iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Liftech

mobilitec

onlift
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Anuncie Aqui

TotalMobility

Rehapoint
myservice

Tecnomobile

Liftech

Multihortos

Anuncie Aqui

Elos de Ternura

Autor Tópico: Páteo da Memória: o alojamento pensado de raiz para hóspedes com mobilidade reduzida  (Lida 208 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Online Nandito

 
Páteo da Memória: o alojamento pensado de raiz para hóspedes com mobilidade reduzida

04/09/2022 às 21:30


Não vai ter obstáculos nenhuns     Fonte de imagem: pit.nit.pt

Na Quinta do Anjo, é uma homenagem ao irmão da fundadora, que nasceu com paralisia cerebral. Abrirá portas em 2023.

Portas estreitas, muitas escadas e falta de rampas. À primeira vista, estas características arquitetónicas não parecem ser determinantes na escolha do alojamento para passar uns dias de férias. A não ser que a pessoa em questão tenha limitações físicas e mobilidade reduzida. Nesse caso, estas barreiras físicas são uma verdadeira dor de cabeça — que podia ser perfeitamente evitada.

A lista de resorts incríveis com tudo incluído, alojamentos locais com vista para o mar e turismos rurais no meio da natureza é imensa. Contudo, muitos deles ainda não estão preparados para receber hóspedes com mobilidade reduzida, como era o caso do irmão mais velho de Marta Fortuna, de 51 anos.

Com paralisia cerebral desde que nasceu, devido a “um pós-parto que demorou 24 horas e que provocou falta de oxigenação”, Manuel Hélder, mais conhecido como Mané, sempre sentiu muitas dificuldades quando ia passar férias com a família. Não por estar preso a uma cadeira de rodas, mas porque a maioria dos alojamentos estavam cheios de barreiras à mobilidade que dificultavam a experiência.

“Não havia rampas, só tínhamos escadas. As portas eram muito estreitas e mesmo dentro de casa era difícil andar de cadeira de rodas. Existiam poucas casas térreas disponíveis e era muito importante que não tivessem obstáculos”, conta a irmã Marta Fortuna. Ainda assim, nunca deixaram de ir de férias.

“Fazíamos tudo o que fosse possível para lhe dar essa alegria porque ele compreendia, gostava de socializar e sair”, diz. Em homenagem ao irmão, que infelizmente já faleceu, e a todas as outras pessoas com problemas semelhantes, Marta Fortuna decidiu avançar com um alojamento ecofriendly e criado de raiz a pensar nos hóspedes com mobilidade reduzida, onde tudo será estudado para ser eficiente.

Este será o quinto projeto do Páteo da Memória, um conjunto de alojamentos locais com habitações destinadas ao turismo rural situados na freguesia da Quinta do Anjo (em Palmela), no distrito de Setúbal. “Sou educadora de infância e esta ideia surgiu porque tinha duas casas dos meus avós na zona antiga da Quinta do Anjo que já estavam a ficar velhotas. Como já estava cansada da escola, falei com a minha irmã, marido e mãe para as transformar em alojamentos”, explica.

As primeiras a receber hóspedes foram a Casa da Farinha e a Casa do Moleiro, duas propriedades repletas de memórias: “Temos recordações muito agradáveis dessas casas, brincávamos muito na rua, isto há 40 anos. Achámos que Páteo da Memória era um nome que fazia sentido”.

Tudo começou em 2017 e, cinco anos depois, estão prestes a abrir um alojamento local no centro da Quinta do Anjo com um conceito diferente. Além de ser dedicado a visitantes com mobilidade reduzida, também será amigo do ambiente, construído com madeira e cortiça e pensado para funcionar com fontes de energia renováveis.

Tal como os outros alojamentos, será pet friendly, já que os animais de companhia são admitidos mediante pedido e sem custos adicionais. “O que nos agradou mais foi o facto de receberem muito bem o nosso cão, de termos sido bem recebidos pela Marta, que se mostrou sempre disponível e atenta às nossas necessidades. Fomos recebidos com um queijo e vinho. Toda a casa estava muito bem limpa”, refere nos comentários do Booking a hóspede de um dos alojamentos.

O novo alojamento está já em fase de construção e, se tudo correr bem, deverá abrir ao público em janeiro do próximo ano. O projeto vai ter duas suites e um pequeno apartamento, sendo que a moradia pode ser reservada na sua totalidade ou apenas um dos quartos. Tanto as suites como o apartamento terão casas de banhos e lounges privados para estarem todos em família.

A área exterior também terá cadeiras e mesas, uma zona de barbecue e um jardim. Será uma casa “sem qualquer tipo de obstáculos” e, se for necessário, terá uma rampa para facilitar a entrada.

“O meu conceito é todos diferentes e todos iguais. É fazer com que uma pessoa dita normal se aperceba das coisas diferentes, porque, ao não viverem essa realidade, nunca saberão que existe. Mas esta não é uma casa de saúde, é um espaço interessante e bonito que pode receber um idoso, um deficiente ou qualquer outra pessoa”, sublinha a responsável.

Percorra a galeria para ver como será este novo alojamento na Quinta do Anjo.


O projeto em 3D.  Fonte de imagem: pit.nit.pt


Veja mais fotos da galeria de imagens clicando em baixo no link oficial da noticia.







Fonte: pit.nit.pt                        Link: https://pit.nit.pt/familia/pateo-da-memoria-o-alojamento-pensado-de-raiz-para-hospedes-com-mobilidade-reduzida
"O Senhor detesta o caminho dos ímpios, mas ama quem busca a justiça"  Provérbios 15:9"
 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
     
Voltar ao topo