido o cancro. Depois da luta que travou, a modelo sentiu-se agradecida pela segunda oportunidade de vida que havia tido e pela decisão que tomou.

A minha prótese faz parte de mim e é quem eu sou. Dá-me a capacidade de me levar a lugares que quero conhecer e de viver a vida com os meus filhos e o meu marido.”

Graças à forma como se adaptou à sua nova vida, Tessa foi convidada para ser modelo por um dia e realizou um dos seus grandes sonhos. Desfilou no evento “DreamWalk Fashion Show”, em Filadélfia, onde mostrou que todas as pessoas e todos os corpos são bonitos.

 
Atualmente com 29 anos, Tessa sente-se mais bonita do que nunca e sente-se preparada para viver totalmente a sua vida.

Adoro que quase aos 30 anos me sinta mais bonita e sexy do que nunca."

Graças à doença que teve, Tessa ficou mais forte e aprendeu a gostar de si mesma. Neste momento, espera conseguir inspirar outros amputados a aceitarem-se.

Levei quase 20 anos para aceitar a minha prótese. Há dias em que não me apetece usá-la porque me dói. Mas percebi que não poderia continuar a viver a minha vida a odiar algo que não posso mudar. Se eu poder ajudar uma pessoa com a minha experiência então já valeu a pena. Hoje agradeço à menina de 11 anos que não desistiu", contou Tessa.

Fonte e videos: https://tvi24.iol.pt/internacional/cancro/mulher-que-amputou-uma-perna-em-crianca-torna-se-modelo
 
« Última modificação: 29/10/2018, 13:00 por migel »
 
Os seguintes membros Gostam desta publicação: Nandito

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo