mobilitec

ergometrica

Ortopedia Moderna

Lismedica

Anuncie Aqui
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Ortopediareal
Anuncie Aqui

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: A guerra na Síria roubou as pernas a Ahmad. O basquetebol devolveu-lhe o ânimo  (Lida 67 vezes)

0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.

Offline pantanal

A guerra na Síria roubou as pernas a Ahmad. O basquetebol devolveu-lhe o ânimo

Ahmad chegou à primeira divisão turca de basquetebol em cadeira de rodas, Anwar conseguiu uma prótese para a sua perna amputada e Whalid move-se com mais conforto. Em Esmirna há um centro de reabilitação, financiado pela UE, que ajuda refugiados a recuperar de ferimentos de guerra e acompanha portadores de deficiências graves.

ANTÓNIO SARAIVA LIMA , em Esmirna 3 de Novembro de 2018,


Anwar, amputado devido a uma bomba em Aleppo EREN AYTUG/COMISSÃO EUROPEIA


A Ahmad, Anwar e Whalid une-os a nacionalidade síria, a vida de refugiados, na Turquia, e até o local de onde vêm, Alepo. Têm, no entanto, necessidades médicas e perspectivas de vida totalmente distintas. Os motivos que os levaram até ao Centro de Reabilitação Física de Esmirna são, por isso, também diferentes. Mas entre recuperar a vontade de viver, conseguir uma prótese para andar ou obter uma cadeira de rodas para se deslocar com maior conforto não há grande diferença. São todos triunfos notáveis para quem sobreviveu à guerra na Síria e conseguiu ultrapassar as limitações do acesso à saúde na Turquia para melhorar a sua vida.

No âmbito da protecção temporária concedida em 2014 pela Turquia aos cidadãos da Síria, os mais de 3,5 milhões de refugiados deste país que residem no país têm de acesso gratuito a determinados serviços, como a Saúde. Esse privilégio não inclui tratamento especializado. Uma realidade difícil para feridos de guerra, deficientes e doentes com necessidades especiais que não têm, na maioria dos casos, capacidade para pagar medicamentos e tratamentos.


Foi com a missão de facilitar o acesso dos refugiados mais vulneráveis a tratamento especializado que abriu o centro de reabilitação de Esmirna — um dos bons exemplos que nasceu do polémico acordo entre a União Europeia e a Turquia — que incluiu a deportação para a Turquia de todos os requerentes de asilo que chegassem à Grécia de forma irregular — que Bruxelas e Ancara mostraram a um grupo de jornalistas, entre eles o do PÚBLICO.



Financiado pela UE através do mecanismo de assistência aos refugiados, acordado com o Governo de Recep Erdogan em 2016, este centro situado numa rua estreita do bairro de Kahramanlar é gerido por duas organizações não-governamentais: a Müdem e a Relief International.


Continue a lêr aqui: https://www.publico.pt/2018/11/03/mundo/noticia/guerra-roubou-ahmad-uso-pernas-basquetebol-devolveulhe-animo-1849678
 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo