iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Liftech

mobilitec

onlift
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Ortopedia Real

TotalMobility

Rehapoint
myservice

Tecnomobile

Liftech

Multihortos

Drive Mobility

Elos de Ternura

Autor Tópico: Tudo em relação VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19: AS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NÃO PODEM FICAR ESQUECIDAS  (Lida 12231 vezes)

0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.

Online migel

Re: Tudo em relação VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19
« Responder #75 em: 12/07/2021, 10:20 »
 
70% da população adulta com a vacinação completa daqui "a quatro semanas"

Previsão foi revelada pelo secretário de Estado da Saúde, Diogo Serra Lopes.
70% da população adulta com a vacinação completa daqui "a quatro semanas"


© Getty Images


12/07/21 10:15 ‧


Osecretário de Estado da Saúde, Diogo Serra Lopes, admitiu, esta segunda-feira, que 70% da população adulta em Portugal deverá ter a vacinação completa contra a Covid-19 daqui "a quatro semanas", já em agosto. 


Sublinhando que o ritmo da vacinação tem acelerado bastante, como estava previsto, o responsável explicou que os seus cálculos prendem-se com o intervalo de tempo da administração da segunda dose das pessoas que foram agora vacinadas pela primeira vez.

"Tanto para a Pfizer como para a Moderna, o prazo para a segunda dose são quatro semanas e, portanto, dentro de quatro semanas esses 70% [da população adulta] estarão certamente atingidos", adiantou Diogo Serra Lopes, em declarações à RTP, esta manhã.

Importa referir que Graça Freitas, diretora-geral da saúde, também destacou, ontem, em entrevista à TSF e ao Jornal de Notícias, que o país está com um "excelente ritmo de vacinação" e previu que "no início de setembro, cerca de 80% da população elegível recebeu uma dose, e 70% duas doses".

A responsável referiu também que, caso estes números referentes à vacinação se verifiquem, Portugal fica com um "nível de imunidade bastante bom", mesmo com a variante delta em circulação.

"Não havendo risco zero, e dependendo, mais uma vez, da situação epidemiológica nessa altura, creio que a tendência será para assumir a nossa vida com alívio das medidas", avançou ainda Graça Fretas. 





Notícias ao Minuto
« Última modificação: 12/07/2021, 14:52 por migel »
 
Os seguintes membros Gostam desta publicação: Paulo, Nandito

Online Nandito

 
Auto-agendamento já arrancou para os maiores de 18 anos

O alargamento do auto-agendamento permite que as pessoas entre os 18 e os 23 anos, inclusive, possam também agendar a vacina contra a Covid-19. Até agora estava disponível para maiores de 23 anos.

Joana Morais Fonseca
13:52


Já arrancou o auto-agendamento da vacinação contra a Covid-19 para os utentes com idade igual ou superior a 18 anos. Esta plataforma online tem vindo a estar disponível por faixas etárias por ordem decrescente e permite escolher o local e a data em que os cidadãos pretendem ser inoculados.

Esta indicação já consta na página do Governo dedicada à Covid-19. Este alargamento permite, assim, que as pessoas entre os 18 e os 23 anos, inclusive, possam também agendar a vacina contra a Covid-19, já que até então esta plataforma estava apenas disponível para os utentes com idade igual ou superior a 23 anos.


Fonte: : Portal do Governo dedicado à Covid-19

Na última semana, Portugal enfrentou uma diminuição da quantidade de vacinas disponíveis, após nas duas semanas anteriores terem sido administradas cerca de 1,7 milhões de vacinas em território nacional, superando as expectativas da task force. Nesse sentido, e dado que a grande adesão levou a que vários centros de vacinação tivessem as vagas completamente preenchidas, o planeamento da vacinação teve que ser revisto, pelo que o auto-agendamento dos maiores de 20 anos, que era para ter arrancado no dia 14 de julho, só arrancou esta semana e vai iniciar-se em paralelo com os maiores de 18 anos.

ssim, a “ideia, agora, é abrir o auto-agendamento logo a partir dos 18 anos, em vez de ser apenas a partir de 20 anos, todos ao mesmo tempo”, explicou fonte da task force, na semana passada, ao Público (acesso pago).

Face a esta situação, a ministra da Saúde veio esclarecer que Portugal deverá receber, nos próximos dias, mais doses de vacinas Pfizer, mediante a cedência de outros países e “cujas campanhas de vacinação estão noutra fase”. Além disso, o coordenador do plano de vacinação contra a Covid-19 revelou, na sexta-feira, que o Governo português chegou a acordo com a Noruega, que vai ceder vacinas a Portugal.

Lançada a 23 de abril, a plataforma de agendamento permite que as pessoas possam escolher o local em que pretendem ser vacinadas. Além disso, podem também escolher as datas que lhes são sugeridas e, caso não exista vaga, optar por ficarem na lista de espera ou escolherem outro ponto de vacinação.

Em Portugal, há já mais de 6,8 milhões de portugueses vacinados com pelo menos uma dose da vacina (o que representa 67% da população), dos quais mais de 5,3 milhões de cidadãos já completaram o processo de vacinação (53% da população), de acordo com o relatório divulgado pela Direção-Geral da Saúde, na terça-feira.

Fonte: eco.sapo.pt       Link: https://eco.sapo.pt/2021/07/28/auto-agendamento-ja-arrancou-para-os-maiores-de-18-anos/
"O Senhor detesta o caminho dos ímpios, mas ama quem busca a justiça"  Provérbios 15:9"
 

Online migel

 
Vacinação: “Casa Aberta” passa a estar disponível para todos com idade igual ou superior a 16 anos


Por Andreia Félix Coelho em 06:15, 16 Ago 2021



A modalidade ‘Casa Aberta’, que permite receber a primeira dose da vacina contra a covid-19 sem marcação, está disponível a partir de hoje para todos os utentes que tenham 16 ou mais anos.

Nos últimos dias, esta modalidade esteve bloqueada aos utentes com mais de 18 anos, já que a task force da vacinação concentrou todos os esforços no fim de semana para vacinar os jovens de 16 e 17 anos. Agora, fica novamente disponível para todos.

Como aceder à modalidade ‘Casa Aberta’?

Antes de tirar a senha digital, os utentes devem verificar no portal da afluência se o centro de vacinação pretendido, que tem de ser obrigatoriamente localizado no concelho de residência, tem o “semáforo verde”, para evitar filas.

De seguida, para recorrer ao sistema de senha digital, os utentes devem aceder ao portal e tirar uma senha no próprio dia em que pretendem ser vacinados.

A grande maioria dos centros já dispõe do sistema de senhas digitais, mas caso o centro escolhido seja um dos que ainda não tem esta funcionalidade disponível, os utentes devem dirigir-se ao local, mesmo sem marcação, dentro do horário de funcionamento do centro escolhido.

Os horários de funcionamento da “casa aberta” podem ser consultados aqui.   https://covid19.min-saude.pt/casa_aberta


Fonte: https://multinews.sapo.pt/atualidade/vacinacao-casa-aberta-passa-a-estar-disponivel-para-todos-com-idade-igual-ou-superior-a-16-anos/
 

Online Nandito

 
Covid-19: quem tomou vacina da Janssen vai receber segunda dose


Por Francisco Laranjeira   em 18:14, 18 Nov 2021



Fonte imagem: multinews.sapo.pt


Os jovens vacinados com a Janssen vão ser o próximo alvo das autoridades de saúde nacionais, que irão adaptar o plano para a administração da dose de reforço para incluir, a seguir aos mais idosos e aos profissionais de saúde, os jovens adultos do sexo masculino, que têm sido o motor da infeção da SARS-CoV-2, devido à menor eficácia da vacina contra a Covid-19 da Janssen que foi administrada sobretudo entre estes indivíduos.

De acordo com a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, o reforço aplica-se a todas as pessoas a partir dos 18 anos, cumprindo um intervalo de 90 dias após a toma da primeira dose.

“Todas as pessoas que vão fazer reforço, vão fazê-lo com uma vacina mRNA”, disse, referindo-se à vacina da Pfizer e a da Moderna.

Graça Freitas explicou que as medidas anunciadas “estarão numa norma publicada ainda hoje [esta quinta-feira]”. “Com a vacinação da Janssen mais um milhão de pessoas ficam elegíveis para a dose de reforço”.

Recorde-se que a incidência de novos casos ao longo de duas semanas por 100 mil habitantes no último mês e meio revelam que esta é constantemente superior no sexo masculino do que no sexo feminino: segundo os dados da última quarta-feira, dia com as mais altas incidências desde 3 de outubro, o valor entre os homens ficou perto dos 310 casos, mas não passou dos 218,5 casos entre as mulheres. No dia anterior, tinha-se registado o maior fosso entre os dois sexos: uma diferença de 95,6 casos, de 294,5 nos homens para 198,8 nas mulheres.

“Estamos a fazer este apelo ao reforço porque a proteção vai decaindo ao longo do tempo. Esta dose de reforço é para que no inverno volte a haver uma subida da dose de anticorpos. Queremos que as pessoas se disponham a vir ao processo de vacinação”, salientou Graça Freitas.



Fonte: multinews.sapo.pt          Link: https://multinews.sapo.pt/noticias/covid-19-quem-tomou-vacina-da-janssen-vai-receber-segunda-dose/
"O Senhor detesta o caminho dos ímpios, mas ama quem busca a justiça"  Provérbios 15:9"
 

Online Nandito

 
Covid-19: Proteção da vacina da Janssen cai de 67% para “metade ou menos” após 90 dias

Por Revista de Imprensa   em 08:39, 19 Nov 2021


Fonte imagem: multinews.sapo.pt

Ao fim de três meses após a toma da vacina de dose única Janssen, a sua proteção diminui de 67%, que é a eficácia observada duas semanas após a toma, para “metade ou menos”, explicou ao jornal Expresso o epidemiologista Manuel Carmo Gomes, que integra a comissão técnica de vacinação contra a covid-19 da DGS.

“Existe já muita evidência, incluindo dados portugueses, que mostram um decaimento da proteção contra a infeção, mesmo que seja assintomática, conferida pelas vacinas. Nas pessoas que tomaram apenas uma dose esse decaimento é mais rápido do que naquelas a quem foi administrada uma vacina de mRNA [Pfizer e Moderna]. Os seus anticorpos decaem mais depressa e, ao fim de três meses, a proteção cai para valores muito baixos. Estamos preocupados com a falta de proteção contra a infeção dessas pessoas”, explicou ao jornal o especialista.

Por isto, as pessoas vacinadas com a vacina da Johnson & Johnson vão ser elegíveis para receber uma dose de reforço, como anunciou ontem a DGS.

Com o reforço, que será realizado através de vacinas mRNA como a da Pfizer, a proteção já aumenta para níveis “acima de 80%”, garante ainda ao Expresso Luís Graça, imunologista que também pertence à comissão técnica de vacinação da DGS.

Manuel Carmo Gomes ressalva que quem foi vacinado com a Janssen não fica, porém, em desavntagem. “O sistema imunitário aprende muito depressa. Já houve, por assim dizer, um arranque, o sistema imunitário já conhece o vírus por esta altura. O reforço ao fim de três meses dará um grande impulso à produção de anticorpo”, explica.


Fonte: multinews.sapo.pt           Link: https://multinews.sapo.pt/atualidade/covid-19-protecao-da-vacina-da-janssen-cai-de-67-para-metade-ou-menos-apos-90-dias/
"O Senhor detesta o caminho dos ímpios, mas ama quem busca a justiça"  Provérbios 15:9"
 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo