iacess

ergometrica

Ortopedia Moderna

Liftech

mobilitec
Stannah Mobilidade S.A

Autopedico

Invacare

Anuncie Aqui

TotalMobility
myservice

Tecnomobile

Liftech

Multihortos

Drive Mobility

Últimas Mensagens

Páginas: [1] 2 3 ... 10
1
Anedotas / É preciso ter muito azar..
« Última mensagem por casconha em 20/01/2021, 20:46 »


Um homem está sentado no balcão de um bar com um copo à sua frente.
Nisto, surge um sujeito alto e forte que se senta ao seu lado e, numa atitute abusadora,
pega no copo dele e bebe tudo de penalti,
bate com o copo na mesa e fica a olhar fixamente para o homem.
O homem diz: - Bolas! Só a mim! Primeiro, a minha mulher deixa-me pelo meu melhor amigo.
Depois, o meu filho diz-me que é viciado em jogo.
A seguir, sou despedido.
E agora, como se não bastasse, vem um gajo e bebe-me o copo com o veneno!
2
Anedotas / Uma mulher chega tarde a casa e vê quatro pernas na sua cama
« Última mensagem por casconha em 20/01/2021, 20:42 »

Uma mulher chega tarde a casa,
dirige-se para o quarto e quando entra vê quatro pernas na sua cama,
sentindo-se traída, sai devagarinho e vai buscar o taco de basebol,
furiosa começa a bater nos cobertores com toda a sua raiva.
Já cansada e triste desce as escadas
e para seu espanto encontra o seu marido muito calmo na cozinha: -
Olá querida, chegaste tarde!
Olha os teus pais fizeram-nos uma surpresa e vieram-nos visitar,
deixei-os ficar no nosso quarto, não queres ir dizer olá?
3
Olá a todos,
Queria pedir vos para me ajudarem a lutar a favor das pessoas com mobilidade reduzida, assinando esta petição para eu possa ser ouvida na  assembleia da república
Afinal todos caminhamos para uma mobilidade reduzida, a velhice...então lutemos a favor da revisão das leis

Preciso de 10 mil assinaturas para ser ouvida pela assembleia da república

Preciso da vossa ajuda
Juntos somos mais fortes

 Partilhem com os vossos familiares, amigos, contatos.

Mais mobilidade menos mentalidade reduzida

http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT105240
4
Apresentações & Regras / Bem vindo rt.language.consulting@gm
« Última mensagem por Neo em 20/01/2021, 15:38 »
Bem-Vindo rt.language.consulting@gm ao Deficiente-Forum.  

Agradecemos a tua inscrição no nosso Fórum e esperamos poder ajuda-lo no que for preciso, também esperamos poder aprender muito com a sua sabedoria e disponibilidade para o que seja necessário.

Faça agora sua apresentação neste post.

Obrigado
A Administração
5
Videos Músicais / Berlin - Take My Breathe Away theme from Top Gun with Lyrics
« Última mensagem por casconha em 20/01/2021, 15:19 »
6
Noticias / Re: Actualização valores PSI
« Última mensagem por paulomiguel em 20/01/2021, 13:58 »
Pago cotas na APD e desses senhores nem uma palavra, nem uma pressão na comunicação social, nenhum requerimento na assembleia da republica, dinheiro meu de cotas já não levam.
7
APD BRAGA E APD SINTRA CUMPREM EXPECTATIVAS

Campeonato Nacional da 1.ª Divisão de BCR
ATLETAS | COMPETIÇÕES
19 JAN 2021



Os dois encontros relativos à 6.ª jornada do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão de basquetebol em cadeira de rodas decorreram como previsto, com vitórias confortáveis para APD Sintra, fora de portas, frente à APD Paredes (22-48), e APD Braga, que bateu, sem contestação, o GDD Alcoitão (62-19), emblema ainda em busca do primeiro triunfo.



APD Paredes 22-48 APD Sintra

A APD Sintra somou a segunda vitória consecutiva, depois de derrotar o BC Gaia na jornada anterior – 44-41 -, ao impor-se na deslocação ao norte, no reduto da APD Paredes, por inapeláveis 22-48. O começo titubeante e perdulário, de parte a parte, produziu um parcial inaugural pobre, com as defesas a reclamarem o protagonismo. A partir do 2.º quarto, a APD Sintra surgiu mais esclarecida e embalou para uma vantagem significativa, já nos dois dígitos, graças, em larga medida, ao acerto do internacional Sub22, Ibrahim Mandjam (4.0), o melhor marcador do encontro com 23 pontos. Por seu turno, Marco Almeida (4.0), a principal ameaça ofensiva nos anfitriões, raramente encontrou situações cómodas de concretização, mas, ainda assim, foi o mais produtivo entre os paredenses, com 8 pontos apontados.

Parciais: 4-7 / 2-12 / 6-15 / 10-14

Melhores marcadores: APD Paredes – #16 Marco Almeida 8pts, #12 Eduardo Bacalhau 6pts; APD Sintra – #24 Ibrahim Mandjam 23pts, #10 Pedro Gonçalves 14pts

 

APD Braga 62-19 GDD Alcoitão

Em Ferreiros, a APD Braga derrubou a oposição do GDD Alcoitão, sem sobressaltos, não obstante a boa réplica inicial dos cascalenses, contrastante com o desperdício minhoto. Paulatinamente, a pressão do conjunto orientado por Ricardo Vieira traduziu-se em desgaste e turnovers no seu rival, que, quando chegado ao ataque, se viu forçado, várias vezes, a recorrer a lançamentos desenquadrados. A exibição de gala de Márcio Dias (4.5.) – 35pts, 6res, 2ast, 4rb -, a par da entrada preponderante de Eduardo Gomes (4.0) – 11pts, 4res, 4ast, 2rb -, permitiram à equipa tetracampeã nacional alcançar maior serenidade na manobra ofensiva e disparar no marcador. De assinalar também o regresso e contributo do internacional A Jorge Palmeira (2.5) – 7pts, 7res, 2ast. Já o GDD Alcoitão, apesar de se continuar a debater com as baixas de Mário Silva (4.0) e do internacional A Daniel Tristão (1.5), deixou melhores apontamentos em relação à estreia, na semana anterior, perante a APD Paredes.

Parciais: 12-6 / 18-6 / 13-5 / 23-2

Melhores marcadores: APD Braga – #4 Márcio Dias 35pts #0 Eduardo Gomes 11pts, #13 Jorge Palmeira 7 pts; GDD Alcoitão – #15 Hugo Maia 6pts, #18 Emanuel Alonso 4pts

 

Nota: Foto de Miguel Gonçalves
8
Noticias / Re: Actualização valores PSI
« Última mensagem por ferreira em 20/01/2021, 12:58 »
pois..... tudo e revoltante mas ate os cabeleireiros em 3mseses já organizaram mais protestos que qualquer associação nossa em anos....
aceitar isto é admitir que somos inferiores, admitir isso só faz de nos REALMENTE deficientes....
PARABENS A QUEM SE DEIXA VENDER POR 275€....maravilha não e?? pois são os fracos QUE TEM PRECO e não os deficientes...ou melhor deficientes fracos....QUE FAZ DOS OUTTROS FRACOS POR INERENCIA AOS OLHOS DOS DEMAIS...
9
Contos de fadas para o bem-estar mental dos mais novos


Os contos de fadas são muito mais do que histórias de encantar, ou peripécias e aventuras criadas e alimentadas pela imaginação. São também bálsamos para a alma e emoções das crianças. Estas histórias são o motor do projeto “Somos o que Brincamos” https://www.sns.gov.pt/noticias/2020/12/29/projeto-somos-o-que-brincamos/ , mote da campanha promovida pelo Programa Nacional para a Saúde Mental (PNSM) da Direção-Geral da Saúde (DGS), que vai mostrar a importância dos contos de fadas na promoção da saúde mental infantil. O atual contexto, de pandemia e restrições, é relevante.

A ideia é que crianças, dos quatro aos dez anos, brinquem às histórias de encantar, umas com as outras, em família ou com a ajuda de um adulto. Com tudo o que as histórias têm dentro: personagens boas e más, sonhos e dramas, alegrias e conflitos. O projeto quer aumentar a literacia em saúde mental, evitar que contos de fadas se percam, e que se adulterem histórias tradicionais recolhidas por autores como Perrault, Grimm e Andersen.

Crianças e educadores envolvem-se em atividades relacionadas com as histórias dos livros. Encenações, jogos, construção de material pedagógico, tudo o que é possível criar, enquanto se promovem competências socio-emocionais. E os passos são acompanhados por um momento de reflexão e discussão sobre a promoção da saúde mental dos mais novos, um processo orientado por um profissional da área.

O projeto arranca em Évora, no Alentejo, em jardins de infância e escolas do 1.º Ciclo do distrito, por onde circula a maleta pedagógica “Oficina de Histórias Somos o que Brincamos” com um jogo de tabuleiro, cenários, e várias figuras ilustradas que representam personagens dos contos de fadas para brincar ao faz de conta. Há ainda materiais de divulgação, a brochura e o cartaz do projeto, marcadores de livros.

“O conto de fadas constitui um meio facilitador nas angústias inerentes ao crescimento, utilizando as narrativas que o recurso à fantasia possibilita e enquadra. Através dos problemas apresentados e das soluções encontradas, a estrutura dos contos tradicionais oferece respostas para os conflitos inevitáveis das várias fases do desenvolvimento da criança”, refere Conceição Tavares de Almeida, psicóloga e membro do PNSM. “A chave do sucesso dos contos de fadas está no facto de captarem e traduzirem a forma como a criança vê e vivencia o mundo”, sublinha.

O projeto foi desenvolvido com ajuda de contributos de um coletivo de professores universitários na área da literatura de infância, educadores de infância, artistas ilustradores, contadores de histórias, técnicos de saúde mental, crianças, pais e cuidadores.

Esta campanha acontece em parceria com uma livraria do Alentejo, a Fonte de Letras, situada em Évora. A vontade é alargar o projeto a outros lugares do país, sempre com apoio de livrarias locais. “Brincar é para ser levado a sério. E brincar em família aos contos de fadas faz bem à saúde mental”, sublinha a DGS, em comunicado.

Fonte: Educare
10
Agradecimentos e Dedicatórias / Re: Agradecimento
« Última mensagem por Fisgas em 20/01/2021, 10:45 »
Obrigado por tudo que deram e continuam a dar, o DF agradece.  :good:
Páginas: [1] 2 3 ... 10


Anuncie Connosco Anuncie Connosco Stannah Mobilidade S.A Anuncie Connosco Anuncie Connosco


  •   Política de Privacidade   •   Regras   •   Fale Connosco   •  
       
Voltar ao topo