iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Anuncie Aqui

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Pros Avos

Ortopediareal
myservice

Tecnomobile

TotalMobility

Multihortos

Drive Mobility

Autor Tópico: Velejador portimonense luta por lugar nos Jogos Paralímpicos de 2016  (Lida 743 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline SLB2010

Velejador portimonense luta por lugar nos Jogos Paralímpicos de 2016

   

João Pinto


O velejador João Pinto, natural de Portimão, vai estar presente a partir de sábado, 28, no Mundial de Vela Paralímpica, em Williamstown, Melbourne, Austrália, com o objetivo de lutar por um lugar nos Jogos Paralímpicos de 2016.

As águas australianas recebem esta semana a frota de 2.4mR para o Para World Sailing Championships, com 51 barcos de 26 nações registados para competir.

Entre a lista de velejadores, que se encontra no Royal Yacht Club of Victoria, estão os mais sonantes nomes da vela paralímpica, com medalhados para-olímpicos, campões do mundo e dos velejadores mais experientes em vela ligeira.

Longe da luta pelo título, haverá também uma disputa interessante entre atletas que lutam por um lugar nos Jogos Paralímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, entre os quais o velejador portimonense João Pinto, da equipa Vela Solidária/Iate Clube da Marina de Portimão.

Com oito nações já qualificadas para o Rio2016, sete lugares ainda estão disponíveis e 18 atletas competem pelos mesmos.

O atleta, natural de Portimão, entrou no mundo da vela paralímpica em 2013 na sequência de um acidente de mota que o deixou paraplégico, juntando-se à Vela Solidária para responder à sua necessidade de se manter ativo e de ter desafios a superar, através da competição, e de ser uma ajuda e um exemplo para outros.

No Mundial de Vela Paralímpica, João Pinto vai disputar uma classe nova - a 2.4mR -, na qual apenas teve pouco mais de um mês de experiência.

Ainda assim, Pinto foi convocado pela Federação Portuguesa de Vela para representar Portugal no ParaSailing World Championship.

“A responsabilidade é enorme, pois joga-se a possibilidade de se fazer história com uma participação nos Jogos Paralímpicos numa classe individual de vela”, refere João Pinto.


Fonte: http://www.regiao-sul.pt/noticia.php?refnoticia=156825
 

 



Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo